Já se perguntou o que é Engenharia de Software? Essa é uma área bastante específica, em que muitos alunos entram no mercado de trabalho até mesmo antes de se graduar, devido à falta de profissionais qualificados para prestar os serviços.

Em Manaus, por exemplo, 100% dos estudantes do único curso de Engenharia de Software da cidade estão empregados, segundo dados divulgados pelo jornal A Crítica. Dá pra ver que a escassez é bem grande no setor, não é mesmo? Mas não é apenas essa a boa notícia.

O salário do profissional tem uma média de R$ 6,3 mil, podendo ser ainda maior à medida que ele se qualifica. Sabendo disso, resolvemos produzir este conteúdo. Nele, explicamos tudo sobre essa profissão que está em crescimento no Brasil. Confira!

o que é engenharia de software - cta1

Afinal, o que é Engenharia de Software?

A Engenharia de Software capacita as pessoas com a utilização de teorias, técnicas e ferramentas da Ciência da Computação para produção e desenvolvimento de sistemas. Por meio da análise, coleta e processamento de dados, ainda identificam potenciais falhas nesses produtos e criam soluções de alta performance.

O objetivo dessa Engenharia é acompanhar as inovações e ensinar aos alunos as melhores técnicas e modelos a serem seguidos. Com esse conhecimento adquirido em uma graduação, o profissional tem diversas oportunidades de atuação no mercado, como veremos a seguir.

https://www.youtube.com/watch?v=tunXdBtF8G0&feature=youtu.be

O que um engenheiro de software pode fazer?

O engenheiro de software cuida de toda a parte técnica e científica dos sistemas, desde o desenvolvimento até a gestão. Ele pode cuidar tanto das aplicações visíveis aos usuários (que é chamada de front-end) quanto dos bastidores –– nesse caso, o back-end.

Veja algumas das possíveis atribuições desse profissional:

  • no desenvolvimento, ele pode criar jogos e softwares para computadores, videogames e dispositivos móveis (tablets e smartphones);
  • na arquitetura de softwares, o profissional fica responsável pela parte estrutural das aplicações, com um alto controle de qualidade para garantir eficiência;
  • por falar em eficiência, ainda há os testes nos sistemas e apps para localizar possíveis falhas e corrigi-las;
  • na parte de gestão, que acontece quando os sistemas já estão disponíveis, o engenheiro faz o gerenciamento do negócio e projetos das empresas que utilizam o software.

Engenharia de Software: sistemas

Qual é a diferença entre Ciência da Computação e Engenharia de Software?

O cientista da computação tem objetivos diferentes do engenheiro, por mais que um precise do outro para um software funcionar. Nesse sentido, você pode se perguntar: “se as duas profissões são da mesma área, qual eu devo escolher?”. Então, isso vai depender muito de você!

As pessoas formadas em Ciências da Computação trabalham com a parte mais teórica, ou seja, com um viés um pouco mais analítico. Já os engenheiros de software ficam com a parte do desenvolvimento, desde a manutenção até a adequação aos dispositivos.

Além disso, quem optar por fazer essa Engenharia pode procurar por cursos a distância, disponibilizados em algumas universidades. Então, se você gosta mais de teoria, é indicado escolher a Ciência da Computação. Mas, se prefere desenvolver, criar e gerenciar softwares, cursar Engenharia de Software é uma boa opção.

Quais são os benefícios da Engenharia de Software para a sociedade?

Agora que você já sabe o que é Engenharia de Software, vamos mostrar como a área pode ser útil. Desenvolvendo e gerenciando softwares, um engenheiro oferece alguns benefícios importantes para o mercado e as relações interpessoais. Veja só!

1. Acompanhar os avanços tecnológicos

Que a tecnologia só avança, todos nós sabemos, não é mesmo? Acompanhar isso não é nada fácil, embora, sem dúvidas, é um trabalho muito recompensador.

Imagine estar sempre atento às novidades da tecnologia e, quem sabe, até criar e inovar você mesmo? Então, essa é a vida de um engenheiro de software. Sempre em busca de novos métodos para desenvolver e gerenciar sistemas e aplicativos da melhor forma, visando o bem da sociedade.

