O designer de interiores é o profissional responsável por deixar os ambientes internos otimizados, bonitos, confortáveis e produtivos. Mas será que esse profissional consegue emprego? Neste artigo, vamos analisar a situação do mercado de trabalho para os profissionais de Design de Interiores.

Aqui, você saberá mais sobre os campos de atuação do designer de interiores e as tendências atuais desse mercado. Também vai aprender quais habilidades este profissional deve ter para conseguir bons empregos na área, caso decida trabalhar para empresas, ou que atitudes tomar, caso prefira seguir uma carreira autônoma, além dos riscos e oportunidades.

Confira também dicas de como vender seu próprio trabalho e as vantagens de estudar à distância: Design de Interiores

Campo de atuação para Design de Interiores

O designer de interiores pode atuar em uma infinidade de lugares. Ele pode escolher se prefere atuar como autônomo, lecionar em instituições de ensino ou entrar para uma empresa de consultoria ou arquitetura.

O profissional pode planejar o interior de vários tipos de ambientes:

  • Hotéis;
  • Clínicas e hospitais;
  • Estandes;
  • Pontos comerciais;
  • Construtoras;
  • Imobiliárias;
  • Espaços públicos;
  • Universidades, escolas e por aí vai.

Todas as atividades que precisam de espaços físicos podem se beneficiar de projetos de design de interiores. O profissional é capacitado para fazer o melhor uso dos ambientes, criando a sensação e a comodidade que o cliente desejar.

Como se profissionalizar em Design de Interiores

Não existe ainda legislação específica para regulamentar a atividade profissional. No entanto, só se consolida no mercado de design de interiores quem possui cursos na área. Os mais comuns no país são os cursos tecnólogos.

Se você deseja entrar para a área, tenha em mente que, quanto mais estudar e se especializar, mais chances tem de se firmar no mercado de trabalho. Isso vale tanto para quem é autônomo quanto para quem é empregado em alguma empresa de projetos ou consultoria.

Para ser valorizado no mercado de trabalho para Design de Interiores, você precisa investir em cursos, especializações e o maior número de atividades possível.

Ensino a distância como forma de profissionalização

Para quem já está no mercado de trabalho, se profissionalizar pode ser um desafio. Nem sempre as horas diárias permitem que você se matricule em uma faculdade presencial, por exemplo.

Uma das opções mais viáveis é investir na educação a distância (EAD). Os cursos desta modalidade possuem o mesmo reconhecimento e validade dos cursos presenciais oferecidos Brasil afora e permitem flexibilidade de horários.

A metodologia de ensino facilita o aproveitamento do conteúdo, as aulas podem ser consultadas na internet a qualquer momento e alguns cursos ainda oferecem material físico de apoio. Normalmente, você só precisa ir até o polo presencial para realizar avaliações.

Para decidir onde fazer, procure saber se o curso é aprovado pelo MEC. Pesquise sobre os professores, as realizações deles no mercado de trabalho e a formação. Em geral, se o curso for tecnólogo, terá duração de dois anos.

Como se destacar no mercado de trabalho para Design de Interiores

Não basta apenas se capacitar, é preciso saber onde se promover. Por isso, pense em evoluir as suas habilidades de networking, se relacionando com pessoas da área e criando portfólio.

Se você é novo na área, procure criar, por conta própria, projetos no estilo em que gostaria de trabalhar. Isso mostra a sua proatividade ao possível empregador, além de ser um exemplo do seu trabalho.

As empresas de móveis planejados e consultorias em decoração ou arquitetura costumam absorver boa parte dos designers de interiores disponíveis no mercado.

Mesmo assim, uma parcela considerável decide tomar o caminho do negócio próprio, empreender e se tornar autônomo. Para estes profissionais empreendedores, não basta saber criar projetos. Também é necessário ter visão de mercado, de concorrência, planejamento empresarial, financeiro e comercial.

Saiba mais sobre o curso de Design de Interiores a distância da Unicesumar.

Design de Interiores - cta4

Comentários

Comentários