O Desafio Houdini foi aplicado em 39 polos que ofertam a Metodologia Híbrida nos cursos de Engenharias da Unicesumar. Houdini foi um famoso mágico e ilusionista cujas atrevidas performances são conhecidas até hoje. O desafio recebeu o nome dele, pois o objetivo da atividade foi abrir um cadeado com senha em uma corrida contra o tempo.

Mas não é tão simples assim! Para ter acesso à senha, os estudantes resolveram, em seis etapas, desafios aplicados de Geometria Analítica e Álgebra Linear. Com o resultado do último desafio, os estudantes descobriram a senha do cadeado numérico. O grupo vencedor foi o que concluiu em menor tempo todos os cálculos previstos!

“Como o maior objetivo das atividades é que os estudantes apropriem-se dos conhecimentos e desenvolvam as competências necessárias para o exercício profissional, é preciso criar situações que geram engajamento e motivação para o aprendizado. O Desafio Houdini é uma destas estratégias pedagógicas que mobiliza a motivação dos estudantes. A atividade é organizada por meio da realização de desafios reais do campo profissional”, conta Thuinie Daros, head de cursos Híbridos/Metodologias Ativas.

Já o coordenador dos cursos de Engenharias, professor Fábio Gentilin, aponta que “o desafio estimula o raciocínio lógico e aplica os conhecimentos matemáticos para a solução de problemas, da mesma forma com que o engenheiro atua em sua vida profissional. O sucesso depende do domínio de ferramentas, como os conceitos de geometria analítica e álgebra linear.”

O polo vencedor deste grande desafio foi Itabira – MG. O grupo estava representado pela tutora facilitadora Arielle Duarte Alves, com um tempo de 9 minutos e 13 segundos.

itabira-mg

Equipe vencedora do Desafio Houdini conquistou ingressos de cinema fornecidos pelo polo de Itabira/MG.

Confira o ranking das 20 primeiras posições:

Polo Turmas Tutor Facilitador Tempo (min)
ITABIRA – MG 3 ARIELLE DUARTE ALVES 9,13
CAMPO GRANDE – MS 1 MARIANA PRADO 12,18
CAXIAS DO SUL – RS 2 RITA ELISE VOGHETTI RIBEIRO 12,35
CASCAVEL – PR * 2 ANNA ARALDI 15,17
APUCARANA – PR 2 DAYANE JACKES DE CAMARGO 16,5
SANTOS – SP 1 WILSON DE SOUZA NETTO 21,13
CRICIÚMA – SC 1 FLAVIA BONADEU 21,14
PONTA GROSSA – PR 3 ALVARO FRANCISCO GOMES JUNIOR 23,3
CURITIBA – CAMPUS – PR 3 PRISCILLA KOHIYAMA DE MATOS SILVA 25,09
MARINGÁ – PR 2 ARQUIMEDES ROTTA NETO 25,44
RIO DE JANEIRO – RJ 2 DANIEL PRADO DO ESPÍRITO SANTO 28,3
SINOP – MT 1 ALINE CRISTINA SOUZA DOS SANTOS 29,19
FOZ DO IGUAÇU – PR 2 LETICIA ALMEIDA GAMA 29,23
GUARAPUAVA – PR 2 JOÃO MANOEL FOLADOR RODRIGUEZ 30,43
CURITIBA – CAMPUS – PR 1 ANA CAROLINA MENDONÇA MANSUR 31,24
TRÊS LAGOAS – MS 3 MELQUIDES CAVALCANTE 34
BETIM – MG 1 HENRIQUE ALVES 34,51
PARÁ DE MINAS – MG 1 FELLIPE DE ALMEIDA FONSECA 35,16

 

É importante destacar que o sucesso de atividades como esta depende muito do engajamento e da motivação da equipe da sede e, principalmente, dos polos, visto que é lá que a prática ocorre!

Para manter a motivação dos estudantes, o gestor Rodolpho Bernardi Neto, de Bauru/SP, juntamente com sua equipe, tem se dedicado na preparação dos desafios e recepção dos estudantes no polo, conforme explica: “Sabemos que a motivação precisa de elementos externos de terceiros, mas também tem muito a ver com comportamento interno, ou seja, a pessoa se motiva externamente, mas o movimento em relação a fazer ou não fazer é interno, é pessoal! Como equipe do polo, estamos fazendo a nossa parte nos dois aspectos. Fazemos a motivação externa com troféus, brindes, prêmios; coisas simples e baratas, mas significativas! Acredito que é o elemento externo que leva ao movimento interno da pessoa a cumprir a tarefa. Este é um trabalho realizado pelo tutor facilitador e também por toda a equipe, levando a pessoa a desenvolver os desafios propostos pelas atividades”.

bauru-sp

Troféu entregue aos ganhadores do Houdini no Polo Bauru/SP.

“São grandes os desafios hoje para manter o aluno ativo e matriculado. O mundo está muito acelerado, e atividades diferenciadas e incentivos auxiliam os estudantes a realizarem os desafios acadêmicos que demandam dedicação, tempo e muito ensino! Nosso desafio é manter a motivação para nosso aluno aprender mais e se tornar um excelente profissional”, finaliza Rodolpho.

O sucesso da atividade realizada pelos estudantes de Engenharias está na dedicação de toda equipe. A realização deste desafio foi recebida com grande entusiasmo pelos polos e, principalmente, pelos estudantes. Uma grande lição, que demonstra a importância do estudo prévio e do trabalho em equipe”, diz Natália Dofini, tutora pedagógica.

s-j-rio-preto-sp-3
São José do Rio Preto-SP
curitiba-pr-priscilla
Curitiba-PR
criciuma-sc
Criciúma-SC
presidente-prudente-sp
Presidente Prudente-SP
caxias-do-sul-rs
Caxias do Sul-RS
belo-horizonte-bh
Belo Horizonte-BH

A equipe pedagógica dos cursos híbridos da Unicesumar agradece muito a participação de cada um neste Desafio Houdini. Foi uma experiência muito significativa para o crescimento dos alunos de Engenharias.

Conheça a metodologia híbrida para os cursos de Engenharia.

 

 

Comentários

Comentários