Você já sabe como fazer cerveja artesanal? Essa é uma atividade que vem conquistando fãs em todos os lugares. E a paixão pela bebida fez muita gente escolher a produção cervejeira como ocupação profissional. Tanto que hoje existem até cursos de graduação para quem quer aprender a fazer a sua própria cerveja, sabia?

Por isso, se pretende entrar nesse mercado, saiba que é preciso se preparar. Continue lendo para ficar por dentro de tudo o que você precisa para começar a sua produção de cerveja artesanal. Também vai poder conferir dicas valiosas para ser um bom cervejeiro! Vamos lá?

Equipamentos necessários para começar a produzir a bebida

Você vai precisar de vários equipamentos para fazer cerveja artesanal. Isso vale tanto para quem sonha em produzir a própria bebida por hobby quanto para quem deseja trabalhar no ramo. Quem faz cerveja em casa sabe que se trata de uma verdadeira arte, pois é preciso ter um cuidado extremo em todos os processos.

Um pequeno erro pode afetar o sabor da bebida ou até acabar com toda a sua produção. De qualquer forma, não importa se você se encaixa no primeiro ou no segundo grupo, porque os equipamentos usados são os mesmos. Confira a lista abaixo!

Caldeirões

Os caldeirões são necessários para aquecer a água durante a etapa de lavagem. É fundamental ter, pelo menos, dois caldeirões — um para brassagem e outro para fervura. Além do mais, eles devem ser torneiras.

Termômetro

O termômetro é um item indispensável, já que o processo de cozimento dos grãos deve ser controlado com precisão. O mercado oferece diversos tipos, tanto analógicos quanto digitais.

Filtro

O filtro é aplicado na etapa de brassagem, e é ele que vai ajudar na separação do bagaço no malte do mosto. Os mais utilizados são o filtro de fundo falso e o bazooka. O primeiro consiste em uma chapa metálica com diversos furos, instalados logo acima da torneira. Já o segundo é uma malha de aço cheia de furinhos.

Moedor de grãos

O moedor de grão é usado para moer os grãos cozidos na brassagem. A melhor opção é o moedor de rolos, pois ele permite um processo de moagem mais eficiente e satisfatório na produção da cerveja.

Balança de precisão

A balança de precisão é essencial, já que é capaz de pesar os maltes e os lúpulos. Vale lembrar que não é nada satisfatório fabricar uma cerveja sem realizar a pesagem dos itens, porque isso pode ocasionar diversos prejuízos.

Pé cervejeira

Esse item é usado para facilitar o processo de mistura entre a água e os grãos. Os mais indicados são os de plástico e os de inox.

Mangueiras cervejeiras

São utilizadas para fazer a transferência do mosto para a panela responsável pela fervura e pela recirculação.

Chiller

O chiller é usado para agilizar o processo de resfriamento do mosto após a fervura. Ele tem o formato de uma serpentina, ligado a uma torneira e inserido dentro da panela.

Maturador

O maturador consiste em um recipiente que pode ser usado tanto na etapa de fermentação quanto de maturação. Além disso, ele facilita o momento de fazer a purgas.

Airlock

É uma válvula que precisa ser inserida em todos os fermentadores. Ela é capaz de deixar escapar todos os gases produzidos durante a fermentação, impossibilitando a entrada de ar do ambiente.

Refrigerador

É essencial ter uma boa geladeira ou freezer para conseguir controlar os processos de fermentação e maturação da cerveja.

Proveta e densímetro

São equipamentos fundamentais para a produção de uma cerveja artesanal. São itens capazes de medir a densidade original e a porcentagem de álcool da bebida.

Garrafas

São nas garrafas que você vai colocar as cervejas. Elas podem ser de qualquer tamanho e devem ser corretamente higienizadas. Caso seja necessário, invista em itens para realizar a sua limpeza.

Cravador de tampinhas

Os cravadores de tampinha são necessários para fechar as garrafas com a cerveja. No mercado, você encontrará diversas opções e pode escolher a mais adequada para o seu modelo de garrafa.

Tubo enchedor

Ele é indicado para quem deseja facilidade no momento de encher as garrafas. O tubo enchedor pode ser inserido na torneira do maturador.

5 dicas práticas de como fazer cerveja artesanal

Agora que sabemos quais equipamentos são necessários, vale a pena conhecer também algumas sugestões de como fazer cerveja artesanal e ter muito sucesso com ela. Veja só!

