Lembra das aulas de Biologia que você mais gostava no ensino médio? Você vai revê-las de modo aprofundado e mergulhar em diversos outros conceitos no curso de Ciências Biológicas.

Essa graduação é ideal para quem tem um grande interesse pela vida, pois o aluno de Ciências Biológicas estuda diferentes tipos de organismos vivos. Na faculdade, você aprende a usar o seu conhecimento para ser um educador ambiental e trabalhar para proteger e recuperar o meio ambiente.

Interessado em seguir carreira nesta área? Fique por dentro da graduação em Ciências Biológicas, conheça a profissão do biólogo e saiba como está o mercado de trabalho.

Como é o curso de Ciências Biológicas?

Existem duas modalidades no curso de Ciências Biológicas: o bacharelado e a licenciatura. O foco dessas graduações é o estudo de todas as formas de vida e a relação dos organismos vivos com o meio ambiente.

bacharelado dura 4 anos e foca na pesquisa científica biológica. Quem escolhe esse curso geralmente deseja trabalhar como pesquisador em uma das subáreas da Saúde, Biotecnologia e Produção, Biodiversidade e Meio ambiente.

Confira algumas disciplinas do bacharelado em Ciências Biológicas:

  • Anatomia e Fisiologia Humana;
  • Biologia Celular e Molecular;
  • Zoologia e Parasitologia;
  • Química Geral, Orgânica e Bioquímica;
  • Anatomia, Morfologia e Fisiologia Vegetal;
  • Embriologia e Histologia;
  • Microbiologia e Imunologia;
  • Biologia e Bioestatística;
  • Física Aplicada à Biologia;
  • Sistemática de Vegetais e Fungos;
  • Geologia e Paleontologia;
  • Ecologia e Educação Ambiental;
  • Genética e Evolução;
  • Elementos de Saúde Pública e Epidemiologia.

Isso significa que o bacharel em Ciências Biológicas viverá dentro de um laboratório fechado? Não. Diversas subáreas permitem que o profissional trabalhe dentro e fora do laboratório, como a Conservação da Vegetação e da Flora, o Paisagismo e a Aquicultura.

Com duração de 4 anos, a licenciatura foca na pesquisa científica biológica e na Pedagogia. Além de ter disciplinas iguais às do bacharelado, o aluno da modalidade também estuda sobre:

  • Fundamentos Históricos, Filosóficos e Sociológicos da Educação;
  • Psicologia da Educação;
  • Prática de Ensino de Biologia e Didática;
  • Políticas Educacionais e Organização da Educação Básica;
  • Educação Inclusiva e Integração Social.

“Tem estágio supervisionado?” Com certeza! Tanto o bacharelado quanto a licenciatura exigem a realização de estágios em diferentes áreas da Biologia.

O que muda de um curso para o outro é o foco dessa atividade. O estágio do bacharelado é em campo e no laboratório. Isto é, em contato com a natureza para fazer atividades como monitorar fauna e flora, coletar amostras e identificar espécies para estudar no laboratório. Já o estágio da licenciatura é dentro da sala de aula. O universitário adquire experiência como professor de biologia nos ensinos fundamental e médio.

cta5

O que faz o profissional de Ciências Biológicas?

O biólogo estuda a vida desde o nível molecular até as relações que os organismos vivos mantêm com o meio ambiente. O objetivo é aplicar o conhecimento adquirido em seu trabalho em setores como a saúde, meio ambiente, educação e indústria.

“Mas quais são as atividades presentes no dia a dia do profissional de Ciências Biológicas?” As tarefas cotidianas variam conforme a área de atuação.

O biólogo que trabalha com análises clínicas é responsável por analisar amostras de sangue para ajudar no diagnóstico de doenças. Esse profissional realiza exames como hemograma completo, parasitológico e antibiograma.

biólogos que trabalham em usinas elétricas buscam reduzir os impactos negativos causados aos peixes que vivem na região da usina, visando conservar as espécies locais.

O biólogo que atua na produção de sementes e mudas é responsável por produzir, analisar e conservar sementes, produzir mudas e gerenciar viveiros de plantas, por exemplo.

Percebe como as atividades variam bastante? Você precisa conhecer as grandes áreas de atuação e as respectivas subáreas para entender melhor a rotina profissional e escolher em qual delas atuar.

Quais são as áreas de atuação em Ciências Biológicas?

Você sabia que o profissional licenciado em Ciências Biológicas pode atuar dentro e fora da sala de aula? E que o curso de licenciatura é a opção escolhida por mais de 70% dos formados?

O licenciado pode dar aula e também ser um pesquisador que estuda genética, impactos da mudança climática, controle biológico de pragas agrícolas, conservação de ecossistemas aquáticos ou indicadores biológicos de qualidade de água, por exemplo.

Existem diversas opções de subáreas para pesquisar em cada grande área da Biologia. A seguir, você vai saber mais sobre os ramos que poderá escolher ao fazer o curso de Licenciatura em Ciências Biológicas.

Educação

Atua como professor de Biologia nos ensinos fundamental e médio. Fazendo uma pós-graduação na área, você poderá dar aulas em faculdades e universidades. Uma outra opção ligada ao ensino é a atuação do Biólogo de Educação em museus, aquários e jardins botânicos. Esse profissional compartilha seus conhecimentos com os visitantes, explicando sobre os reinos biológicos em exposição no museu e as formas de vida existentes no aquário e no jardim botânico.

Saúde

Se você gosta do ramo da Saúde, saiba que existem 25 subáreas onde o profissional de Ciências Biológicas pode atuar. O biólogo trabalha principalmente em laboratórios, analisando diferentes materiais biológicos.

Um bom exemplo é a Genética Forense. Nesse campo, o biólogo realiza análises para descobrir se há parentesco entre diferentes pessoas, como acontece em casos de reconhecimento de paternidade judicial.

