Ao planejar que profissão seguir no mercado, muitas pessoas pensam na carreira acadêmica por conta das referências com as quais tiveram contato ao longo da vida, como grandes professores e cientistas.

Mas, por outro lado, é comum ter dúvidas sobre o passo a passo para ingressar nesse ramo e, inclusive, a respeito de quais atividades você pode exercer.

Por isso, trouxemos este post para você entender como esse segmento funciona e por que ele desperta a curiosidade de tantos vestibulandos. Acompanhe e saiba mais!

O que é a carreira acadêmica?

A carreira acadêmica nada mais é do que a profissão relacionada à promoção do ensino e da pesquisa nas instituições de Ensino Superior. Essa é uma atuação muito importante na sociedade porque você se envolve diretamente:

  • na formação de novos profissionais;
  • na realização de atividades com universitários que beneficiam as comunidades locais;
  • na produção de artigos científicos;
  • na criação de novas tecnologias etc.

Quais são as atribuições de um profissional de carreira acadêmica?

Explicado o que é a carreira acadêmica, vamos conhecer um pouco mais das atribuições de um profissional da área? Para isso, separamos algumas das atividades mais recorrentes no meio. Porém, antes de irmos a elas, vale lembrar um detalhe importante: nem sempre você vai exercer uma função de forma isolada, ok?

O mais comum no ramo é que você assuma várias responsabilidades simultaneamente, tendo uma experiência de atuação bem diversa e dinâmica. Esclarecido isso, vamos conhecer as principais atribuições!

Dar aula em cursos superiores

A primeira possibilidade é se tornar professor universitário de uma ou mais disciplinas (obrigatórios ou optativas), tanto em uma graduação quanto em cursos afins. Ou seja, você lida diariamente com estudantes, traça metodologias de ensino, prepara o conteúdo e organiza atividades extraclasse para complementar os estudos dos alunos.

Esse é um trabalho que requer preparação e desenvolvimento constante por parte do profissional, uma vez que o seu desempenho em sala de aula ou nas aulas remotas é fundamental para o aprendizado de todos.

Supervisionar atividades de extensão

Ao atuar como profissional da educação, você também pode assumir uma ou mais atividades do departamento de extensão da universidade em que trabalha. Aqui entram:

  • grupos de estudo;
  • eventos universitários;
  • mostras culturais;
  • iniciativas de atenção à saúde da população;
  • empresas junior;
  • ligas acadêmicas;
  • núcleos jurídicos etc.

Além disso, você fica a cargo de tarefas importantes para o andamento e a concretização dos objetivos dos projetos de extensão. Alguns exemplos são:

  • seleção de novos extensionistas por semestre ou ano letivo;
  • elaboração de programas e eixos de atuação;
  • definição e acompanhamento de tarefas e projetos a serem desempenhados em cada atividade;
  • produção de relatórios técnicos semestrais sobre os resultados alcançados.

Trabalhar com pesquisa científica

A pesquisa científica também é parte essencial da carreira acadêmica. Aqui, o profissional segue uma linha de investigação, análise, testagem e comprovação metodológica de uma teoria, um conceito, uma fórmula matemática ou uma prática específica.

Isto é, são conteúdos que podem repaginar o que entendemos atualmente como ciência e a forma como a utilizamos. Para completar, essas pesquisas também podem contribuir para a criação de diferentes produtos, a otimização do uso de recursos naturais, a promoção da saúde humana e animal, o desenvolvimento de tecnologias mais modernas para a indústria, entre outras benfeitorias.

Orientar projetos de iniciação científica

Uma quarta possibilidade de atuação é com a orientação de projetos de iniciação científica. Nesse campo, você promove editais semestrais ou anuais para alunos interessados em produção cientifica, que querem dar os primeiros passos nessa carreira tão desafiadora.

Para tanto, você começar a supervisionar aqueles que foram selecionados, ajudando a ajustar e a aperfeiçoar as pesquisas que eles realizam. Muito desse material acaba integrando projetos e artigos científicos que são submetidos para validação e premiação em eventos acadêmicos, como simpósios, congressos e feiras.

Atuar na coordenação de graduações

Além das atividades citadas, a carreira acadêmica envolve a coordenação dos cursos superiores. Nesse caso, você passa a gerir todos os processos internos relacionados à qualidade da formação dos estudantes. É o caso do planejamento e da organização do projeto pedagógico da graduação, do sistema de provas, do calendário acadêmico, dos recursos audiovisuais de ensino, das avaliações técnicas do Ministério da Educação etc.

Isso sem falar que você também assume a responsabilidade de pensar em estratégias para manter e aumentar o número de matrículas por semestre, além de atender às demandas dos alunos e dos professores que surgem na rotina da instituição.

O que é preciso para seguir na carreira acadêmica?

Até aqui, a gente já falou bastante coisa sobre como é a rotina da carreira acadêmica. Porém, você deve estar se questionando sobre um detalhe essencial: o que é preciso para ingressar nesse ramo? Por essa razão, deixamos este último tópico para esclarecer o tema.

O primeiro passo, sem dúvidas, é escolher um campo de conhecimento e fazer uma graduação na área. Alguns exemplos são Biomedicina, Marketing, Economia, Engenharia Civil e Farmácia. Após completar a graduação, você deve iniciar uma pós-graduação stricto sensu.

Essa é a pós voltada para uma capacitação docente, aprendizado teórico e de delineamento e produção de pesquisa científica. Há duas opções de curso nessa categoria. O mestrado tem duração média de dois anos. Já o doutorado, que é uma extensão do primeiro, leva em torno de quatro anos para ser finalizado.

Após conquistar o título de mestre, é possível se candidatar a concursos públicos e a processos seletivos de instituições de nível superior. Na prática, isso significa que você pode trabalhar e, em paralelo, dar continuidade aos seus estudos no doutorado.

E então, esclareceu as suas dúvidas sobre o que é e como funciona a carreira acadêmica? Então agora é o momento de planejar o seu percurso de formação. Para isso, além da escolha do curso, é importante que você opte por uma universidade que tenha infraestrutura moderna, parcerias de ensino internacionais, participação ativa em eventos acadêmicos e programas de produção científica, como a UniCesumar.

Curtiu o post? Então compartilhe-o nas suas redes sociais. Assim, os seus amigos que se interessam pelo assunto vão poder conferir as informações!

Comentários

Comentários