Em tempos de nomadismo digital, home office e transformações no mundo do trabalho, empreender é palavra que passou a ser muito mais comum. Mas afinal, o que significa ser um empreendedor ou empreendedora? Que tipo de qualificação uma pessoa precisa para gerir um negócio?

Neste conteúdo, vamos mostrar quais são os desafios para abrir a própria empresa e um passo a passo para desenvolver um perfil empreendedor. Você também vai conferir como a graduação em Administração é fundamental para quem quer criar um negócio.

Venha com a gente!

cta2-administracao

Empreender: o que significa?

Empreender tem a ver com a capacidade de identificar problemas e oportunidades, desenvolver soluções e investir recursos na criação de algo positivo para a sociedade, segundo definição do SEBRAE. Isso pode significar que a pessoa tenha começado um negócio, mas o conceito é bem mais amplo; ele se aplica à elaboração de um projeto ou de algum movimento que cause mudanças reais e impactos positivos no cotidiano das pessoas.

Empreendedorismo tem uma relação direta com inovação, com ideias que melhoram processos, empresas, vidas e que ninguém tinha pensado antes. Há quem seja naturalmente empreendedor. Porém, quem acha que não é, pode ficar despreocupado. Empreendedorismo é uma habilidade que se aprende com teoria e prática — no curso de Administração, por exemplo.

https://youtu.be/Clfnda_K2h4

Como cursar Administração ajuda na hora de empreender

Ainda que pareçam muito tradicionais, os cursos de Administração no Brasil passaram a entender a necessidade de incluir cada vez mais disciplinas de empreendedorismo em suas grades curriculares. Assim, podem oferecer conteúdos inovadores de gestão e de criação de negócios, como Design Thinking, Branding, Marketing Digital, e-Commerce.     

Além do que é mais moderno em termos de empreendedorismo, essa graduação também oferece uma série de conhecimentos, ferramentas e estratégias fundamentais para profissionais em qualquer empresa. Isso porque quem passa pelo curso de Administração aprende tanto disciplinas das Ciências Exatas, quanto de Humanas.

O conhecimento adquirido no curso dá suporte para identificar boas oportunidades de negócio e planejar a atuação. A combinação das disciplinas que compõem a grade curricular é ideal para que o empreendedor entenda como criar, gerenciar pessoas, números e promover inovação.

Cursar essa graduação também ajuda o estudante a desenvolver capacidade de se organizar, planejar, de ser analítico e também a construir uma rede de contatos que pode ser fundamental na hora de abrir o próprio negócio. Por isso, cursar Administração é uma vantagem caso você queira empreender.  

Atitudes necessárias para criar a própria empresa

Duas palavras comumente associadas a empreender são persistência e superação. Criar um negócio e mantê-lo saudável é uma tarefa árdua. É preciso muita paciência, estudo, capacidade de análise e, sim, confiança no próprio taco para fazer uma empresa prosperar.

Empreender - atitudes

Segundo as revistas Pequenas Empresas, Grandes Negócios e Exame, algumas dificuldades são comuns a quem decide empreender. A seguir, mostraremos algumas atitudes importantes para quem começa a própria empresa.

  • Confiar em si mesmo: o começo vai ser dureza. Disseram isso para você quando contou para os amigos e família que iria empreender. Quando a situação aperta, e as coisas – principalmente no início – parecem que não vão funcionar, você começa a duvidar de si mesmo. Não duvide! Tenha cabeça fria, analise o problema, faça o melhor possível para solucionar e vida que segue. Confie em você mesmo!
  • Planejar o máximo possível antes de abrir um negócio: ainda que seja comum que brasileiros abram negócios por necessidade e de improviso, tente se planejar ao máximo. Calcule custos, estoques, tempo, pense na jornada do cliente, em como seu produto ou serviço vai ser recebido no mercado. Coloque o máximo de coisas na ponta do lápis. Ter tudo por escrito ajuda não apenas com prazos e custos, mas também a visualizar soluções de problemas quando necessário.
  • Não ser refém do planejamento: sim, é importante calcular e tentar prever situações, mas nem tudo sairá exatamente como o previsto. Uma etapa de empreender é planejar. A outra parte é ser criativo e ajustar o que for preciso pelo caminho.
  • Conseguir os primeiros clientes: você já acredita no seu negócio e sabe que tem um bom produto para vender. Agora, só precisa convencer seus potenciais clientes disso. Empreender é planejar tudo: introdução no mercado, marketing, merchandising etc.
  • Admitir que você não dá conta de tudo sozinho: por mais multitarefa que você seja, uma hora vai precisar de ajuda. Vai ter que confiar em outra pessoa para te ajudar a conduzir o novo empreendimento. Como se faz isso? Com conversa, objetivos claros e delimitação de tarefas ao seu colaborador.
  • Contratar um bom time: isso pode ser um grande desafio, especialmente no começo, quando se é pequeno e a possibilidade de pagar ótimos salários pode não ser das maiores. Aqui, empreender vira sinônimo de convencer, de transmitir a paixão pelo ofício e pelo produto.
  • Lidar com a concorrência: empreender inclui analisar quem está disputando a mesma fatia de mercado que você. É sua tarefa estudar os competidores e buscar jeitos de se diferenciar para conquistar os clientes.
  • Priorizar e planejar as atividades do negócio: isso tem muito a ver com visão do próprio negócio, estratégia, capacidade analítica. Cabe ao empreendedor planejar os próximos passos, para qual direção e como serão dados.
  • Conciliar vida profissional e privada: reserve um tempo para você. Empreender é estimulante e sua família pode depender do rendimento que seu negócio gera, mas dinheiro não paga o tempo que você deixa de estar com as pessoas que mais ama. Coloque esse aspecto na balança na hora de abrir um negócio.

Como posso desenvolver um perfil empreendedor?

Empreender não é apenas para criaturas predestinadas e iluminadas. Com um pouco de estudo e esforço, qualquer pessoa pode se tornar empreendedora. Como fazer isso?

  1.    Analise a si mesmo: faça uma análise SWOT de você. Tenha clareza sobre o que você precisa melhorar e, claro, saiba bem quais são seus pontos fortes.
  2.    Estude: busque conhecimento em Administração, leia estudos de caso, procure auxílio de instituições como SEBRAE ou mentores — como professores da faculdade ou um antigo chefe que você confia.
  3.    Insista: empreender é perseverar, estudar, suor, trabalho duro. Não realize as atividades de forma desleixada. Faça bem feito.
  4.    Tenha flexibilidade: procure ser maleável, aprender o tempo todo, ouvir, observar e corrigir a rota sempre que for necessário.
  5.    Adote metas: cumpra-as. Para isso, divida metas em pequenas tarefas, que podem ser alcançadas com mais facilidade. Assim, você conquista aos poucos e com consistência seus objetivos.

Agora que você já sabe porquê empreender fica mais fácil quando se cursa Administração, que tal aprender mais sobre esse curso? Descubra o que você precisa estudar para se tornar um administrador e empreender com conhecimento.

Administração e o mercado de trabalho

Comentários

Comentários