Saber como se vestir para entrevista de emprego pode ajudar — e muito — ao longo do processo. Isso porque as roupas que usamos dizem muito sobre nós, funcionando como um verdadeiro cartão de visita.

A partir desse fato, fica o questionamento: qual é a primeira impressão que você quer deixar no empregador? Em processos seletivos, situações em que o tempo geralmente é limitado, qualquer oportunidade de trabalhar uma boa marca pessoal pode ser extremamente valiosa.

Pensando em ajudar você nesse processo de preparação, listamos 8 dicas para ajudar na seleção das melhores roupas, acessórios e detalhes do visual. Confira!

1. Conheça a empresa

Antes de qualquer coisa, pesquise sobre o dress code da empresa. Não sabe o que é isso? Nós explicamos! Trata-se de um código de vestimenta, ou seja, uma relação que contém aqueles itens de vestuário que são recomendados e os que não podem ser usados — ou devem ser evitados.

Pense no seguinte exemplo: uma pessoa está se candidatando para a vaga de recepcionista em três empresas diferentes. Uma delas é um escritório de advocacia, a outra é uma agência de publicidade e a terceira é um laboratório de exames de imagem.

Por uma série de motivos, cada uma delas terá um dress code completamente diferente da outra, mesmo sendo a mesma vaga. Saber dessa informação dará a oportunidade de se vestir de forma mais adequada ao dia a dia das pessoas que já trabalham ali, além de mostrar que você pesquisou sobre a empresa com atenção aos detalhes.

2. Pesquise sobre a vaga previamente

Uma única empresa pode permitir adaptações no dress code ao depender da vaga. Isso é bem comum, pensando que as vagas representam áreas diferentes e que funcionam de maneiras bem específicas. É uma entrevista de estágio ou CLT? Qual é o nível de senioridade?

Entenda também sobre o dia a dia da vaga. É comum que áreas que trabalham com o atendimento ao cliente peçam uma atenção maior aos detalhes: a empresa pode recomendar que quem tem cabelo grande deixe ele preso, por exemplo.

Por outro lado, caso o profissional não precise ter esse contato diário com o público externo, essa questão pode nem ser colocada em consideração. Pensando nisso, adéque a roupa ao que será esperado de você, caso passe no processo.

3. Adéque a roupa ao seu estilo

Se você perceber que a empresa em que está prestando processo seletivo tem um código de vestimenta completamente contrário ao seu estilo, não precisa se preocupar. Isso é bem comum, afinal, somos seres humanos com gostos e individualidades que muitas vezes não vão se encaixar em padrões corporativos.

O legal é que sempre conseguimos adaptar esses padrões ao estilo pessoal — seja usando algum acessório, sapato, prendendo o cabelo de forma que fique bem em você etc. A criatividade pode ir longe!

Esse ponto pode causar uma boa impressão na entrevista, já que diferencia você dos demais candidatos e mostra um lado pessoal interessante para o recrutador.

É importante entender o processo de como se vestir para entrevista de emprego como algo leve — e não impositivo. É normal ter esse tipo de adequação, afinal, cada lugar é único e tem suas próprias regras. Mas o mais importante é encontrar um bom equilíbrio para que você não fique desconfortável.

4. Não use roupas chamativas

A tentativa de chamar atenção pode custar caro. Por isso, evite peças com muita informação: brilhos, texturas exageradas ou estampas casuais ao extremo. Cores vibrantes também não são recomendadas.

Sabe aquelas roupas que você usaria em um jantar, aniversário ou momento de descontração em geral? Evite-as. São ocasiões diferentes e que pedem por vestimentas distintas. A ideia em uma entrevista de emprego é apostar em tons mais sóbrios e que não abram espaço para chamar a atenção do recrutador negativamente.

5. Prefira peças de roupas mais formais

Quando falamos sobre roupas formais, não necessariamente estamos dizendo para você se vestir de forma “sem graça”. Muito pelo contrário! É possível se vestir formalmente, mas com criatividade e alegria.

Para isso, evite roupas muito apertadas, com decotes ousados, que deixem muita parte do corpo aparente — bermudas em homens, por exemplo.

6. Atente-se à aparência do cabelo

É bem comum que o candidato, ao entender como se vestir para entrevista de emprego, foque apenas no vestuário e se esqueça de outros detalhes que compõem o visual. Caso o cabelo esteja desleixado, a ação pode demonstrar falta de preparo e cuidado para o momento da entrevista.

7. Faça uma maquiagem leve

A questão da maquiagem é bem parecida com as roupas: evite tons exagerados, principalmente na boca, bochechas e olhos. Caso você use base, corretivo ou pó compacto, garanta que a cor é a mais próxima possível da sua pele, para não gerar uma confusão visual entre o rosto e restante do corpo.

É interessante pensar na maquiagem como algo natural e que não descaracterize você.

8. Cuide das unhas

Unhas malcuidadas também apontam uma certa característica de desleixo ou falta de preparação para um momento importante. Se você estiver com esmalte nas unhas, garanta que ele está bem passado e não começou a descascar.

Caso as unhas tenham sido pintadas há muito tempo, é melhor tirar o esmalte e deixá-las naturais ou com alguma base incolor.

A questão do dress code vale para as unhas. Em uma empresa mais formal, evite cores chamativas, neons ou com texturas (glitter, por exemplo). Por outro lado, se o código de vestimenta da vaga for bem tranquilo, aproveite para usar a criatividade e pinte as unhas com o seu esmalte favorito — aquele que representa a sua personalidade de alguma forma.

Percebeu como o processo de buscar por um emprego vai além de descobrir como fazer um bom currículo e aplicar para as vagas? O mais importante é que você esteja preparado para esse momento, por isso, não deixe de estudar sobre a vaga e o contexto da empresa como um todo.

Dessa forma, erros comuns são evitados, como uma “quebra” no dress code, exageros desnecessários ou a possibilidade de parecer desleixado por causa das roupas usadas.

E então? Gostou de aprender como se vestir para entrevista de emprego? Se este é um assunto que interessa a você, siga a nossa página no Instagram e acompanhe nossos conteúdos sobre carreira e mercado de trabalho!

Comentários

Comentários