2. Produzir sistemas de software eficientes

Ser um engenheiro de software é estar antenado com as tendências e, assim, criar ferramentas e sistemas que sejam eficientes. Pense no aplicativo mais inovador que você já utilizou: não importa o segmento, com certeza, um profissional da área fez parte do projeto.

Uber, iFood, Easy Táxi, Grubster, BoaLista, entre outros. Todos esses apps passaram pelas mãos de um engenheiro de software. O que queremos dizer com isso é que essa Engenharia realmente traz benefícios, como a praticidade e a otimização de tempo com esses aplicativos.

3. Facilitar a vida dos usuários

Imagine como é a vida do engenheiro que desenvolveu o aplicativo Uber, por exemplo. Pode ser que ele não tenha tido a ideia, mas, com certeza, ajudou a transformar essa ideia em realidade.

A Engenharia de Software está no mundo para inovar e facilitar a vida dos usuários que, com a correria do dia a dia, muitas vezes não têm tempo para pedir uma comida ou até mesmo esperar um táxi.

Então, se você tem como objetivo criar, inovar e trazer facilidades para a rotina das pessoas por meio de sistemas e aplicativos, saiba que a melhor escolha é a Engenharia de Software.

Quais são as áreas de atuação do engenheiro de software?

Diante de tanta relevância, dá para entender bem o motivo da valorização do engenheiro de software, concorda? A seguir, fique por dentro de algumas das possíveis áreas de atuação desse profissional!

Desenvolvimento de softwares

Esse é o caminho mais comum, em que o profissional tem a chance de assumir tanto o front-end quanto o back-end. A escolha depende das linguagens de programação com as quais ele tem mais afinidade. De toda forma, ambos os cargos são fundamentais ao desenvolvimento de softwares.

Há um terceiro caminho, que é assumir a posição de fullstack. Aqui, o engenheiro de software vai trabalhar com as duas frentes. Como podemos imaginar, é um profissional mais generalista e completo, portanto, bastante requisitado pelo mercado.

Banco de dados

Os bancos de dados são conjuntos de informações adquiridas por diversos meios na internet. Basicamente, tudo que uma pessoa faz gera dados para as empresas, desde preferências a formas de consumo. O engenheiro de software pode gerenciar tudo isso, analisando padrões para fornecer boas ideias aos gestores.

Com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), ele ainda precisa de uma atuação que não interfira nos direitos dos usuários de preservar seus dados pessoais. Por isso, o mercado está em um grande processo de adequação e precisará de profissionais qualificados para garantir a conformidade com a legislação –– sob riscos de cair em multas altíssimas.

Pesquisa e docência

Se você gostar de realizar pesquisas durante a graduação, saiba que também há espaço para essa atuação no mercado. Afinal, é preciso que profissionais se dediquem aos estudos das tendências e possibilidades para auxiliar no crescimento da área.

Existem empresas com foco posterior ao desenvolvimento dos softwares, que necessitam de engenheiros com o perfil técnico. Outro caminho é ser docente em faculdades, ajudando a formar novos profissionais de software. Assim, você vai transmitir seus conhecimentos e orientar os estudantes nas melhores práticas da profissão.

Quais dados são relevantes pra quem quer atuar na Engenharia de Software?

De acordo com o Tech Report 2020, 306,4 mil empresas trabalham no setor de tecnologia no Brasil. O número de profissionais passou de 310 mil para 365 mil de 2014 a 2018, um aumento de 17%. E tem mais: as empresas brasileiras de tecnologia tiveram um faturamento correspondente a 3,3% do PIB de 2018, no montante de R$ 240 bilhões.

E aí, gostou das informações? Entendeu o que é Engenharia de Software? De fato, essa é uma profissão que tende a crescer ainda mais nos próximos anos. Afinal, novas formas de consumo pedem soluções inovadoras para atender às necessidades das pessoas. E o engenheiro de software é o profissional apto a descobrir essas aplicações, desenvolver projetos, averiguar a qualidade, entre outras funções.

Ficou com interesse e quer saber mais? Entre em contato com a gente e descubra como funciona o curso de Engenharia de Software na Unicesumar!

o que é engenharia de software - cta2

Comentários

Comentários