Produção de cervejas artesanais: o que se estuda nessa graduação?

Você já deve saber que água, malte, lúpulo e levedura são os ingredientes que geram diferentes cervejas artesanais.

Mas como essa mistura origina tanta variedade de sabor, aroma e aparência da bebida? Quais ciências e tecnologias ajudam nesse processo? Como transformar o interesse em produzir cervejas artesanais em uma atividade lucrativa?

A graduação em Produção Cervejeira responde essas e diversas outras perguntas sobre a produção de cervejas artesanais. Venha saber mais sobre o curso e conferir os principais conteúdos que você estudará durante as aulas.

cta6

Como é o curso de Produção Cervejeira da Unicesumar?

Se você deseja profissionalizar sua produção da bebida ou seguir carreira trabalhando em uma cervejaria que admira, vale a pena conhecer a graduação em Produção Cervejeira.  

Ela é oferecida na modalidade a distância e dura apenas 2 anos. Nesse período, você adquire conhecimentos teóricos e práticos, necessários para produzir cervejas de qualidade profissionalmente.

Ao final do curso, você recebe um diploma de tecnólogo em Produção Cervejeira e será capaz de assumir o processo de produção da bebida em microcervejarias, brewpubs (bares que produzem e comercializam sua própria cerveja) e cervejarias de médio e grande porte.

O que se estuda no curso de Produção Cervejeira?

Agora que você já sabe como é a graduação, confira os principais conteúdos que aprenderá durante as aulas online:

Gestão de negócios de cervejas artesanais

Nos primeiros módulos do curso, você mergulha no mercado cervejeiro, no mundo do empreendedorismo e na gestão empresarial.

São 4 matérias que preparam você para ficar à frente de um negócio cervejeiro:

  1. Mercado Cervejeiro
  2. Empreendedorismo, Modelos de Negócios e Inovação
  3. Fomento Financeiro para Micro e Pequenas Empresas
  4. Plano de Negócios e Aspectos Legais para Cervejarias

“Mas o que vou aprender exatamente?” Dê uma olhada nos principais temas das aulas:

  • história da cerveja e o universo cervejeiro da atualidade;
  • influência da escola alemã, belga e inglesa;
  • mercado cervejeiro europeu, norte-americano e brasileiro;
  • cerveja artesanal e estilos característicos;
  • tendências e oportunidades no mercado cervejeiro atual;
  • microcervejaria, brewpubs, cervejaria cigana, beertrucks e eventos cervejeiros;
  • empreendedorismo, comportamento do empreendedor, transformação de uma ideia em realidade e negócios familiares;
  • fomento financeiro para negócios cervejeiros;
  • plano de negócios, estudo de viabilidade, visão financeira e desenvolvimento de projeções para cervejarias;
  • legislação brasileira sobre bebidas, regulamento do Ministério da Agricultura e legalização de cervejarias.

“E por que estudar tudo isso é importante?” Para não perder oportunidades nem investimentos no mercado de cervejas artesanais.

Vamos ver um exemplo para ficar mais claro? Segundo um relatório do Sebrae, o público consumidor de cervejas artesanais não gosta de ver suas marcas preferidas transformando-se em bebidas comerciais e industrializadas.

Sabendo disso, o proprietário de uma microcervejaria que está crescendo deve agir. Ele precisa traçar estratégias para seus rótulos não perderem a identidade artesanal tão valorizada pela clientela.

Ao compreender e acompanhar o mercado cervejeiro, é possível identificar tendências, assim como mudanças no comportamento do consumidor. Monitorando e conhecendo bem o ramo, um bom gestor aproveita melhor as oportunidades para manter o negócio prosperando.

Cervejas artesanais - produção

Ciência e tecnologia da produção de cervejas artesanais

A partir do segundo módulo, começam os estudos para compreender profundamente a ciência e a tecnologia por trás da produção cervejeira de qualidade.

São 9 disciplinas até o final do curso para você dominar cada etapa da produção de cervejas artesanais — da seleção da matéria-prima até o envasamento da bebida:

  1. Química Cervejeira
  2. Bioquímica Cervejeira
  3. Água, Lúpulo e Adjuntos
  4. Tecnologia Ambiental Cervejeira
  5. Microbiologia Cervejeira e Fermentação
  6. Malte e Malteação
  7. Tecnologia Cervejeira Industrial
  8. Metodologias de Produção Cervejeira e Gestão Sensorial
  9. Processo de Produção Cervejeira

Em outras palavras, você aprende sobre os aspectos práticos da produção de cervejas artesanais:

  • a importância e escolha de ingredientes de qualidade;
  • fatores que influenciam a aparência, o aroma e o sabor das cervejas artesanais;
  • as características da água cervejeira, como pH e íons;
  • estrutura, funções e nomenclatura de compostos orgânicos dos lúpulos;
  • características do lúpulo, principais formas comercializadas e reações orgânicas no processo cervejeiro;
  • tipos de grãos que podem ser usados para o malte;
  • variedades de malte, suas classificações e suas características sensoriais atribuídas às cervejas artesanais produzidas;
  • processos químicos e bioquímicos da malteação de cereais e a importância das enzimas desenvolvidas nesta fase;
  • microrganismos usados na produção de cervejas artesanais;
  • reações químicas e fatores que influenciam o processo de fermentação;
  • entre outras atividades essenciais à produção de cervejas artesanais.

Não tem certeza se deve oxigenar ou não o mosto? O que fazer para resfriá-lo rapidamente e corrigir sua densidade? E as rampas de temperatura, é preciso fazer várias? Tem como agilizar o processo de brassagem?

As disciplinas resolvem essas e muitas outras dúvidas comuns que você tem sobre o processo de produção de cervejas artesanais.

Produção e controle na indústria cervejeira

No penúltimo módulo do curso, você entra em mais dois mundos:

  1. Automação e Controle na Produção Cervejeira
  2. Engenharia de Produção da Indústria Cervejeira

Estudar automação, controle e engenharia de produção cervejeira faz a diferença. Com esses conhecimentos é possível aumentar a eficiência, eliminar diversas tarefas manuais do processo de fabricação e reduzir custos.

Na primeira disciplina, você aprende sobre:

  • níveis de automação (manual, semiautomático e automático);
  • tipos de sistemas de produção e automação;
  • controladores programáveis e robótica;
  • sistemas flexíveis de manufatura e de automação;
  • automação de processos produtivos discretos e contínuos.

Em outras palavras, você aprende como automatizar todo o processo, integrando softwares e hardwares que potencializam a capacidade de produção de diferentes cervejas artesanais.

Já o conteúdo de engenharia concentra-se em atividades que melhoram a qualidade do processo de produção de cervejas. Veja os principais tópicos das aulas:

  • Engenharia econômica, organização industrial e administração financeira.
  • Administração da produção e logística.
  • Processos de higienização e limpeza em circuitos fechados.
  • Segurança e controle de qualidade na indústria cervejeira.
  • Controle de manutenção da indústria.

Percebe como o curso é vantajoso? Em apenas 2 anos, você aprende tudo para impulsionar sua produção cervejeira. Saberá planejar, implantar, executar e avaliar os processos, além de dominar as técnicas de produção de cervejas artesanais e variações de receitas.

Agora que você já sabe o que se estuda no curso, que tal conferir todos os detalhes da graduação em Produção Cervejeira?

cta1

Comentários

Comentários

Deixe o seu comentário

Recomendado para você