Saiba o que se estuda no tecnólogo em Logística

Aperte o play 😉

Você sabia que o trabalho do profissional tecnólogo em Logística está presente em vários aspectos do seu cotidiano?

Quando você vai ao supermercado em busca daquela guloseima que deseja comer há dias e encontra o produto com um preço acessível, saiba que isso o resultado de um bom trabalho de logística.

Afinal, para essa guloseima chegar até você em um bom estado, com bastante oferta e a um bom preço, ela passou por diversos estágios que exigem esforço na área: fabricação, armazenamento, distribuição e entrega.

E o que é logística, exatamente? Em termos simples, é um conjunto de fases operacionais para o planejamento, execução e controle eficiente do armazenamento, movimentação e transporte de produtos dentro e fora de uma empresa.

Se você está pensando em fazer um tecnólogo de Logística, precisa ficar por dentro do que se estuda nessa graduação.

Venha com a gente e conheça as principais disciplinas do curso!

cta5

Administração, Comunicação Empresarial, Negociação e Gestão de Pessoas aplicadas ao Tecnólogo em Logística

“Ué, mas o curso é um tecnólogo em Logística! Por que tenho que aprender sobre essas disciplinas?”

Porque elas são fundamentais para garantir que você faça um bom trabalho rotineiramente.

Afinal, não basta apenas dominar os temas específicos da área. É necessário ter uma série de conhecimentos mais “administrativos” para saber como:

  • gerenciar uma empresa e um departamento;
  • se comunicar de modo claro e objetivo para evitar erros e prejuízos;
  • negociar para fechar negócios vantajosos a todos os envolvidos;
  • gerir pessoas para que alcancem a alta performance e mantenham um clima organizacional saudável.

E sabe por que isso é importante? Porque seu trabalho em logística dificilmente será isolado. Você terá contato diário com diversos profissionais, fornecedores e clientes para realizar as atividades e garantir um processo eficiente e eficaz.

Um erro cometido em qualquer etapa logística pode gerar um grande prejuízo e abalar o relacionamento da empresa com o cliente.

Quer ver um exemplo rápido disso? É só lembrar de alguma compra que você fez pela internet e não recebeu a mercadoria esperada.

Foi uma experiência nada agradável, concorda? Você ligou para a central de atendimento e descobriu que o produto chegou com o modelo errado por uma falha de comunicação no momento da separação do pedido.

Você deve ter se irritado com a empresa, pode ter gastado tempo e dinheiro ligando para o SAC e outros contratempos por causa do erro. E a empresa também sofreu, gastando mais que o previsto para resolver esse problema e enfraquecendo o relacionamento que tinha com você.

Essa é só uma pequena amostra de como essas disciplinas são importantes. Agora imagine esse tipo de erro acontecendo com um pedido de grande volume. Prejuízo na certa!

Portanto, dedique-se bastante quando for estudar essas disciplinas. Elas vão fazer a diferença na sua formação e carreira.

Agora sim, vamos às matérias específicas do curso que você deve estar ansioso para saber como são!

Gestão da Cadeia de Suprimentos

Você tem ideia das matérias-primas, processos e das partes envolvidas na fabricação de um livro impresso?

Tudo começa na madeireira! Veja o que acontece antes do livro chegar até a sua casa:

A madeira é extraída da madeireira → levada para a fábrica de papel → transformada em papel → papel é levado para a gráfica → gráfica imprime e corta as páginas → páginas são levadas para encadernação → páginas se tornam um livro encadernado → o livro é levado para a livraria → a livraria vende o livro para o consumidor → comprador leva o livro para a sua casa.

Tudo isso faz parte da cadeia de suprimentos de um livro. Isto é, a madeireira, a madeira, a fábrica de papel, o papel, a editora, a gráfica, a encadernadora, a livraria, as transportadoras, armazéns e profissionais que ajudaram nos processos, o consumidor e, claro, o livro impresso.

Bem mais fácil entender o que é cadeia de suprimentos com um exemplo, concorda?

Nessa disciplina você vai aprender:

  • o que é, qual o objetivo e a importância da cadeia de suprimentos;
  • as etapas de decisão e as visões de processo em uma cadeia de suprimentos;
  • como alinhar a cadeia de suprimentos aos objetivos estratégicos da empresa;
  • métricas da cadeia de suprimentos;
  • o papel da distribuição e do projeto de rede em uma cadeia de suprimentos;
  • como planejar e coordenar suprimento e demanda;
  • como planejar e gerenciar estoques em uma cadeia de suprimentos;
  • como projetar e planejar redes de transporte em uma cadeia de suprimentos;
  • como gerenciar fatores-chaves interfuncionais em uma cadeia de suprimentos.

