Fazer o curso de Engenharia de Software, basicamente, é aprender sobre os conhecimentos científicos e técnicos que envolvem os projetos tecnológicos.

Para isso, é necessário passar por diversas matérias que fornecerão o aprendizado ideal para o profissional sair da graduação e se posicionar no mercado de trabalho.

Neste texto, explicamos o que é a Engenharia de Software, as principais matérias do curso e as habilidades desses engenheiros. Confira!

curso de engenharia de software - cta1

O que é Engenharia de Software?

A Engenharia de Software é uma área voltada para a computação, mais precisamente no âmbito do desenvolvimento, gerenciamento e manutenção de softwares. Esse engenheiro dedica-se exclusivamente a todos esses processos que envolvem a criação de softwares. Além disso, o profissional também trabalha na criação de aplicativos, jogos e ferramentas.

Resumindo, ele é quem cuida de todos os processos que envolvem a criação de um software, desde a sua concepção até sua distribuição no mercado digital.

https://www.youtube.com/watch?v=tunXdBtF8G0&feature=youtu.be

Quais são os objetivos dos engenheiros de software?

Os engenheiros de software têm como objetivo aplicar a teoria, as técnicas e ferramentas da ciência da computação para o desenvolvimento de softwares.

Além disso, esses profissionais também são responsáveis por aplicar métodos para gerenciar todo o processo de produção. Nessa área, seus objetivos são planejar as demandas em curto prazo, montar, gerenciar equipes e garantir qualidade aos produtos.

Quais as matérias do curso de Engenharia de Software?

Para ser um engenheiro de software, o estudante deve cursar disciplinas que tratam de assuntos mais específicos até os mais genéricos.

Reunimos as principais para que você consiga ter uma ideia de o que aprenderá neste curso:

  • Fundamentos e arquitetura de computadores;
  • Engenharia de software;
  • Engenharia de requisitos;
  • Modelagem de software;
  • Cálculo diferencial e integral;
  • Gerenciamento de software;
  • Design e interação;
  • Empreendedorismo;
  • Gestão de projetos;
  • Segurança e auditoria de sistemas.

Curso de Engenharia de Software: matérias

Conheça as principais habilidades desses engenheiros

Para ser um engenheiro de software, é necessário ter algumas habilidades específicas. Veja quais são elas:

1. Desenvolvimento de aplicativos

Uma das principais habilidades de um engenheiro de software depois de finalizar a graduação é a de desenvolvimento de aplicativos.

Para isso, o profissional deve estar bem instruído e estar por dentro de todas as novas tendências e tecnologias da área.

Pode parecer uma função fácil, mas, para executar essa habilidade com eficiência, o engenheiro deve ter boas referências e, além disso, ter cursado em uma faculdade com bons professores.

2. Gerenciamento de negócio

Além de desenvolver, um ponto importante para o engenheiro de software é o de gerenciamento de negócio e projetos.

Exercendo essa função, o profissional deve gerenciar o negócio e todos os projetos que envolvem a área de computação e software da empresa.

Isso significa que o engenheiro de software é responsável pelo sucesso desses softwares, ou seja, pela qualidade do trabalho prestado.

3. Trabalho em equipe

No curso de Engenharia de Software, existe uma matéria específica para aprimorar os conhecimentos do profissional em gestão.

Isso facilita muito para que o engenheiro de software consiga trabalhar e gerenciar equipes e projetos ao longo da sua carreira.

Ter a habilidade de coordenar grandes projetos não é uma tarefa fácil. Por isso, o engenheiro deve ter os melhores conhecimentos possíveis.

Além disso, o engenheiro deve ter a capacidade de conversar com colegas e demandar as tarefas para cada um deles, visando sempre a qualidade e o sucesso do projeto.

4. Organização e persistência

O que seria de um engenheiro de software sem organização e persistência? Pois então, essa é uma das habilidades que esses profissionais aprendem no curso.

A organização, por exemplo, é essencial para que os serviços sejam realizados na melhor qualidade possível.

Já a persistência deve aparecer nos piores momentos, onde nada parece dar certo.

Assim, no final, o resultado de persistir no projeto e na ideia é totalmente satisfatório e compensador.

5. Inovação e tecnologia

Se você não gosta de acompanhar as inovações que acontecem no mundo e não se interessa pela tecnologia, o curso de Engenharia de Software não é para você.

Nele, além de aprender sobre isso, você terá que ter habilidade e percepção suficientes a respeito das tendências do mercado.

Isso envolve diretamente as inovações e tecnologias que estão sendo utilizadas no mercado para o desenvolvimento dos softwares.

Portanto, ao finalizar a graduação, o engenheiro já deve estar atento nisso e buscar trazer todos os conhecimentos para o desenvolvimento e gerenciamento dos seus projetos.

6. Capacidade de se atualizar

Um dos pré-requisitos para ser um bom engenheiro de software é ter capacidade para se atualizar, ou seja, andar de mãos dadas com a tecnologia.

A Engenharia de Software prepara os profissionais para isso, que devem sair do curso atentos a todas essas atualizações.

Sabemos que o universo digital está em crescimento no Brasil, e isso demanda cada vez mais que os engenheiros busquem essas novas atualizações, tecnologias e tendências.

Em qual universidade cursar Engenharia de Software?

Agora que você já sabe o que é Engenharia de Software, quais são as principais matérias do curso e habilidades de um profissional, queremos te apresentar a Unicesumar, um dos melhores centros universitários do país, que oferece o curso de Engenharia de Software autorizado pelo MEC.

Saiba mais informações sobre a Instituição e o curso clicando aqui.
curso de engenharia de software - cta2

Comentários

Comentários