Em 2020, muitos hábitos mudaram para preservar a saúde das pessoas. Além do incentivo ao home office e do ensino a distância, as entrevistas de emprego também entraram na onda. Agora, é comum conversar com o recrutador ou, mesmo, seu futuro chefe por meio de ferramentas de videoconferência, como Zoom, Google Meet e Skype.

Mas saiba que esse crescimento do interesse pela entrevista virtual não vem só de agora. Há algum tempo, principalmente por conta dos avanços tecnológicos e das mudanças no mercado, começou um movimento de contratação de profissionais remotos. Como muitos deles estão em outros estados ou, até, em países diferentes, ela surgiu como uma estratégia eficiente para as empresas.

Agora que, mais que uma tendência, essa se tornou uma realidade, é bom ficar ligado nas melhores dicas para arrasar na entrevista virtual, certo? Para sua sorte, você encontrou o conteúdo ideal. Venha com a gente!

Como se dar bem nesse tipo de entrevista?

Sem mais delongas, vamos às sugestões para causar uma boa impressão e ser aprovado para as próximas fases do processo seletivo.

Use roupas adequadas

Roupa e personalidade têm tudo a ver. Além de ser uma forma de expressão para as outras pessoas, a vestimenta também cumpre o papel de aumentar a sua autoestima. Então, nada de escolher peças que não combinem com o seu perfil somente para impressionar. É claro que é importante conferir o dress code da empresa, mas sempre se adaptando à sua realidade, ok?

Ao escolher o que vestir, preste atenção se alguma das peças, desde as roupas até os acessórios, não lhe está causando incômodos físicos, pois isso pode desviar o foco do que realmente importa.

Verifique o seu equipamento e a conexão com a internet

Já pensou estar no meio da entrevista virtual e a internet cair? Não é incomum que essa situação aconteça, ainda mais se você posicionar seu equipamento longe do roteador do Wi-Fi.

Por isso, escolha com cautela o local em que fará a videochamada. Tenha certeza de que esse não será um problema e, por precaução, deixe a conexão móvel preparada –– para voltar em poucos segundos, caso precise.

Também é interessante testar as ferramentas de videoconferência, em especial se você nunca as utilizou. Peça para algum amigo ou familiar ajudar nesse momento e simule uma entrevista pela internet. O ideal é identificar possíveis problemas e dúvidas antes do dia tão importante, certo? Ah, e não se esqueça de carregar o seu computador ou celular.

Quanto ao local, além de se posicionar perto do roteador, cuide para que a iluminação seja adequada. O recrutador quer ver e ouvir você da melhor forma. Então, se possível, fique longe de muito barulho — mas saiba que ele compreenderá se houver algum latido de cachorro ou sons de trânsito. Afinal, você está em casa, e esses inconvenientes são comuns no home office.

Tenha atenção ao seu marketing pessoal

Já pensou no que é o marketing pessoal? Ele é composto por tudo aquilo que mostra às pessoas quem você é. Ou seja, o jeito como se comunica pela internet, suas postagens nas redes sociais, sua forma de se vestir, como demonstra as características profissionais e assim por diante. Por meio dele, o recrutador mede o nível do seu conhecimento na área de atuação e, claro, se o perfil é compatível com os valores da empresa.

Se suas postagens nas redes sociais forem abertas, tenha cuidado com o que escreve. Uma colocação mal interpretada pode ser prejudicial à sua imagem e custar boas oportunidades de seguir nos processos seletivos. Isso é ainda mais comum na entrevista virtual, em que o recrutador consegue ver essas informações em tempo real, em outra aba do navegador.

Busque informações sobre a empresa

Por fim, o conteúdo é tão importante quanto a preparação do ambiente e do currículo. Sem a proximidade física, você precisa mostrar interesse pela oportunidade de outras formas. Nesse sentido, o mais indicado é fazer o dever de casa e pesquisar sobre a empresa –– desde sua missão, visão e valores até os produtos ou serviços que ela oferece.

Não é preciso saber o ano em que ela foi fundada ou quantos funcionários trabalham lá exatamente, mas recolha o maior número possível de informações, para usar em perguntas que demonstrem valor.

Quais são as vantagens da entrevista virtual?

Dicas anotadas? Muito bem! Mas, se você ainda não se convenceu do quanto esse tipo de entrevista é interessante, veja só quais são os benefícios dessa modalidade para a sua rotina –– e para o seu bolso!

Flexibilidade

Já aconteceu de marcarem uma entrevista com você justo quando estaria retornando de outro compromisso? Essa tarefa de mover o impossível para comparecer é complicada e, muitas vezes, tira a concentração e a confiança de qualquer candidato –– ainda mais quando é necessário se deslocar bastante para isso.

Com a entrevista virtual, você só precisa de um dispositivo conectado à internet e estar afiado com relação às dicas deste post. Assim, as chances de se dar bem são ainda maiores.

Conforto para o candidato

Estar em um ambiente desconhecido pode não ser muito confortável e até intimidador. Nada melhor do que sentir-se acolhido na própria casa, não acha? Isso é possível com a entrevista remota. Você consegue escolher o canto mais aconchegante da sua residência (desde que a conexão seja boa) e conversar com o recrutador dali mesmo.

Redução de custos

Ao se deslocar até a empresa para uma entrevista presencial, alguns gastos são inevitáveis: o transporte, um lanchinho ou, mesmo, aquela roupa de arrasar. Estando em casa, você não precisa se preocupar com quase nada disso, tirando alguns pesos da consciência e deixando a mente livre para mostrar seus talentos.

Uma entrevista virtual bem-feita é a sua porta de entrada para a empresa em que sempre quis trabalhar. Mas sabe o que potencializa as suas chances? Ter uma graduação de renome no currículo. Assim, os recrutadores terão ainda mais certeza de que você é um profissional preparado para os desafios do mercado.

Então, conheça o Plug, uma plataforma de emprego e capacitação para aproximar você de grandes oportunidades!

Comentários

Comentários