Segundo o Conselho Federal de Biologia (CFBio), é possível trabalhar com:

  • Aconselhamento genético, bioética e reprodução humana assistida;
  • Análises citogenéticas e citopatológicas;
  • Análises clínicas, histopatológicas e de histocompatibilidade;
  • Análises e diagnósticos biomoleculares;
  • Análises, bioensaios e testes em animais;
  • Análises, processos e pesquisas em banco de leite humano, de órgãos e tecidos, de sangue e hemoderivados, de sêmen, óvulos e embriões;
  • Controle de vetores e pragas;
  • Desenvolvimento, produção e comercialização de materiais, equipamentos e kits biológicos;
  • Gestão da qualidade e gestão de bancos de células e material genético;
  • Perícia e biologia forense;
  • Saúde pública, fiscalização sanitária, vigilância ambiental, epidemiológica;
  • Terapia gênica e celular.

Ciências Biológicas - curso e mercado

Biotecnologia e Produção

Nessa grande área, o profissional trabalha com biotecnologias que ajudam a produzir e melhorar materiais biológicos. Um bom exemplo disso acontece no processo de produção cervejeira. O biólogo controla a qualidade da água e as leveduras usadas na etapa de fermentação da bebida. Um outro campo é o melhoramento genético, onde o biólogo aprimora organismos vivos para beneficiar o ser humano. Por exemplo, a banana foi melhorada geneticamente para facilitar o cultivo e o consumo pelo homem.

Confira outras subáreas em Biotecnologia e Produção:

  • Biodegradação, bioética, bioinformática e biossegurança;
  • Biologia molecular, bioprospecção, biorremediação;
  • Engenharia genética, gestão da qualidade, cultura de células e tecidos;
  • Desenvolvimento e produção de organismos geneticamente modificados (OGMs);
  • Processos biológicos de fermentação e transformação.

Biodiversidade e meio ambiente

Provavelmente, o setor área mais conhecido das Ciências Biológicas — e o mais amplo. Existem 46 subáreas em que o biólogo pode atuar: bastante em campo realizando coletas, monitoramento, fiscalização, análises, educação ambiental, entre outras atividades.

Veja alguns dos campos que você pode trabalhar depois de formado:

  • Gestão e produção na aquicultura, gestão de recursos pesqueiros;
  • Arborização urbana, paisagismo, gestão ambiental, auditoria ambiental;
  • Bioespeleologia, bioética, bioinformática, biomonitoramento, biorremediação;
  • Controle de vetores e pragas, vigilância ambiental;
  • Curadoria e gestão de coleções biológicas, científicas e didáticas;
  • Diagnóstico, controle e monitoramento ambiental;
  • Ecodesign, ecoturismo, educação ambiental, mudanças climáticas;
  • Gestão de bancos de germoplasma, biotérios, jardins botânicos, jardins zoológicos e museus;
  • Gestão de recursos hídricos e bacias hidrográficas;
  • Perícia forense ambiental, licenciamento ambiental;
  • Conservação da fauna, da vegetação e da flora;
  • Restauração/recuperação de áreas degradadas e contaminadas.

Como é o mercado de trabalho para o profissional formado em Ciências Biológicas?

Primeiro, é importante saber que é necessário se registrar no Conselho Regional de Biologia (CRBio). Assim que você receber o diploma da faculdade, procure o CRBio do seu estado e faça esse registro obrigatório. Sem ele, você não poderá ser contratado para exercer a profissão regularmente.

Segundo, você encontrará boas oportunidades em terras brasileiras. O Brasil é o país mais rico em biodiversidade do mundo, segundo Bráulio Dias, secretário-executivo da convenção sobre Diversidade Biológica da ONU entre 2012 e 2016.“O Brasil é o país tropical que mais pesquisa no mundo e conta com reconhecimento internacional, além de ter liderança positiva nas áreas de biodiversidade e mudança do clima. (…) O país tem feito grandes esforços nos últimos dez, vinte anos em termos de biodiversidade. Há reconhecimento internacional de que o Brasil foi quem mais avançou na ampliação e criação de áreas protegidas em todo o mundo, na última década, e redução do desmatamento na Amazônia.”  – Bráulio Dias | Semana do Meio Ambiente na Fiesp, 2015.

Em um país que age para proteger e recuperar a biodiversidade, há oportunidades na indústria, em instituições de ensino, empresas, órgãos governamentais e espaço para empreender no mundo da biologia.

Na indústria, há oportunidades para trabalhar com análise e desenvolvimento de novos alimentos, técnicas de conservação e armazenamento de alimentos, controle de qualidade da produção alimentícia, cosmética e farmacêutica.

Algumas das vagas que exigem diploma em Ciências Biológicas no setor privado são: professor de biologia do ensino fundamental e médio, analista e coordenador de laboratório, analista de sustentabilidade, analista de anatomia patológica e biologista.

Se você pretende seguir carreira como servidor público, encontra concursos para ocupar vagas de biólogo, analista em biologia, analista ambiental, além de professor no Ensino Médio e no Ensino Superior. Já no mundo do empreendedorismo é possível prestar assessoria, consultoria e aconselhamento para empresas de diferentes setores. Gerenciar laboratórios de análises microbiológicas, viveiros de plantas e produção de alimentos hidropônicos.  Além disso, há espaço para realizar palestras, treinamentos e desenvolver produtos educativos.

Percebe como o curso de Ciências Biológicas é interessante e proporciona um ótimo leque de opções? Se essa é a  formação que você procurava, dê o próximo passo: vá em frente e confira os detalhes do curso de Licenciatura em Ciências Biológicas EAD da Unicesumar!

cta6

Comentários

Comentários