Unicesumar
Unicesumar

Cuidados Paliativos: A importância de zelar pela vida

História de Isabela Veloso comove a comunidade e abre discussão sobre a importância dos cuidados paliativos; Universidade de Maringá oferece atendimento e ajuda gratuita aos pacientes

 

Isabela Veloso, uma jovem de 17 anos com câncer terminal, comoveu o público nos últimos meses ao compartilhar suas histórias e experiências com os mais de 3 milhões de seguidores nas redes sociais. Segundo os médicos, Isabel tem somente 4 meses de vida e, durante esse tempo, realiza seus sonhos, como a aprovação na universidade e o casamento com o marido Lucas Borbas. Diagnosticada com Linfoma de Hodgkin, um câncer do sangue que afeta o sistema linfático, a jovem iniciou, no dia 1º de março, os cuidados paliativos. 

Com a repercussão do caso, o tema de cuidados paliativos veio à tona, levantando dúvidas do funcionamento e a importância dessa abordagem. Trata-se, então, do cuidado integral à saúde do paciente que está sob ameaça de vida num estado grave da doença. Promove, dessa forma, a qualidade de vida do paciente e dos familiares por meio da prevenção e alívio do sofrimento, de modo em que possa viver em paz e tranquilidade seus “últimos momentos”. O tratamento cuida da parte física, psicológica, espiritual e social. 

Entendendo a importância de prover dignidade e acolhimento enquanto se aproximam do fim de suas histórias, a UniCesumar, Universidade de Maringá (PR), oferece atendimento gratuito a esses pacientes e aos cuidadores. A iniciativa é dos cursos de Enfermagem e Estética da instituição, e possui o nome de Oficina de Memórias - Ações Multidisciplinares a Pacientes com Doenças Crônicas e Agudas Elegíveis a Cuidados Paliativos. Os estudantes, futuros enfermeiros, visitam os Hospitais de Maringá, Rede Feminina de Combate ao Câncer e a Casa Lar Benedito Franchini, todas as quartas-feiras no período da tarde. 

Durante a visita, atividades como musicoterapia e arteterapia são realizadas, fomentando as práticas integrativas. Além disso, aferição de pressão arterial e glicemia são conferidas. Camila Taynara de Araujo Santos, estudante do curso Enfermagem da UniCesumar, participa desse projeto de extensão de duas formas: visita os hospitais como aluna e recebe o apoio da instituição enquanto cuidadora de seu filho, que está sob cuidados paliativos. “Durante as visitas aos pacientes paliativos, notei que, embora suas condições causassem dores físicas, os transtornos psicoemocionais e psicossociais eram o principal ponto, e cada um tinha sua forma de sentir e lidar com esses problemas. Vi, então, o quão importante eu era nesse processo e me senti acolhida, parte do grupo. Embora os cuidados paliativos sejam para o meu filho, a assistência também é voltada para pessoas como eu, familiares e cuidadores.”, relata. 

O projeto também conta com a participação dos estudantes do curso de Estética, que recebem os pacientes na Clínica de Estética UniCesumar todas as segundas-feiras, das 13h às 17h. No local, são oferecidos procedimentos como massagem relaxante, meditação e revitalização facial. 

Para receber os atendimentos, os pacientes precisam estar vinculados a Rede Feminina de Combate ao Câncer ou na Casa Lar Beneditto Franchini em Maringá (PR) e ser elegível aos Cuidados Paliativos. Pode-se marcar horários e obter maiores informações no telefone da Clínica de Estética da UniCesumar (44) 33092672. 

 

Serviço: 

Oficina de Memórias - Ações Multidisciplinares a Pacientes com Doenças Crônicas e Agudas Elegíveis a Cuidados Paliativos 

Quando: segunda e quarta-feira, das 13h às 17h30 

Onde: Clínica de Estética da UniCesumar e os Hospitais Rede Feminina de Combate ao Câncer e a Casa Lar Benedito Franchini 

Valor: Gratuito 

Mais informações: (44) 33092672 

Parkinson,Disease,Patient,,Alzheimer,Elderly,Senior,,Arthritis,Person's,Hand,In

Últimas notícias

Categorias