Psicopedagogia: o que faz e como é o mercado

O processo de aprendizagem não é linear. Uma criança pode ter facilidade para ser alfabetizada, enquanto outra tem dificuldades para explorar conceitos. Às vezes, é preciso alterar a maneira de ensinar para que todas tenham o mesmo nível de conhecimento. O curso de Psicopedagogia tem uma atuação voltada especialmente para essa atividade.

A graduação forma profissionais capazes de avaliar e melhorar o aprendizado das pessoas. Também permite identificar quais são os principais problemas e obstáculos para a compreensão dos conteúdos em sala de aula.

Com a escolha das melhores soluções e a abordagem adequada para otimizar o processo, os resultados são favorecidos. Trata-se, portanto, de um curso versátil e repleto de boas alternativas.

Para não ter dúvidas, veja o que é o curso de Psicopedagogia e entenda como é o mercado.

Curso de Empreendedorismo - CTA2

Afinal, o que é essa formação?

Para quem deseja atuar na área de educação, não há apenas a escolha de cursar uma licenciatura. É possível se envolver com o processo de ensino, de maneira ampla e estratégica — que é o caso da Psicopedagogia.

Esse curso utiliza conceitos essenciais de áreas como Psicologia, Neurologia e Antropologia. A intenção é entender como as pessoas se relacionam com o conhecimento e como otimizar o contato entre professores, alunos e colegas.

O papel do psicopedagogo é, principalmente, facilitar o aprendizado. Por meio das medidas personalizadas e adequadas, é possível definir o melhor jeito de atuar.

O que faz o profissional de Psicopedagogia?

Como o curso é amplo e versátil, a atuação dos formados segue o mesmo caminho. É possível agir com diversas responsabilidades e focos de interesse, de modo a alcançar os objetivos de carreira.

Para você ter uma ideia mais clara, entenda o que faz o profissional de Psicopedagogia e veja quais são algumas de suas responsabilidades.

Avaliação psicopedagógica

Uma das principais abordagens inclui a realização de uma avaliação completa sobre o processo de aprendizagem. Ele deve ser capaz de identificar o alinhamento entre os aspectos, bem como os pontos de atenção. Como oferece um diagnóstico psicopedagógico robusto, a avaliação garante um entendimento amplo dos pontos de melhoria e do que tem funcionado. A partir desse resultado inicial, as próximas ações podem ser planejadas.

Investigação das causas das dificuldades de aprendizagem

Uma das principais funções do profissional da área é reconhecer problemas, clínicos ou não, ligados ao aprendizado. Uma criança com trauma, por exemplo, pode ter dificuldades cognitivas. De forma semelhante, o transtorno de déficit de atenção (TDAH) é outra causa possível — e que afeta de 5% a 7% dos jovens em todo o mundo. Com os conhecimentos certos, identifica, com precisão, o que gera falhas na construção do conhecimento. Assim, dá para buscar meios de otimizar o processo.

Definição de intervenções psicopedagógicas

Após o reconhecimento do problema, o psicopedagogo estabelece quais são as medidas adequadas para sua correção. Ele pode usar, por exemplo, a gestão de conflitos ou intervenções familiares para reverter os quadros. Dependendo do caso, também é possível recorrer à medicalização infantil. A adoção de um tratamento clínico-terapêutico pode ser a melhor saída em certos cenários. Com a formação, o profissional tem a oportunidade de dar a orientação necessária.

Uso da metodologia de alfabetização e da matemática

Outro aspecto fundamental consiste em explorar os métodos voltados para a alfabetização e aprendizado de matemática. O psicopedagogo deve reconhecer quais são as etapas necessárias para consolidar o conhecimento e desenvolver conceitos. Por meio desse entendimento, podem ser planejadas ações para estimular o aprendizado de fonemas ou operações matemáticas. Também é um modo de identificar as melhores intervenções para dificuldades em um ou em ambos os processos.

Psicopedagogia - matemática

Aproveitamento da língua portuguesa na infância

Especialmente nos estágios iniciais de aprendizagem, o contato com a língua materna é fundamental. Além de estar relacionado à alfabetização, é algo que se conecta com o entendimento completo sobre o idioma. É por isso que o psicopedagogo tem a função de utilizar a língua portuguesa em suas diferentes formas na educação infantil. A leitura, a produção de textos e a literatura infantil são aspectos que devem ser trabalhados para gerar os resultados esperados.

Desenvolvimento de políticas de educação inclusiva

Não basta que a educação seja eficiente. Ela também deve pensar nas diversas exigências e backgrounds de seus alunos. Há pessoas com necessidades específicas e o ideal é que elas sejam contempladas na sala de aula.

O papel da Psicopedagogia inclui planejar ações voltadas para obter uma educação inclusiva e que considere as demandas de todos. Isso é especialmente importante no planejamento de uma instituição de ensino ou em um centro comunitário, por exemplo.

Orientação profissional

Como o psicopedagogo entende sobre a psicologia do aprendizado, a atuação do cérebro e a antropologia, ele é capaz de ajudar estudantes em outras possibilidades. A orientação vocacional e o direcionamento profissional é uma atividade a ser explorada na profissão.

Ela se relaciona ao desenvolvimento de ações que facilitam o estudante a conhecer o seu perfil e seus interesses. Com a orientação correta, ele poderá compreender qual é o melhor caminho profissional de acordo com as suas capacidades.

Como é o mercado de trabalho?

Como a área envolve diversos conceitos e atividades, o mercado de trabalho é versátil. Os psicopedagogos podem atuar tanto no setor privado quanto no público. É o caso de trabalhar com escolas e instituições públicas em busca de um aprendizado adequado. Dependendo da situação, é possível desempenhar a função de consultor na criação de medidas voltadas para a aprendizagem, por exemplo.

No setor privado, o principal campo de atuação é nas escolas e instituições da educação básica. Com o foco no processo infantil, o profissional ajuda a desenvolver atividades para diferentes alunos. É possível, até mesmo, atuar no setor de saúde. A abordagem integrada a outros especialistas permite a identificação de problemas, traumas e dificuldades. Com a elaboração do tratamento adequado, o desempenho cognitivo é favorecido.

Psicopedagogia: uma série de caminhos

O curso de Psicopedagogia é amplo e traz diversas possibilidades quanto ao processo de aprendizagem. Com a escolha de uma boa instituição, você tem a chance de atuar em vários pontos do mercado de trabalho, o que amplia a oferta de oportunidades.

Para tomar a decisão certa, conheça o curso da Unicesumar EAD e descubra como se tornar o melhor profissional da área de Psicopedagogia.

Curso de empreendorismo - CTA1

Comentários

Comentários

Deixe o seu comentário

Recomendado para você