O que vem a sua mente quando pensa em EAD e mercado de trabalho? Fica preocupado achando que terá poucas oportunidades após terminar os estudos a distância?

Fique tranquilo: as oportunidades sempre aparecem para os profissionais que aproveitam bem a educação a distância. E isso acontece porque a EAD é cada vez mais valorizada pelas empresas.

No post de hoje, você entenderá por que empregadores valorizam profissionais que estudam à distância e saberá o que fazer para se destacar em um processo seletivo.

Venha com a gente saber mais sobre EAD e mercado!

cta5

Competências valorizadas pelo mercado de trabalho

Antes de saber como se sobressair na busca por uma vaga, vale a pena conhecer algumas das competências valorizadas por empresas.

A notícia boa é que você, como estudante EAD, certamente desenvolverá essas competências ao longo do curso. Ou seja, ao chegar no mercado de trabalho, você estará a um passo à frente de muitos profissionais que ainda não desenvolveram essas capacidades.

Dá uma olhada nas principais:

Autorresponsabilidade

Você já ouviu falar em autorresponsabilidade? Esse conceito vem do coaching e faz a diferença em todas as áreas da sua vida.

Ser autorresponsável nada mais é do que trazer para si a responsabilidade pelos seus sucessos e fracassos, assumindo o comando da sua vida e agindo para conquistar seus objetivos.

E como a EAD desenvolverá essa competência?

Ao escolher fazer um curso a distância, você será o único responsável por sua aprendizagem e desempenho. Ficam sob sua responsabilidade a definição dos horários mais adequados para estudar, do tempo ideal para assistir e revisar aulas, fazer os trabalhos, entre outras atividades.

Ou seja, você aprenderá a tomar esses tipos de decisão e a mudar a sua atitude sempre que necessário para melhorar sua performance.

Essa capacidade é muito valorizada pelo mercado de trabalho. Profissionais que assumem o comando da sua carreira se responsabilizam por resultados bons ou ruins, agem para aprimorar seu desempenho e crescem rapidamente no trabalho.

Automotivação

Você sabia que a automotivação é considerada uma “competência de ouro”?

Isso acontece porque funcionários automotivados são produtivos e não enrolam para fazer as atividades no momento certo. Eles estipulam metas, planejam a sua carreira, buscam aperfeiçoamento e vão atrás de novos desafios.

Por conta disso, empresas buscam e valorizam profissionais automotivados. E em tempos de crise, quando é preciso decidir quem é poupado e quem é demitido, essa capacidade sobressai ainda mais.

Mas qual é a relação entre essa competência, EAD e mercado?

A educação a distância é um ótimo treinamento para desenvolver a automotivação. Afinal, você precisará se motivar para ser disciplinado, evitar que as distrações atrapalhem e não deixar a procrastinação tomar conta dos seus estudos.

Autodisciplina

Se você ainda sofre para ter disciplina e fazer as atividades certas na hora certa, a educação a distância ajuda a mudar essa situação.

Como é você quem define como conciliar os estudos com o trabalho e como estudar, ser disciplinado não vai ser mais um sofrimento. Com o tempo, você vai conseguir se programar para cumprir todos os seus compromissos e aproveitar os benefícios da EAD para você e a sua família.

E o melhor: essa competência pode colocar você em destaque no mercado de trabalho. Afinal, profissionais autodisciplinados são capazes de fazer as ações e tarefas na hora certa e do jeito certo, ajudando a impulsionar os resultados da empresa e o da sua própria carreira.

EAD e mercado - a modalidade prepara seus estudantes para sair na frente na busca por um emprego

Como sair na frente na busca por emprego

Agora que você já está por dentro de algumas competências que unem EAD e mercado, veja o que fazer para se destacar em um processo seletivo.

Faça pesquisas antes de se candidatar

Viu uma oportunidade de trabalho em uma empresa que deseja trabalhar? Não corra para se candidatar antes de fazer o dever de casa. Isto é, antes de buscar informações sobre a organização.

E o que você deve pesquisar exatamente? Procure saber:

  • como é a cultura organizacional;
  • qual é a visão, a missão e os valores;
  • como é o plano de carreira;
  • qual é a postura comunicacional;
  • quem são os clientes e parceiros;
  • quais são os produtos e serviços;
  • quais as competências e habilidades valorizadas pela empresa;
  • quais são os eventos realizados;
  • qual é a avaliação de funcionários e ex-funcionários;
  • quem são os executivos-chave da empresa;
  • quais são as notícias sobre a organização;
  • qual é o mercado de atuação e a situação da empresa nele.

Todas essas informações ajudarão você a ter uma ideia melhor sobre a empresa, a identificar se tem afinidade com ela e a chegar na entrevista bem informado.  

Você pode fazer essa pesquisa online com facilidade! Acesse o site oficial da empresa, consulte um site de avaliação de organizações, o LinkedIn e os perfis da organização nas redes sociais.

Prepare-se para a entrevista

Foi escolhido para ser entrevistado? Maravilha! Não se esqueça de se preparar para essa etapa decisiva.

A pesquisa que você fez certamente o ajudará bastante, mas vá um pouco além. Busque saber como é o processo de contratação da empresa, descubra quais são as perguntas mais realizadas nas entrevistas e faça um simulado.

Treine para responder cada questão sem frio na barriga e sem ter medo de demonstrar quem você é. Por exemplo, se você tem pontos fracos ou pouca experiência e precisa de treinamento para ocupar a vaga, seja honesto. Informe isso ao recrutador, dizendo também o que está fazendo para mudar essa situação.

Use a autorresponsabilidade para criar oportunidades

Use todo o poder da autorresponsabilidade para gerar oportunidades profissionais incríveis. Se você tem um sonho de trabalhar em uma determinada empresa, coloque-se à vista dos recrutadores.

Por exemplo, você pode produzir e publicar conteúdos úteis e relevantes no LinkedIn — essa rede social é muito usada por recrutadores em busca de profissionais. Os conteúdos  podem ser sobre o mercado da empresa, sobre as suas experiências profissionais anteriores no ramo, seus aprendizados com o curso EAD, entre outros temas relacionados.

O importante é adotar uma atitude autorresponsável em sua busca por emprego e criar oportunidades em vez de esperá-las surgir por acaso.

Agora que você sabe mais sobre EAD e mercado, que tal conhecer as graduações que você pode fazer a distância e desenvolver essas competências valiosas?

cta3

Comentários

Comentários