O curso de Gestão da Qualidade tem como objetivo formar profissionais que compreendam e saibam como ajustar procedimentos internos para que empresas obtenham certificações de qualidade. Entre as organizações que determinam os padrões de qualidade e certificam empresas, estão o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e a International Organization for Standardization (ISO).

Segundo o Guia da Carreira, o curso de Gestão da Qualidade se encontra na modalidade tecnólogo, o que significa que ele dura de dois a três anos e tem uma formação mais específica, voltada às necessidades do mercado de trabalho. Com uma grade curricular que faz parte do eixo de Negócios, o curso de Gestão da Qualidade oferece disciplinas como Administração da Produção, Empreendedorismo, Mapeamento de Processos, Auditoria, Controle da Qualidade e Metrologia.  

Além disso, o curso ainda ajuda a desenvolver pessoas capazes de avaliar sistematicamente procedimentos, rotinas internas e externas de uma organização, implementar as mudanças necessárias para obter determinada certificação de qualidade e ainda treinar profissionais envolvidos em processos produtivos.

Ficou interessado na área? Então acompanhe conosco a seguir e descubra ainda mais sobre ela.

cta5

Características de um bom profissional de Gestão da Qualidade

Para se tornar um bom profissional de Gestão da Qualidade, é importante que você tenha ou desenvolva algumas competências. São elas:  

  1. Organização: é um clichê, mas essencial para o desempenho do trabalho nessa área. É sendo organizado e utilizando metodologias como PDCA (Planeja/Faça/Confira/Aja) e 5S que você irá conseguir coordenar a equipe, analisar práticas e colocar mudanças em movimento.
  2. Perfil integrador: essa corresponde à habilidade de se comunicar com clareza e boa gestão entre todos os setores de uma organização, se tornando fundamental num cenário de Gestão da Qualidade em que se busca a excelência em todos os espaços de uma empresa.  
  3. Visão estratégica: se o profissional de Gestão da Qualidade está tentando aplicar métodos de excelência em uma empresa, ele precisa entender quais as tendências, os pontos negativos e o que pode ser usado para implantar melhorias. E, de preferência, precisa fazer tudo isso otimizando recursos.
  4. Liderança: essa é uma característica vital na profissão, especialmente se você pretende implantar mudanças numa organização. Por isso, quem optar por essa carreira deve estar apto a convencer e motivar colaboradores para alcançar as otimizações desejadas.
  5. Equilíbrio emocional: como o trabalho do gestor da qualidade influencia diretamente os resultados da empresa, é importante que ele saiba como trabalhar sob grande pressão. Dessa forma, ser capaz de lidar com cobrança por resultados, gerenciar a equipe e ser flexível para conseguir se adaptar às situações mais complicadas são atributos importantes de quem está na profissão.

Mercado de Trabalho para Gestão da Qualidade

Os profissionais dessa área podem atuar em auditoria, consultoria para implantação de normas e melhoria de processos, entidades certificadoras da qualidade (como ISO, ABNT ou Inmetro), entre outros. E tudo isso em múltiplos setores: industrial, corporativo, saúde ou ambiental.

Abaixo, listamos algumas funções que podem ser exercidas por profissionais formados em Gestão da Qualidade:

1. Agente Fiscal Metrológico e de Qualidade

Os profissionais da área de Gestão da Qualidade podem trabalhar com a fiscalização de instrumentos de medição (como balanças de precisão na indústria química, por exemplo), produtos, marcas de conformidade e serviços, conforme legislação brasileira.

Nessa função, o gestor da qualidade também registra o processo de fiscalização, verificação, além de determinar quando é necessária a calibração de maquinário. Ele também supervisiona atividades metrológicas, orienta o público e treina outros colaboradores da área.

Profissionais da Gestão da Qualidade são fundamentais na manutenção de equipamentos em uma indústria

2. Técnico de Garantia da Qualidade   

O gestor da qualidade também pode se tornar analista de controle de qualidade, analista de laboratório de controle de qualidade ou até mesmo técnico em áreas similares.  

3. Certificação de Qualidade Internacional

O profissional formado em Gestão da Qualidade pode atuar implantando modificações e processos para que uma empresa comprove a qualidade de seus procedimentos e produtos e, consequentemente, seja certificada para exportar, por exemplo.

Para obter certificações como ISO, a empresa precisa ajustar processos e promover mudanças comportamentais para cumprir os padrões exigidos pelas organizações reguladoras. É aí que entra o trabalho do gestor da qualidade, organizando os procedimentos que a empresa precisa seguir para conseguir ou manter a certificação desejada.

Esses procedimentos incluem desde análises minuciosas dos processos internos até o treinamento de colaboradores para que entendam e sejam capazes de cumprir os padrões a serem implementados. No passado, apenas grandes multinacionais se importavam em ter esse tipo de certificação de qualidade.

Atualmente, o cenário é outro. Médias e pequenas empresas também estão buscando aprimorar processos para receber certificações, o que significa mais um potencial mercado de atuação para quem se forma em Gestão da Qualidade.  

4. Auditoria

O profissional especializado em Gestão da Qualidade pode atuar como auditor interno ou externo. O auditor interno é um funcionário da própria empresa que avalia processos de fabricação e rotinas administrativas variadas.

Já o auditor externo trabalha em consultorias ou organizações certificadoras, inspecionando as atividades de uma empresa para avaliar a obtenção, manutenção ou renovação de um certificado ou selo de qualidade.

De acordo com algumas pesquisas na área, também são comuns auditorias que avaliam riscos, segurança da informação e governança corporativa, por exemplo.

5. Modelagem de Processos

Outra possibilidade de trabalho para quem se forma em Gestão da Qualidade é com modelagem de processos. Nesse campo, ele atua mapeando e adequando os processos de uma organização para seguir certos padrões de qualidade. Uma das ferramentas mais utilizadas pelo profissional responsável são os indicadores de desempenho.

Ele também realiza medições, elabora e gerencia os indicadores de qualidade, divulgando tais informações aos responsáveis por tomar decisões dentro da empresa.

6. Consultoria

O tecnólogo em Gestão da Qualidade também poderá atuar como responsável por analisar e propor soluções a cenários e situações organizacionais, sem precisar manter um vínculo direto com a organização.

Como consultor, o gestor da qualidade pode trabalhar tanto com análise e implementação de melhorias, com a finalidade de tornar processos mais eficientes, quanto na adequação para certificados em diversas áreas, de qualidade interna, para exportação, certificados ambientais, na área da saúde, entre outros.

E então? Agora que você aprendeu ainda mais sobre a Gestão de Qualidade, nos conte através dos comentários: qual a sua impressão sobre o curso e a carreira? Venha conversar com a gente!

Ah, e listamos aqui a grade curricular do curso para que você consiga saber o que irá estudar. Clique para descobrir!

cta3

Comentários

Comentários