Tecnólogo em Logística - cadeira de suprimentos

Gestão de Estoques, Armazenagem e Movimentação

Esta disciplina já é mais fácil de entender rapidamente. Como o nome diz, você vai mergulhar no mundo da armazenagem para:

  • compreender por que é importante armazenar produtos;
  • conhecer as vantagens e desvantagens da armazenagem;
  • descobrir quais são os cuidados necessários ao armazenar diferentes produtos;
  • conhecer os tipos de almoxarifados e corredores;
  • entender a importância de elaborar layouts para os corredores do almoxarifado e otimizá-los quando necessário;
  • conhecer os equipamentos usados na armazenagem e movimentação de produtos (empilhadeiras, gruas etc);
  • saber como maximizar o uso de espaço do armazém;
  • conhecer softwares que ajudam a gerenciar estoques com facilidade;
  • descobrir como receber, endereçar, estocar e controlar materiais;
  • saber como localizar facilmente os produtos estocados;
  • entender o idioma dos códigos de barras;
  • conhecer o processo e os canais de distribuição de produto;
  • saber como escolher o melhor local para realizar operações de distribuição física de produto;
  • conhecer os sistemas fundamentais de transporte (rodoviário, ferroviário, dutoviário, aeroviário e hidroviário);
  • conhecer os transportes multimodal e intermodal;
  • entender a influência da tecnologia das atividades de distribuição e transporte.

E por que saber tudo isso faz a diferença na carreira do tecnólogo em Logística? Por que uma falha em qualquer um desses itens certamente gera prejuízos à empresa.

Por exemplo, um armazém com corredores irregulares que parecem um labirinto dificulta a localização, armazenagem e retirada rápida do produto. O operador empilhadeira precisaria dar “uma volta ao mundo” para conseguir realizar essas atividades.

E a rapidez em logística é fundamental em um país tão grande como o Brasil. Quanto mais tempo o processo logístico demorar, mais dinheiro a empresa gasta e deixa de ganhar: uma entrega demorada ou errada consome mais recursos financeiros, desagrada o consumidor e causa danos à imagem da empresa.

Gestão de Transporte e Infraestrutura

Você tem ideia de todos os processos e transportes que os produtos perecíveis passam até chegar na geladeira da sua casa?

Certamente rodaram muitos quilômetros em carretas refrigeradas, passaram um tempinho em um armazém refrigerado, passearam mais um pouco em um veículo de transportadora urbana até chegar no supermercado da sua cidade.

E o que isso tem a ver com a disciplina Gestão de Transporte de Infraestrutura? Tudo!

Saber escolher os modais de transportes mais adequados para o produto e ter a infraestrutura certa para recebê-los é indispensável ao profissional tecnólogo em Logística.

Por exemplo, alguns produtos alimentícios precisam ficar em ambientes refrigerados, climatizados ou congelados para serem conservados e chegarem até o consumidor em perfeito estado — como o chocolate, a carne, as frutas, as hortaliças e os sorvetes.

E não é só isso! Saber como gerir os transportes é importante para manter a empresa competitiva.

No agronegócio, por exemplo, é comum ver notícias de safras “empacadas” em estradas sem infraestrutura. Isso gera um alto custo para o produtor, que arca com o processo logístico e precisa buscar (e investir) em outros modais para fazer a safra chegar mais rápido e a um custo menor.

Resumindo, você vai aprender sobre:

  • os sistemas de transportes;
  • os modelos de distribuição;
  • os principais modais de transporte de carga no Brasil;
  • as combinações intermodais;
  • a legislação e a regulamentação dos transportes;
  • as tecnologias para dimensionamento da frota, roteirização e rastreamento;
  • como administrar tráfego e produtividade do transporte;
  • as estratégias de transporte.

Gestão dos Custos Logísticos

Por fim, um mergulho no mundo da contabilidade.

Nesta disciplina do tecnólogo em Logística, você vai aprender tudo sobre os custos que uma empresa tem com as atividades logísticas. Veja os principais:

  • Custos de estoque e armazenagem;
  • Custos de processamento de encomenda e de embalagem;
  • Custos de transportes e fretes;
  • Custos de logística tributária;
  • Custos de tecnologias logísticas;
  • Custos das operações de distribuição;
  • Custos de capital humano logístico.

Os conhecimentos adquiridos nessa matéria ajudam a manter as operações logísticas competitivas e lucrativas.

Pronto! Agora você já sabe o que se estuda no tecnólogo em Logística.

Que tal conferir todos os detalhes dessa graduação, que você pode fazer a distância na Unicesumar?

cta3

Comentários

Comentários

Deixe o seu comentário

Recomendado para você