Networking: o que é e qual a importância para sua carreira

Como está sua rede de contatos? Ela é formada somente por funcionários da empresa onde você trabalha? Você tem um perfil no LinkedIn com conexões estratégicas? Participa de eventos de networking em sua cidade?

Se criar e manter uma produtiva rede de relacionamentos não faz parte da sua rotina profissional, está na hora de rever essa situação.

Venha com a gente descobrir o que é networking, porque ele é fundamental para a sua carreira e o que fazer para ter uma boa rede de contatos.

Você também pode ouvir esse conteúdo. Aperte o play!

cta5

O que é networking?

O termo Networking vem do inglês e significa desenvolver relacionamentos vantajosos com pessoas, grupos ou instituições, trocando informações ou serviços.

Trata-se de cultivar uma produtiva rede, repleta de contatos que podem ajudar você a atingir objetivos específicos e que são beneficiados com o que você tem a oferecer.

Portanto, networking não é algo que se faz apenas quando existe uma urgência a resolver. E também não significa usar técnicas de vendas e persuasão para conseguir entrevistas de emprego quando estiver fora do mercado de trabalho.

Networking é se conectar de modo personalizado para ajudar e ser ajudado.

“Mas isso é uma técnica nova?” Não. Na verdade, networking é uma prática que existe há séculos. Basta lembrar das aulas de história e dos relacionamentos mantidos entre reinos, reis, nobres e cortesãos. Era por meio da rede de contatos que se formavam alianças poderosas e se fechavam negócios.

Qual a importância do networking para a carreira profissional?

Você provavelmente não quer ocupar o mesmo cargo ganhando o mesmo salário a vida inteira, certo? É comum querer competir por cargos e promoções que permitam uma vida mais confortável.

Para se destacar no mercado de trabalho e conseguir novas oportunidades, é necessário estar perto das pessoas certas. Ao criar e manter uma rede significativa, você se cerca de contatos propensos a ajudar, trocar ideias, gerar negócios e incentivar o seu crescimento profissional.

Mas, para conseguir conexões dispostas a fazer tudo isso, você deve lembrar do ditado “uma mão lava a outra”. Pense também em como gerar valor para o seu contato, evitando ser aquela pessoa que só aparece quando tem uma crise para solucionar.

Como construir uma boa rede de contatos profissionais?

Antes de mergulhar nas melhores dicas de networking, tenha em mente que construir e manter uma vantajosa rede de relacionamentos é um projeto de longo prazo.

Portanto, é essencial ser paciente, disciplinado, consistente e não esquecer dessa atividade com a correria do dia a dia.

“Mas como fazer isso ?” Diane Darling, renomada especialista em networking, recomenda:

  • mapeie sua rede de contatos para analisá-la e defina prioridades e ações para ampliá-la;
  • conte com o apoio de especialistas que ajudam você a aumentar conexões eficazmente;
  • aprenda a encontrar pessoas, interagindo sem constrangimentos e se comunicando claramente.

Veja o passo a passo detalhado:

1. Mapeie quem você conhece e avalie seus contatos

Faça um mapa mental para listar as pessoas que você conhece. Adicione amigos, conhecidos do clube/academia, colegas de trabalho, colegas do curso de idiomas, contatos que vivem perto da sua casa, entre outros.

Mas não precisa adicionar as centenas de pessoas que já fazem parte da sua vida pessoal, profissional e acadêmica. Em vez de focar em quantidade, priorize qualidade para manter sua rede de contatos pequena e significativa.  

Para ter sucesso nessa fase, você deve:

  • remover contatos que buscam você somente quando precisam resolver alguma coisa, os famosos interesseiros;
  • impor limites ou remover pessoas-âncora, ou seja, aqueles relacionamentos negativos que mais atrapalham do que ajudam;
  • Identificar pessoas que você pode criar um relacionamento de “mão dupla”, uma conexão em que um ajuda o outro a realizar objetivos.

Use uma ferramenta online gratuita para ajudar nessa tarefa. Veja, a seguir, como esse mapa pode ficar.

Netwkorking - mapa mental

2. Defina contatos mais importantes e colete informações

Com a rede identificada, defina quais são as pessoas que você deseja conhecer e busque informações sobre elas. Descubra quais são suas prioridades, identifique o que você tem a oferecer e como essas conexões podem ajudar futuramente.

Uma atividade que você pode fazer é criar um perfil para essas pessoas e adicionar:

  • informações de contato (nome, e-mail, telefone, LinkedIn etc);
  • detalhes sobre a vida profissional (formação, cargo, empresa, interesses, certificações, associações etc.);
  • informações sobre a vida pessoal, tomando cuidado para não invadir a privacidade. Liste apenas o que a pessoa declarou publicamente em redes sociais e entrevistas (familiares, gostos, interesses, animais de estimação, entre outros).

