Você sabia que o engenheiro mecatrônico encontra oportunidades em diversos setores? Isso acontece porque ele é um profissional que resolve problemas específicos, usando seus conhecimentos em mecânica, eletrônica, software e controle.

É possível trabalhar na indústria cervejeira, automotiva, médica, petroquímica, siderúrgica, alimentícia, energética e aeroespacial, por exemplo. Também há oportunidades para atuar com sistemas de defesa, tecnologia da informação e processamento de materiais.

Mas o que ele faz exatamente nesses setores? Conheça 6 áreas de atuação para o engenheiro mecatrônico!

Engenheiro mecatrônico CTA1

Áreas de atuação para o engenheiro mecatrônico

1. Automação de processos industriais

Neste ramo, o engenheiro mecatrônico é encarregado de automatizar uma parte ou todo o processo de fabricação de um produto. Ele trabalha com automação nos seguintes níveis: chão de fábrica, controle de processos, supervisão e gerenciamento de planta.

Por exemplo, uma empresa que produz mudas de plantas pode automatizar o processo de seleção no chão de fábrica.

Um funcionário alimenta o equipamento mecatrônico com mudas. A máquina fotografa cada unidade, faz as análises — de acordo com as orientações definidas no sistema —  e seleciona somente as mudas que possuem as características necessárias para comercialização. Usando a mecatrônica nesse processo, os produtores de mudas aumentam a produtividade do seu negócio.

A automação não é uma exclusividade de grandes empresas. Pequenos e médios negócios de diferentes setores podem automatizar processos industriais usando a mecatrônica.

https://www.youtube.com/watch?v=7jDwSibAF68

2. Manutenção de equipamentos mecatrônicos

O engenheiro também pode ser o responsável por estender a vida útil do maquinário mecatrônico da empresa. Para isso, ele realiza 3 tipos de manutenção:

  • Manutenção corretiva: reparo de erros que impedem o funcionamento da máquina e atrasam o processo de fabricação;
  • Manutenção preventiva: controle, monitoramento e realização de ajustes pontuais nos equipamentos para diminuir ou evitar falhas. Essas atividades são executadas seguindo o plano de manutenção programada da empresa;
  • Manutenção preditiva: coleta de dados com o auxílio de tecnologias preditivas para realizar análises e identificar os melhores períodos para fazer ajustes, reduzir a necessidade de ações corretivas e aumentar a durabilidade do maquinário.

3. Projeto de equipamentos, máquinas e robôs para indústria

O engenheiro mecatrônico é capacitado para desenvolver maquinário industrial. Ele usa seus conhecimentos mecânicos, eletrônicos, de informática e de controle para projetar uma solução que resolve um problema específico. Por exemplo, ele pode desenvolver uma envasadora automática para uma cervejaria que precisa aumentar sua capacidade de envasamento diário.Para isso, ele estuda o processo produtivo e identifica como usar a mecatrônica para atender à necessidade do cliente. Em seguida, ele projeta o maquinário adequado e realiza diferentes simulações no computador. Tudo isso acontece antes de criar equipamento fisicamente e de implementar a solução no chão de fábrica.

4. Desenvolvimento de produtos para o consumidor final

Nesta área, o engenheiro projeta e desenvolve produtos mecatrônicos “domésticos” que ajudam a realizar atividades cotidianas. Isto é, equipamentos como impressoras, cafeteiras, microondas, lavadoras de roupa e até mesmo próteses 3D para crianças e adultos.

Engenheiro mecatrônico - projetos 3d

O setor da indústria é o principal empregador do engenheiro mecatrônico que deseja atuar nesse ramo. No entanto, ele também pode criar seu próprio negócio de mecatrônica para projetar e comercializar produtos ao consumidor final. Um bom exemplo disso é o Project Ema, que utiliza a tecnologia para melhorar a reabilitação de pessoas com deficiências motoras.

Usando estímulos elétricos superficiais, sensores e avançados algoritmos de controle, a equipe desenvolveu um triciclo adaptado. Esse equipamento possibilita que pessoas com paraplegia (não conseguem movimentar ou sentir as pernas) pedalem sozinhas.

5. Consultoria de Engenharia Mecatrônica

Você sabia que a Engenharia Mecatrônica é considerada a engenharia do futuro? Com o desenvolvimento da Indústria 4.0, cada vez mais empresas buscarão a mecatrônica para aumentar a produtividade.

Como um profissional formado nessa área, você pode prestar consultoria estratégica de engenharia para negócios de pequeno, médio e grande porte que usam ou pretendem usar a mecatrônica em seu processo produtivo. É possível oferecer consultoria em modelagem computacional, automação industrial e normas regulamentadoras, por exemplo.

Também há mercado para automação residencial e predial. Isto é, para controlar iluminação, climatização, cortinas, acesso a salas e outros dispositivos em residências e em edifícios corporativos.

6. Gêmeos digitais

Gêmeo digital nada mais é que uma réplica virtual de um produto físico.

Usando inteligência artificial, internet das coisas, machine learning e analytics, o engenheiro mecatrônico coleta dados em tempo real para criar modelos digitais idênticos aos que estão na fábrica. Com uma cópia virtual que captura os mínimos detalhes do produto, é possível fazer simulações para:

  • otimizar o processo de fabricação de produtos para aumentar a produtividade;
  • prevenir crises, identificar problemas e solucioná-los rapidamente;
  • programar manutenção preventiva e realizar manutenção preditiva;
  • reduzir custos e tempo de fabricação de produtos;
  • modificar o layout da fábrica para aumentar eficiência.

Além disso, os gêmeos digitais permitem simular todo o processo de produção de um novo produto antes que ele seja fabricado.Essa tecnologia já é usada para desenvolver novos modelos e soluções para turbina de avião, turbina eólica, tecnologia de climatização, plataforma petrolífera e locomotivas.

A previsão é de que o gêmeo digital seja usado por empresas de pequeno a grande porte, sendo aplicado em diferentes atividades e setores, como gestão de edifícios, saúde, petróleo, prédios e cidades inteligentes. Nas cidades inteligentes, por exemplo, os gêmeos digitais permitem melhorar a gestão de recursos e o desenvolvimento econômico, reduzir pegada ecológica, tornar a cidade mais inovadora e aumentar a qualidade de vida dos cidadãos.

Engenheiro mecânico: um profissional com muitas possibilidades

Pronto! Agora você já conhece as principais áreas de atuação do engenheiro mecatrônico. Lembre-se de que há oportunidades em diferentes indústrias (automotiva, médica, petroquímica, siderúrgica, alimentícia, energética e aeroespacial) e espaço para empreender.

Encontrou a graduação certa para você? Então dê o próximo passo: confira todos os detalhes do bacharelado em Engenharia Mecatrônica EAD da Unicesumar.

Engenheiro mecatrônico - CTA

Comentários

Comentários