O que vem à sua mente quando pensa em Engenharia Mecatrônica? A área trabalha com o desenvolvimento de robôs, inteligência artificial e outras questões. Ela está mais presente em sua vida do que você imagina!

Quer entender mais sobre essa carreira?

Então não deixe de acompanhar este conteúdo, que vai mostrar:

Venha com a gente!

Engenharia Mecatrônica CTA2

 

O que faz um engenheiro mecatrônico?

Em um breve resumo, o engenheiro mecatrônico desenvolve sistemas de automação, máquinas e robôs para resolverem problemas específicos.

Você já viu a linha de produção de uma fábrica de automóveis?

Boa parte do processo é automatizada e conta com braços robóticos que auxiliam na produção. O homem ainda é essencial para as atividades dessa linha de montagem, mas tarefas como soldagem costumam ser realizadas por robôs. Essa máquina da indústria automotiva resolve um único problema: soldagem da carroceria.

É isso que o profissional da área de Engenharia Mecatrônica faz: ele desenvolve as máquinas, robôs e sistemas que automatizam tarefas difíceis ou perigosas para o ser humano realizar.

Esse profissional também desenvolve máquinas que facilitam a nossa vida!

Sabe a cafeteira que faz café com cápsula, a impressora que você tem em casa e o caixa eletrônico do banco?

São exemplos de máquinas desenvolvidas por um engenheiro mecatrônico.

https://www.youtube.com/watch?v=7jDwSibAF68

Como é o curso de Engenharia Mecatrônica?

Com duração média de 5 anos, a graduação em Engenharia Mecatrônica é oferecida nas metodologias presencial e híbrida. Assim como as outras áreas da engenharia, o curso de mecatrônica é dividido em duas etapas: a teórica e a específica.

Mas o que se estuda em cada uma dessas fases? Na primeira etapa, você vai formar uma base forte de conhecimentos sobre matemática, física e química. Essas áreas são essenciais para o trabalho de qualquer engenheiro.

Dá uma olhada nas disciplinas dessa fase inicial:

  • Cálculo Diferencial e Integral;
  • Geometria Analítica e Álgebra Linear;
  • Física Geral e Experimental;
  • Química Geral, Inorgânica e Experimental;
  • Ciências do Ambiente;
  • Ciências, Mecânica e Resistência dos Materiais;
  • Programação e Cálculo Numérico;
  • Estatística e Probabilidade.

A segunda fase é a mais esperada pelos estudantes. É nessa etapa que você vai dar um mergulho nas disciplinas de Engenharia Mecatrônica. Você vai aprender sobre elétrica e eletrônica, mecânica, computação, sistemas de controle, máquinas e robótica.

Para potencializar os estudos nessa fase, você tem acesso a laboratórios de Engenharia Mecatrônica e vai usar o poder da tecnologia na educação durante o curso. Com as atividades práticas, vai dar vida a máquinas e robôs durante a graduação. Nada melhor para aplicar toda a teoria aprendida, concorda?

Confira as matérias dessa etapa do curso de Engenharia Mecatrônica:

  • Eletricidade Básica;
  • Eletrônica Analógica e Digital;
  • Fenômenos e Transporte;
  • Circuitos Elétricos e Acionamentos Elétricos;
  • Sinais e Sistemas Lineares;
  • Sistemas Distribuídos e Redes;
  • Microprocessadores e Microcontroladores;
  • Elementos de Máquinas;
  • Sistemas Hidráulicos e Pneumáticos;
  • Sistemas Realimentados;
  • Controle Multivariável;
  • Informática Industrial;
  • Processos de Fabricação Mecânica e Metrologia;
  • Instrumentação e Manutenção Industrial;
  • Robótica: Dispositivos de Manipulação;
  • Modelagem de Sistemas Automatizados;
  • Inteligência Artificial para Automação.

Mas tem estágio supervisionado? Sim!

Essa atividade é fundamental para você conhecer o cotidiano da área de Engenharia Mecatrônica, adquirir mais conhecimento ao ver as teorias sendo aplicadas e ter contato com profissionais formados.

A área de Engenharia Mecatrônica está intimamente ligada ao desenvolvimento de novas tecnologias

Em quais áreas o engenheiro mecatrônico pode atuar?

O engenheiro mecatrônico pode trabalhar em empresas de diferentes áreas, sendo a indústria o principal empregador desse profissional.

Há oportunidades na indústria automobilística, alimentícia, química, siderúrgica, petroquímica, de embalagens e de tecnologia da informação.

Independentemente do setor de trabalho, esse profissional pode atuar nas seguintes áreas da Engenharia Mecatrônica:

  • Projeto: projeto e implantação de máquinas e robôs para linhas industriais de montagem.
  • Automação: otimização de um processo de produção por meio da automação de máquinas, equipamentos mecânicos e robôs com o objetivo de aumentar a produtividade.
  • Manutenção: preservação das máquinas, equipamento e sistemas automatizados por meio da realização de manutenção preditiva, preventiva e corretiva.
  • Desenvolvimento de produto: projeto e desenvolvimento de produtos mecatrônicos que auxiliam as atividades do cotidiano.

Mas trabalhar em grandes empresas não é a única opção do engenheiro mecatrônico!

Quem tem um forte espírito empreendedor pode (e deve) desenvolver seu próprio negócio. Afinal, a faculdade também prepara o profissional para isso.

Quer ver um exemplo? Este profissional de Engenharia Mecatrônica tem seu próprio negócio e desenvolve próteses sob medida com temas infantis para crianças.

Como a tecnologia contribui para o trabalho na Engenharia Mecatrônica?

Já ouviu falar na Indústria 4.0?

É um termo usado para falar sobre a Quarta Revolução Industrial, em que as empresas poderão usar redes inteligentes para controlar as diversas etapas do processo de produção – da fabricação até a entrega do produto ao cliente final.

Com o avanço da Indústria 4.0 nos próximos 20 anos, cada vez mais fábricas inteligentes surgirão. Seus equipamentos, máquinas e produtos se conectam, se comunicam e controlam um ao outro para que o processo de produção em massa seja flexível, customizável e sustentável.

É nesse cenário promissor que a Engenharia Mecatrônica se destaca. Afinal, diversos equipamentos, máquinas e robôs serão necessários para que a Indústria 4.0 torne-se uma realidade em empresas de todo o mundo.

Em outras palavras, novas tecnologias surgem e entram no cotidiano do profissional de Engenharia Mecatrônica ou precisam ser desenvolvidas por ele.

Por isso, é importantíssimo buscar uma formação universitária alinhada às demandas do futuro. A escolha do curso e instituição de ensino certos vai fazer a diferença na sua carreira, acredite!

Cursar Engenharia Mecânica com a Metodologia Híbrida é uma ótima escolha para ficar atualizado sobre as novidades da área e nas demandas do futuro.

Você vai aproveitar todo o poder das metodologias ativas usadas, dos laboratórios para aulas práticas e dos tutores para potencializar sua formação.

Engenharia Mecatrônica: um mundo de oportunidades

Deu para notar que a Engenharia Mecatrônica é uma área repleta de oportunidades e a engenharia do futuro, não é mesmo?

Se você se identifica e tem interesse pela área, não perca mais tempo e invista na sua formação!

Agora que você já está por dentro do curso de Engenharia Mecatrônica e conhece o mercado de trabalho da área, que tal conferir a graduação oferecida pela Unicesumar?

Engenharia Mecatrônica cta1

Comentários

Comentários