Coletar e reunir esses dados vai preparar você para fazer um networking eficaz com esses contatos.  

3. Aprenda com especialistas

Sua imagem é crucial quando se trata de networking. Você deve saber se apresentar e se comportar corretamente em diferentes situações, para evitar erros que diminuam suas chances de gerar uma conexão com aquele contato prioritário.

Diane Darling recomenda buscar especialistas que orientem você para conseguir o visual adequado e realizar contatos corretamente. Segundo a especialista, vale a pena aprender com experts de 10 áreas:

  1. guarda-roupa e imagem pessoal;
  2. cabelo e maquiagem;
  3. etiqueta à mesa;
  4. comportamento;
  5. forma física;
  6. apresentações;
  7. teatro;
  8. redação comercial;
  9. sorriso e higiene oral;
  10. networking.

Você pode começar assistindo vídeos  de profissionais conhecidos que atuam nesses ramos. Com certeza, você vai encontrar dicas valiosas para turbinar sua habilidade de fazer networking, mesmo sem ter uma “porta de entrada” para fazer os contatos corretos.

4. Participe de eventos na sua cidade

Comparecer a eventos é uma ótima forma de conhecer gente nova e praticar suas habilidades de criar e manter relacionamentos vantajosos.

Portanto, busque saber quais são os que acontecerão na sua cidade nos próximos meses. Procure e participe de eventos do seu ramo de atuação e eventos de networking.

Mas atenção: não vá “às cegas”. Isto é, sem descobrir quem vai estar lá e aprender mais sobre participantes estratégicos.

Confira as dicas poderosas de Diane Darling para aproveitar melhor as oportunidades de fazer networking em eventos:

  • uma semana antes, faça uma pesquisa online para ter uma ideia do público que frequentará o evento. Verifique se os participantes são empreendedores, CEOs, funcionários que ocupam altos cargos em empresas ou freelancers;
  • se for possível, procure saber quem vai comparecer, pesquise mais sobre essas pessoas para coletar os dados que vimos no item 2. Isso vai ajudar a quebrar o gelo quando você encontrar com elas no evento;
  • caminhe no salão do evento sorrindo e transmitindo confiança. Atente-se para não andar curvado nem transmitir um semblante cansado e desmotivado;
  • comece a conversar com quem está na mesa dos petiscos. Quando estão comendo, as pessoas costumam ser mais acessíveis para bater papo com desconhecidos;
  • ande pelo evento para localizar as pessoas estratégicas que você identificou na sua pesquisa. Mas atente-se para manter contato visual, evitando olhar de primeira para o crachá;
  • aborde, inicialmente, os participantes que têm mais relevância, como os palestrantes. Não deixe para fazer isso depois das apresentações que eles fazem — vai ser quase impossível estabelecer um diálogo com calma. Abordando-os primeiro com boas-vindas e conversando sobre o que eles fazem, você demonstra gentileza e conhecimento sobre a pessoa. Convidados VIP adoram quando isso acontece e se sentem mais acolhidos;
  • converse também com aquelas pessoas que costumam ficar sozinhas em um canto do evento. Apenas certifique-se de chegar sorrindo para não afastar esse potencial contato;
  • ao abordar pessoas, não comece falando sobre você. Seja genuinamente curioso sobre o próximo e faça perguntas abertas para descobrir rapidamente se um poderá ajudar o outro;
  • não se esqueça do aperto de mão firme e da troca de cartão de visita.

5. Mantenha contato após o evento

Conseguiu fazer novas conexões? Use a internet a seu favor para manter contato e fortalecer esse relacionamento.

O LinkedIn, por exemplo, é uma excelente rede social para trocar informações relevantes com seus contatos profissionais.

Sempre que você encontrar um conteúdo que tem certeza de que vai ajudar a pessoa, envie-o para ela. Diga que lembrou dela na hora quando encontrou o material. Com certeza sua conexão vai se sentir valorizada pela lembrança e agradecida pela gentileza.

Pronto! Agora você já sabe o que é, entende a importância e sabe como fazer networking. É assim, com pequenas ações disciplinadas e consistentes, que você conseguirá construir uma excelente rede de contatos ao longo da sua carreira profissional.

Gostou das dicas? Acompanhe a Unicesumar no Facebook e no Instagram para ficar por dentro das novidades do mercado de trabalho!

cta6

Comentários

Comentários

Deixe o seu comentário

Recomendado para você