A Engenharia Mecânica vai muito além da criação de motores automotivos. O campo de atuação é vasto e há uma grande demanda de profissionais qualificados para o mercado de trabalho. Quer saber mais sobre a profissão do engenheiro mecânico?

Leia este texto e tire todas as suas dúvidas!

https://youtu.be/EmKW7hy8ksk

Você sabe o que é Engenharia Mecânica?

Você já ouviu falar sobre a Engenharia Mecânica? É o ramo da engenharia que cuida do projeto, construção, análise, operação e manutenção de sistemas mecânicos. Abrange a concepção, produção e operação de máquinas e ferramentas. É uma das mais antigas áreas da engenharia e também uma das mais amplas e diversificadas.

Estamos falando de uma profissão regulamentada. Por lei, só quem possui diploma de curso superior na área pode exercer a profissão. O engenheiro mecânico também precisa ter registro no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA).

engenheiro mecânico - cta1

 

Quais as funções do engenheiro mecânico?

Para exercer a profissão, é necessário uma compreensão de conceitos de mecânica, cinemática, termodinâmica, ciência dos materiais, análise estrutural e eletricidade.

Isso porque os profissionais da área usam princípios fundamentais da matemática e da física em seu trabalho, aliadas a ferramentas específicas para criar elementos que visam o bem-estar do homem.

Podemos dizer que o engenheiro mecânico é o responsável por criar elementos mecânicos para dar soluções a problemas da vida real. Desde o ar-condicionado que usamos em nossas casas até as turbinas de avião, passando pela exploração de petróleo e a indústria automobilística, a profissão de engenheiro mecânico é essencial para o desenvolvimento econômico do país.

O engenheiro mecânico também fabrica equipamentos e máquinas industriais, sistemas de aquecimento e refrigeração, sistemas de transporte, aeronaves, embarcações, robótica, dispositivos médicos, armas e outros.

Áreas de atuação

Os engenheiros mecânicos podem trabalhar como projetistas, pesquisadores e gestores de tecnologia para pequenas empresas iniciantes até grandes corporações multinacionais. Devido à sua grande capacidade de raciocínio lógico e fortes conhecimentos de matemática, são muitas as possibilidades de carreira e atuação no mercado de trabalho para o engenheiro mecânico.

Veja as áreas mais rentáveis:

  1. Petroquímica: na indústria petroquímica, o profissional pode desenvolver projetos com bombeamento, refino, processamento e distribuição de produtos petroquímicos. Ele também é responsável pelos equipamentos da planta e gestão de equipes;
  2. Metalúrgica: nessa, área o engenheiro é responsável por realizar e conduzir projetos, organizar a produção, gerir suprimentos e recursos, comandar equipes e até mesmo gerenciar setores de projeto, podendo chegar, ao longo da carreira, a assumir postos de direção;
  3. Automobilística: o engenheiro mecânico é responsável por elementos da cadeia de produção, que vai desde a gestão de produção, passando por projeto de componentes, sistemas de refrigeração, motores, suspensão e carroceria até a gerência de projetos e direção geral;
  4. Bancos: a formação matemática, somada à capacidade de análise e síntese do engenheiro, torna esses profissionais excelentes analistas de mercado. Por isso, os engenheiros mecânicos são solicitados pelos bancos para trabalhar em áreas de análise de investimentos;
  5. Setor Público: em prefeituras e no governo estadual e federal, os engenheiros mecânicos podem auxiliar no desenvolvimento regional, através de seus conhecimentos de projeto e gestão. Os profissionais podem atuar em setores de fiscalização e condução de obras.

Mercado de trabalho

Com o aquecimento da economia, os engenheiros mecânicos não têm tido problemas para se colocar no mercado de trabalho. De acordo com um estudo realizado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), até 2020 o Brasil irá demandar a mão de obra de mais de um milhão de novos profissionais da área.

A taxa de empregabilidade da Engenharia Mecânica é de quase 95%, umas das mais altas do país, ficando atrás apenas de Medicina e Odontologia. Além disso, os engenheiros costumam ter um dos salários mais altos do país.

Ou seja, é provável que você saia da faculdade com um emprego garantido.

A tecnologia está cada vez mais presente no mercado para um engenheiro mecânico

Engenharia Mecânica e a tecnologia

Os computadores mudaram a maneira como os engenheiros mecânicos fazem seu trabalho. As ferramentas de computação agora permitem que análises complexas, que antes exigiam dias ou semanas de cálculos manuais, sejam realizadas em segundos, facilitando o dia a dia do profissional e reduzindo o tempo e o custo das empresas.

Nesse contexto, muitas empresas atualmente adotam tecnologias de automação para aumentar sua produtividade. Os resultados e os ganhos para a corporação são visíveis. Há redução no consumo de combustíveis, precisão da execução dos trabalhos, otimização do uso de peças, entre outros.  

Na fabricação e desenvolvimento de novos equipamentos, a tecnologia está presente em quase todas as etapas. Afinal, os projetos necessitam de modelos de computação gráfica, protótipos digitais e físicos para a realização de testes.

Logo, os softwares de simulação, a computação gráfica e as tecnologias de prototipagem rápida são essenciais ao profissional. Eles auxiliam na elaboração do projeto e diminuem prejuízos ao realizar previsões e possibilitar simulações.

Porém, o uso de novas tecnologias pelas novas empresas traz um grande desafio: a capacitação de profissionais que estejam aptos a enfrentar essa nova realidade da profissão.

Metodologia diferenciada

As instituições que oferecem cursos de Engenharia Mecânica possuem disciplinas que contemplam o conhecimento em relação a essa questão. No entanto, há um certo desequilíbrio entre a profundidade desses tópicos em sala de aula e as possíveis lacunas deixadas na formação do engenheiro.

Além disso, as tecnologias utilizadas na Engenharia Mecânica se renovam. Novas técnicas e máquinas surgem a cada dia, por isso, é fundamental que o profissional se mantenha sempre atualizado. Uma possível resposta para essa questão é o uso de cursos com diferenciais metodológicos pelas instituições de ensino, um modelo inovador da modalidade a distância.

Vantagens desses diferenciais para as Engenharias

Em nossa metodologia, o aluno terá que ir até o pólo para realizar as atividades práticas de laboratório, estudos de casos e visitas de campo, além das provas e avaliações. Assim, vivencia na prática o que aprendeu na teoria, em salas de aulas modernas e laboratórios físicos e virtuais, com recursos em realidade aumentada e práticas programadas. Tudo projetado para possibilitar uma formação mais completa, interativa e personalizada. Com isso, as instituições podem formar profissionais capacitados a lidar com os desafios de um mercado cada vez mais tecnológico e exigente.

Aula Química Experimental - EAD
Prática laboratorial da disciplina de Química Experimental dos cursos Híbridos de Engenharia do EAD – Unicesumar.
aula-de-quimica-1
Aplicação dos experimentos pelos estudantes dos cursos de Engenharias EAD.

A Engenharia Mecânica é para você?

Agora que você já sabe um pouco mais sobre a profissão de engenheiro mecânico e o mercado de trabalho da área, que tal conhecer uma instituição que prepara o estudante para todos os desafios da área?

Saiba os detalhes do curso de Engenharia Mecânica na metodologia EAD, oferecido pela  Unicesumar.

 

engenheiro mecânico - cta2

Comentários

Comentários