O curso de Logística forma o profissional que é responsável pela organização de uma série de processos que fazem um produto ou serviço chegar até você.

Descrevendo dessa forma tão simplificada, até parece que essa graduação forma alguém que é responsável apenas pelo transporte de algo, certo?

A seguir, vamos mostrar para você as principais áreas de atuação para quem tem um diploma do curso de Logística.

Venha com a gente!

https://youtu.be/qrs7N_LF4d8

O que faz um profissional de Logística

Entretanto, ainda que o trabalho do tecnólogo em Logística seja otimizar o acesso do consumidor a produtos e serviços, na prática, ele precisa entender muito mais do que apenas meios efetivos de transporte. Geralmente, quem passa por um curso de Logística é capaz de trabalhar em várias etapas de uma operação, do desenvolvimento do produto até a chegada deste item ao consumidor final.

É possível dizer que o curso de Logística mostra para o aluno como planejar, executar e otimizar processos. E, como a própria origem da palavra já diz, pensar em soluções lógicas que facilitem a vida de empresas e pessoas.

curso de logística

O curso de Logística e o mercado de trabalho

De acordo com o Guia do Estudante, quem passa pelo curso de Logística pode atuar em empresas de diversos setores. Entre as opções de atuação, estão centros de distribuição, empresas de encomendas, portos, aeroportos, terminais de carga, transportadoras e muitas indústrias.

Confira algumas funções para as quais o curso de Logística prepara:

1. Especialista em planejamento da demanda e estoques

Esta talvez seja uma das maiores oportunidades de atuação para quem faz o curso de Logística. Isso porque o Brasil ainda tem poucos profissionais que aplicam estatística para desenvolver previsões de vendas e que utilizam ferramentas informatizadas para integrar vendas, produção e logística.

Além da integração de setores, o profissional de Logística que trabalha nesta função lida com redução de custos e aumento do nível da qualidade e eficiência de serviços.

2. Armazenamento e embalagem

Uma das funções deste profissional é otimizar espaços físicos. Por isso, ele tem a responsabilidade de avaliar as condições de armazenamento dos ambientes e identificar as mudanças que precisam ser feitas.

Por exemplo: uma indústria que fabrica chocolates no Sul do Brasil precisa ter alguém que pense na melhor embalagem possível se quiser que o produto conserve a qualidade e forma para ser distribuído no Norte e Nordeste brasileiro.

Pensar nos detalhes desde a embalagem primária, as caixas e até o melhor tipo de meio de transporte para fazer este produto chegar ao destino final é umas coisas que quem passou pelo curso de Logística aprende a fazer.  

3. Controller Logístico

O controller logístico organiza processos, atua na implantação e monitora a execução e cada etapa. Também é função deste profissional a definição dos indicadores de performance em custos, nível de serviço, produtividade e parâmetros de desempenho da área, além do monitoramento de resultados.

Também podemos atribuir ao controller da logística o papel de consultor interno, atuando diretamente junto com o gerente de logística (ou supply chain) como apoio na tomada de decisão.

Nesta função, quem passa pelo curso de Logística ainda poderá atuar como auditor interno, checando a qualidade das informações geradas para o cálculo valores pagos a prestadores de serviços, contratos etc.

4. Gerente de cadeia de suprimentos

O gerenciamento da cadeia de suprimentos (ou supply chain) pode ser considerado um passo adiante em Logística.

Nessa área, quem se forma no curso deixa de acompanhar apenas os processos internos e passa a acompanhar também os processos de parceiros de negócios – fornecedores, transportadoras e distribuidor final.

O objetivo é alcançar a integração entre as partes, tornando processos eficientes, garantindo a satisfação dos clientes e, por consequência, gerar fidelização. A vantagem deste tipo de gestão é que todos os envolvidos na mesma cadeia de abastecimento colaboram, tornando as operações mais sólidas e eficazes, aumentando a competitividade de todos os participantes.

Curso de Logística - atuação - WMS e TMS

5. Especialistas em TMS e WMS

O uso das ferramentas de gestão de transportes (TMS) e de armazéns (WMS) ainda está começando no Brasil, o que significa que há um bom espaço a ser ocupado pelos especialistas em ambas ferramentas.

É possível dizer que o WMS visa a automatização dos processos de recebimento, armazenagem e expedição. Enquanto o TMS garante controle máximo da operação de transporte, da expedição à entrega ao cliente. São controles robustos sobre etapas diferentes da cadeia logística.

Apesar da possível integração, é importante destacar que TMS não tem muito a ver com WMS. Enquanto este último está centralizado no gerenciamento e gestão das unidades de estoque, avaliação da estocagem e controle de localização de itens armazenados, o TMS se refere exclusivamente à gestão de transporte, ou seja, envolve documentação, gestão de manutenção de frota, disparo de alarmes contra desvios de rotas, controle sobre os tempos de paradas, cálculos automáticos de fretes e gestão de despacho.

6. Prevenção de Perdas

Como estuda meios de otimizar armazenagem e transporte, quem passa pelo curso de Logística ainda pode trabalhar como analista, coordenador ou gerente de prevenção de perdas. Embora esta função já tenha destaque no setor varejista, ainda é pouco vista nos outros segmentos. Por isso, tem potencial para crescer e produzir resultados na otimização de processos em outros segmentos.

7. Processos Logísticos e Gestão da Informação

O profissional de Logística é o principal responsável por acompanhar o processamento de pedidos e garantir que o item certo chegue ao local planejado no prazo correto. Por isso, ele deve buscar sistemas eficientes para o acompanhamento das operações e fazer a organização de todos os dados de forma sistemática.

Por exemplo: em uma indústria que trabalha com manufatura de algum produto, é necessário identificar a matéria-prima armazenada no estoque e manter os itens em ordem para que sejam encontrados na hora da produção.

Também é fundamental gerir esses produtos, garantindo sua disponibilidade no estoque para assegurar que o processo de fabricação não seja interrompido.

Desta forma, quem passa pelo curso de Logística pode fazer toda coordenação do estoque, pedidos, entregas, criação e análise de relatórios para o acompanhamento dos processos.

8. Rotas e Meios de Transporte

Dependendo do tamanho da empresa, o profissional de Logística atuará especificamente na coordenação das rotas e dos meios de transporte das mercadorias. Nesse caso, fica em cargo de orçamentos com transportadoras, melhores rotas e contratação de seguros.

Tudo isso para garantir que o mantra da Logística seja cumprido: eficiência, custo adequado e melhor entrega.  

 

Agora que você já sabe quais são as áreas de atuação de um profissional de Logística, que tal conferir a grade curricular do curso de Logística da Unicesumar?

Passe aqui e saiba mais sobre essa graduação!

curso de logística

Comentários

Comentários