Engenheiro de produção do futuro: desafios e oportunidades

Você está pensando em seguir carreira como engenheiro de produção, mas está apreensivo em relação ao futuro? Fique tranquilo, é uma preocupação comum de quem deseja cursar engenharia.

Antes de começar a faculdade, é importante conhecer o mercado e as previsões para o futuro da profissão. Desse modo, você fica por dentro de todos os aspectos importantes e tem a certeza de que escolheu o curso certo.

Foi pensando nisso que preparamos este post! Continue lendo para saber mais sobre os desafios e oportunidades do ramo.

Venha com a gente para descobrir o que faz um engenheiro de produção, quais são as mudanças que estão ocorrendo na área e as habilidades necessárias aos engenheiros do futuro!

O que faz um engenheiro de produção?

Esse profissional é responsável por otimizar diversos processos internos de uma empresa com o objetivo de aumentar a produtividade. Ou seja, ele trabalha para que a organização produza mais gastando menos tempo e dinheiro.

“Mas não é isso que os profissionais de administração também fazem?”

O administrador também é capaz pensar em soluções para otimizar processos, mas a principal diferença está na formação.

O engenheiro de produção tem uma formação técnica. Ele adquire conhecimentos da área de exatas que podem ser aplicados na sua rotina profissional: matemática, química, física, mecânica, entre outros saberes.

E o que isso quer dizer?

Que ele tem uma grande habilidade para trabalhar com números, lidar com máquinas da linha de produção e questões logísticas, interpretar gráficos e desenvolver indicadores financeiros, por exemplo.

cta1-eng-producao

Quais mudanças ocorrem na Engenharia de Produção?

Você provavelmente deve estar pensando em tecnologia neste momento, não é mesmo? E você está certo! As alterações causadas pelo surgimento de novas tecnologias são as que mais impactam as áreas da Engenharia de Produção.

As principais alterações serão originadas pela indústria 4.0.

Aos poucos, os avanços da quarta revolução industrial batem à porta das empresas. A realidade virtual e a impressão 3D, por exemplo, já estão sendo usadas para reduzir o tempo e os custos de produção.

Mas não são apenas essas tecnologias que estão mudando a Engenharia de Produção. Dê uma olhada nos demais avanços tecnológicos que estão propiciando a transformação dos processos produtivos:

  • Big Data;
  • Realidade Aumentada;
  • Computação em Nuvem;
  • Robôs Autônomos;
  • Simulações;
  • Internet das Coisas;
  • Cibersegurança;
  • Integração de Sistemas.

Tudo isso afeta diretamente o trabalho do engenheiro do ramo. Afinal, é esse profissional que incorpora a tecnologia aos meios de produção.

Mas o que isso significa para você, futuro engenheiro? Que você precisa mergulhar nas inovações da área e ficar no olho no desenvolvimento da indústria 4.0.

A previsão é que, nos próximos 20 anos, empresas de todo o mundo consigam ter uma produção em massa altamente flexível, individualizada e sem gastar muitos recursos.

Além disso, você precisa desenvolver as competências e habilidades comportamentais e técnicas essenciais para ter sucesso na Engenharia de Produção. Continue lendo este post que você vai descobrir quais são elas!

Agora que você já sabe que a tecnologia vai gerar um grande impacto nos processos produtivos, confira os desafios que vão influenciar o trabalho do engenheiro de produção.

Quais são os desafios tecnológicos desse ramo?

Segundo a ABENGE (Associação Brasileira de Educação em Engenharia), a demanda futura será influenciada pelos seguintes desafios:

  • Internet das coisas (IoT);
  • Manufatura aditiva;
  • Automação industrial;
  • Novas energias;
  • Inteligência artificial;
  • Estruturas inteligentes;
  • Sensores inovadores;
  • Logística flexível;
  • Dispositivos wearables de baixo custo;
  • Robótica avançada e transporte autônomo;
  • Materiais avançados;
  • Bio e nanotecnologia;
  • Sistemas inteligentes para produtos sob demanda;
  • Monitoramento e otimização de tráfego de dados;
  • Soluções de economia colaborativa;
  • Gestão do ciclo de vida do produto e do serviço.

A indústria 4.0 é uma das principais novidades para o engenheiro de produção

Qual é o perfil ideal do engenheiro de produção do futuro?

Se você deseja seguir carreira como engenheiro de produção, precisa desenvolver diversas competências e habilidades para ter sucesso. Confira quais são elas:

Competências e habilidades comportamentais

  • inteligência e criatividade para criar e encontrar soluções;
  • orientação para resultados;
  • facilidade para se comunicar de modo claro e objetivo;
  • proatividade e iniciativa empreendedora;
  • capacidade para trabalhar e liderar equipes;
  • inteligência emocional;
  • pensamento crítico;
  • capacidade para lidar com situações de incerteza;
  • comprometimento ético e profissional;
  • busca por educação continuada para ficar atualizado com as novidades do ramo.

Competências e habilidades técnicas

  • capacidade de dimensionar e integrar os recursos necessários para que a produção seja eficiente, tenha custo reduzido e receba melhorias;
  • conhecimentos matemáticos e estatísticos para modelagem de sistemas;
  • capacidade de desenvolver e gerenciar projetos;
  • conhecimento de linguagens de programação;
  • fluência em línguas estrangeiras;
  • conhecimento da legislação da área;
  • capacidade de ler, interpretar e se expressar por meio de gráficos;
  • conhecimentos de eletrônica, materiais, sistemas elétricos e dinâmicos;
  • capacidade de antever e verificar demandas;
  • habilidade de negociação;
  • responsabilidade social e ambiental;
  • capacidade de escolher tecnologias para projetar e melhorar produtos e processos.

Como é a graduação de Engenharia de Produção na metodologia híbrida?

Ao optar por cursar Engenharia de Produção na metodologia híbrida, você aproveita todos os benefícios da tecnologia na educação. Isso acontece porque a metodologia híbrida reúne os melhores atributos da EAD e do ensino presencial.

E o que isso significa exatamente? Além das aulas e atividades on-line, o futuro engenheiro de produção terá vivência semanal nos laboratórios físicos dos polos. Esses encontros presenciais são recheados de tecnologias que potencializam o aprendizado, como a realidade aumentada, laboratórios físicos e objetos pedagógicos inovadores.  

aula-de-quimica-1
Prática laboratorial da disciplina de Química Experimental dos cursos Híbridos de Engenharia do EAD – Unicesumar.
aula-de-quimica-2
Aplicação dos experimentos pelos estudantes dos cursos de Engenharias EAD.

Lembra que falamos que as novas tecnologias vão impactar consideravelmente o trabalho da Engenharia de Produção? O curso na metodologia híbrida é voltado para lidar com esses desafios.

E não é só isso! As metodologias ativas também auxiliam no desenvolvimento de competências e habilidades essenciais para o engenheiro de produção.

Como pôde notar, a Engenharia de Produção está repleta de desafios e oportunidades. É uma área em crescimento e que necessita de profissionais capacitados para lidar com todas essas transformações. Portanto, escolha o curso certo para terminar a faculdade e conseguir lidar com as mudanças e tecnologias da área.

Pronto! Agora você já está por dentro dos desafios e oportunidades para o engenheiro de produção. Que tal conhecer em detalhes a graduação? Confira como é o curso de Engenharia de Produção oferecido na metodologia híbrida!

cta2-eng-producao

Comentários

Comentários

Deixe o seu comentário

Recomendado para você