Começar a estudar para o Enem pode não ser das tarefas mais fáceis. Afinal, são vários os conteúdos das matérias que compõem a grade do ensino médio que podem cair no exame.

Outro motivo para que sua preparação não comece muito tarde é a concorrência. São milhares de pessoas disputando uma vaga na universidade e, a cada ano, elas estão mais preparadas. Segundo o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), o Enem de 2017 teve mais de 7,5 milhões de inscritos.

Mas fique tranquilo. Neste texto, vamos mostrar como ter uma preparação ao longo de todo o ano para você estudar com calma e se dar bem no exame.

Vamos lá?

 

cta1-rotina-enem

Por que é importante começar a estudar para o Enem com antecedência?

Confira, a seguir, alguns motivos para começar a estudar para o Enem  o quanto antes. 

Muito conteúdo

O Enem tem como objetivo avaliar todo o conhecimento do ensino médio, ou seja, tudo o que você aprendeu nos 3 últimos anos na escola. Estamos falando de uma grande quantidade de disciplinas e conceitos que precisam ser vistos e revistos.

Além disso, é preciso ter tempo para consolidar esse conhecimento. Ou seja, fazer com que ele seja aprendido e não apenas decorado para o dia da prova.

Concorrentes bem preparados

Há poucos anos os concorrentes não eram tão preparados como hoje. Muitos jovens de cidades pequenas, onde não havia cursinho, tinham que estudar em casa, sem nenhuma ajuda e isso deixava-os um pouco distante da linha de chegada. Situação essa que os deixavam em desvantagem em comparação aos jovens que moravam em cidades com mais opções de ensino.

Hoje isso mudou consideravelmente, já que a internet chega a, praticamente, todos os cantos do país. Aqueles que não têm condições de fazer um cursinho pré-vestibular ou estudar em bons colégios, que realmente preparam para a prova do Enem, podem estudar com cursos EAD. Há muitos atualmente e de alta qualidade.

Dessa forma, haverá mais concorrentes que terão plenas condições de competir por uma vaga com qualquer outra pessoa, inclusive com você!

A prova é extensa

Não é apenas o conteúdo que é grande. A prova do Enem costuma gerar muitas reclamações por parte dos candidatos por causa do tamanho das questões. São 90 por dia, além da redação.

É necessário saber controlar o tempo para realizar simulados e descobrir se as suas horas estão sendo bem utilizadas em cada uma das questões. Isso só se consegue por meio de muito treino, que só o estudo antecipado pode proporcionar.

Como posso me preparar de forma adequada?

Começar a estudar para o Enem pode dar um nó na cabeça de muita gente: por onde começar?

Isso vale, especialmente, para aquelas pessoas que pretendem fazer uma segunda graduação e que estão longe dos livros didáticos há algum tempo.

Veja, a seguir, alguns hábitos que vão ajudar você a se preparar para o exame.

Faça um cronograma de estudos

Ter organização é fundamental em qualquer área de nossas vidas, e é claro que com o Enem isso não seria diferente. Montar um cronograma é essencial para organizar os seus estudos e ter a certeza de que todo o conteúdo será visto até o dia da prova.

O primeiro passo para desenhar seu planejamento é separar as horas que terá para estudar.

Portanto, liste as coisas que você tem para fazer durante o dia e o quanto elas ocupam o seu tempo: exercícios físicos, escola, trabalho, refeições, entre outras.

Agora, use as horas que sobraram e divida-as entre as matérias que precisam ser estudas e separe um intervalo de tempo maior para os assuntos que você tem mais dificuldade.

Um cronograma é fundamental para começar a estudar para o Enem

Faça revisões

As revisões são essenciais para a fixação do aprendizado, já que nosso cérebro aprende bastante pelo método da repetição. Devem ser feitos resumos nos quais você deverá colocar as informações principais, especialmente aquelas que não consegue recordar com facilidade.

Mas até para as revisões é necessário que haja um cronograma. O ideal é que a primeira revisão seja feita dentro de 24 horas, a segunda em 7 dias, a terceira em 15 e volte ao assunto a cada 30 dias.

Um estudo descobriu que a nossa mente se esquece de 50% do que aprendemos no dia anterior em 24 horas. Por isso, essa primeira revisão é essencial.

As releituras que se seguem ajudam a manter o conhecimento sempre em alto nível e a fixá-lo. Assim, o “branco” na hora da prova fica mais difícil de acontecer.

Pratique sempre

Já ouviram falar que a prática leva à perfeição? Pois bem, nos estudos isso é mais do que verdadeiro e fazer muitas questões é outro passo importante para que você possa ser aprovado no curso dos sonhos.

Além de ajudar na fixação, e ser uma das formas mais eficiente de estudar, fazer exercícios auxilia o estudante a se familiarizar com o estilo de prova.

É uma forma de não ser pego de surpresa, especialmente quando se trata do Enem, que possui questões que exigem muita concentração e raciocínio lógico.

Quanto tempo é necessário para garantir uma boa pontuação?

Esse fator depende muito do estudante e o quanto ele está disposto a se dedicar ao que deseja.

Mas não significa que é preciso estudar 10 horas por dia, nos 7 dias por semana.

O mais importante é se dedicar 100% no tempo que tem disponível.

Utilizar essas dicas que acabamos de listar e começar a sua preparação com o máximo de antecedência são alguns fatores que farão com que você chegue mais perto do objetivo.

Praticar atividade física e ter seu momento de lazer também é muito importante para manter o ritmo de estudos.

Vai começar a estudar para o Enem? Escolha qual graduação deseja fazer e, a partir disso, analise em quais disciplinas você precisará de uma pontuação maior no exame.

cta2-rotina-nem

Comentários

Comentários