Unicesumar
Unicesumar

PAI Parcelamento Inteligente

RECOMENDE:

É um programa que facilita o acesso ao Ensino Superior com mensalidades acessíveis. O PAI tem um processo simples e ágil; é uma ótima oportunidade para você que deseja ingressar na Unicesumar.

Campus:

Maringá / Curitiba / Londrina / Ponta Grossa.

Benefício:

Prazo e forma de pagamento

O pagamento das anuidades poderão ser incluídas em uma das seguintes possibilidades:

  • Prorrogação de 50% (cinquenta por cento) do valor da anuidade:
    Neste caso, o discente pagará o equivalente a 50% (cinquenta por cento) do valor da parcela da anuidade até a conclusão do curso e os outros 50% (cinquenta por cento) serão pagos após a conclusão do curso, iniciando-se o pagamento no mês imediatamente subsequente à sua conclusão, em período igual ao tempo cursado. Para o pagamento do remanescente, será considerado o valor da parcela praticada pela Instituição na data do pagamento.
  • Prorrogação de 40% (quarenta por cento) do valor da anuidade:
    Neste caso, o discente pagará o equivalente a 60% (sessenta por cento) do valor da parcela da anuidade até a conclusão do curso e 40% (quarenta por cento) serão pagos após a conclusão do curso, iniciando-se o pagamento no mês imediatamente subsequente à sua conclusão, em período igual ao tempo cursado. Para o pagamento do remanescente, será considerado o valor da parcela praticada pela Instituição na data do pagamento.
  • Prorrogação de 30% (trinta por cento) do valor da anuidade:
    Neste caso, o discente pagará o equivalente a 70% (setenta por cento) do valor da parcela da anuidade até a conclusão do curso e 30% (trinta por cento) serão pagos após a conclusão do curso, iniciando-se o pagamento no mês imediatamente subsequente à sua conclusão, em período igual ao tempo cursado. Para o pagamento do remanescente, será considerado o valor da parcela praticada pela Instituição na data do pagamento.
  • A manutenção do benefício para os próximos anos letivos ficará condicionada à participação do aluno em todas as fases do processo do programa governamental de financiamento - FIES, considerando que esta modalidade de financiamento esteja liberada pelo FNDE/MEC.

Na ausência da comprovação da participação no processo do programa de financiamento governamental – FIES, o aluno perderá o benefício, mantendo-se, porém o prazo de pagamento da prorrogação referente ao período já utilizado.

Público:

Um benefício exclusivo para alunos ingressantes na Unicesumar em 2017.

Regras:

    • Com comprovação de renda familiar até 6 salários mínimos, o discente poderá prorrogar até 50% (cinquenta por cento) da parcela da anuidade;
    • Renda familiar até 8 salários mínimos, o discente poderá prorrogar até 40% (quarenta por cento) da parcela da anuidade.
    • Renda familiar até 10 salários mínimos, o discente poderá prorrogar até 30% (trinta por cento) da parcela da anuidade.

Apresentar terceiro (membro da família ou outro) que figurará como devedor solidário, sendo necessário que este comprove renda mensal mínima de 2 vezes o valor da parcela da anuidade a ser prorrogada.

Renda Diluição
Até 6 salários mínimos         50%
Maior que 6 até 8 salários mínimos         40%
Maior que 8 até 10 salários mínimos         30%

Nas hipóteses de desistência, trancamento, cancelamento, transferência ou outro motivo que possa acarretar a perda do vínculo institucional, o pagamento será iniciado no mês imediatamente subsequente ao fato.

Na hipótese de transferência de curso na própria Instituição, o devedor solidário deverá anuir ao pedido de transferência do aluno. Caso isso não ocorra, e o valor do curso para o qual o discente tiver sido transferido for superior ao curso de origem, este deverá arcar com o valor da diferença não contemplada no programa de prorrogação mensalmente, conforme vencimento normal das parcelas da anuidade.

Para manutenção do presente benefício o aluno não poderá ter mais do que uma reprovação de série. Caso o discente reprove pela segunda vez perderá o benefício, mantendo-se a prorrogação do pagamento referente ao período até então cursado, devendo arcar com o valor total da parcela da anuidade a partir da perda do benefício.

Obs: Este programa não se aplica ao curso de Medicina e não será cumulado com outros programas de bolsas ou financiamentos concedidos pela Instituição.

Documentação:

Do Aluno e Grupo Familiar (Candidato ao PAI):

  • Fotocópia da Cédula de Identidade e do CPF do aluno e todos os membros do grupo familiar;
  • Fotocópia de Certidão de Nascimento ou Casamento/Divórcio/Óbito de todos os membros do grupo familiar;
  • Fotocópia da conta de energia elétrica ou água, com endereço atualizado;
  • Carta do aluno ou responsável legal, de próprio punho, justificando a solicitação do PAI;
  • Última Declaração de Imposto de Renda completa do candidato e de todos os membros do grupo familiar que declaram;
  • Carteira de trabalho (cópias das páginas de identificação até o último contrato de trabalho com a próxima página em branco);
  • 02 vias do Contrato de mútuo, para custeio de parcelas da anuidade escolar, com firmas reconhecidas em uma via.

Do Interveniente Devedor Solidário:

Obs. Caso você encontre alguma dificuldade em conseguir o devedor solidário com as condições abaixo, procure-nos, pois temos uma solução para você. Ligue para (44) 3027 6360 ramal 1920 e tire as suas dúvidas.

  • Fotocópia da Cédula de Identidade e CPF do devedor solidário e cônjuge, se houver;
  • Comprovante de rendimento mensal de no mínimo 2(duas) vezes o valor da parcela prorrogada (holerite ou decore);
  • Fotocópia da conta de energia elétrica ou água, com endereço atualizado em seu nome;
  • Fotocópia da certidão de nascimento ou de casamento (com averbação, em caso de separação ou divórcio; ou atestado de óbito, se viúvo (a));
  • Última declaração de imposto de renda;
  • Fotocópia da certidão de matrícula de um bem imóvel:
    • ( Caso a documentação do imóvel não esteja completa, o aluno deverá pagar a mensalidade integral e o benefício será lançado quando cumprir as exigências. O aluno terá 10 (dez) dias corridos para apresentar a documentação do imóvel em ordem. Nesse caso será lançado retroativo à primeira parcela. );
  • Ficha de cadastro do devedor solidário.