1. Invista em bons equipamentos

Como deu para notar na lista apresentada, contar com os equipamentos certos é imprescindível para fazer cerveja artesanal. Mas, fique sabendo que mais do que contar com todas as ferramentas, a qualidade do produto é algo fundamental.

Além de comprar equipamentos novos, não deixe de conferir a procedência de cada item, afinal, não adianta improvisar. Como diz o famoso ditado: o barato pode sair caro! E, pior do que o prejuízo financeiro é o risco de produzir cervejas ruins, capazes de causar intoxicações por conta do uso de materiais inadequados.

2. Tenha cuidado com a higiene

A higiene é um aspecto fundamental em todo o processo de produção de cervejas artesanais. Portanto, jamais deixe os cuidados com a higiene de lado, até mesmo porque a presença de fungos e bactérias é capaz de estragar a bebida.

Uma boa dica é usar álcool para esterilizar os materiais usados, assim como as mãos em todas as etapas. E faça o mesmo cada vez que for retirar uma amostra.

Na hora de lavar os equipamentos, use detergente neutro com sanitizador e enxágue com bastante água em seguida. Nunca deixe para lavá-los depois, mas sempre logo após utilizá-los na produção.

O cuidado com a higienização das garrafas deve ser ainda maior. Qualquer resíduo no fundo da garrafa pode contaminar a cerveja, por exemplo. Sendo assim, lave com água corrente para eliminar as possíveis sujeiras e depois faça a devida esterilização. Por fim, sempre use touca e luvas ao produzir as suas cervejas. E, claro, mantenha o ambiente de produção limpo.

3. Conheça bem o seu mercado

Se a sua intenção é começar um negócio de cerveja artesanal, você precisa saber para quem deseja vender. Isso determina os tipos de cerveja que vai produzir, o desenvolvimento da marca, os pontos de venda e locais de distribuição.

Só achar que conhece o público que você quer atingir não é o suficiente. É preciso investigar a fundo, buscar novos ambientes, trocar ideias com outros cervejeiros e ter uma rede de contatos antes de começar o empreendimento.

Para se diferenciar dos demais, ter um conceito ligado à sua marca é uma boa saída. Além do sabor, as pessoas hoje desejam consumir produtos que tenham a ver com o que elas acreditam. Nesse mesmo sentido, apostar no mercado regional também é uma estratégia positiva. Isso porque essa é uma característica que costuma aumentar o interesse das pessoas.

4. Prepare-se antes de começar

Quando se trata de um negócio, não dê nenhum tiro no escuro. Pelo contrário, é preciso estar mais do que preparado. Comece fazendo uma pesquisa profunda sobre todas as regras para empreender na área. Veja também tudo o que você precisa para investir e evitar surpresas que vão afetar o seu bolso.

Não caia na armadilha das dívidas! Se for preciso, consulte alguém que entenda mais sobre empreendedorismo para ajudar você na fase inicial. Nessa etapa, o mais importante é não deixar a ansiedade dominar. Tenha calma para fazer uma coisa de cada vez, da melhor forma possível.

5. Faça uma graduação na área

De nada adianta colocar as demais dicas em prática se você não tiver os conhecimentos necessários de como fazer cerveja artesanal. A qualidade da bebida está relacionada ao uso adequado das técnicas de produção. Sendo assim, um curso de graduação para produzir cerveja profissionalmente é de extrema importância.

O curso de Produção Cervejeira vai ensinar você a escolher ingredientes de qualidade, conhecer os processos químicos das etapas de produção, métodos, técnicas de envasamento, entre outros conhecimentos que todo mestre cervejeiro precisa ter.

O fato é que a formação faz uma diferença enorme! Com o diploma em mãos, você ainda tem mais chances de conseguir trabalhos em cervejarias de todos os portes e também em bares que têm produção própria.

Como escolher o curso ideal de Produção de Cerveja

Se quiser produzir uma cerveja artesanal de qualidade é essencial investir em um bom curso de graduação. Para fazer uma boa escolha, analise a qualidade do corpo docente, ou seja, os professores, avalie o IGC da instituição de ensino e verifique com atenção a grade curricular.

É preciso saber se o curso vai oferecer todas as informações necessárias para o seu aprendizado. E, nesse cenário, saiba que a UniCesumar EAD oferece o curso de produção de cerveja totalmente alinhado ao mercado. Na graduação, você conta com a qualidade e a responsabilidade da Uni em transmitir um ensino responsável.

Para saber como fazer cerveja, é necessário ficar atento em todo o processo de modo que não ocorra nada errado. Se quer estudar para se tornar um cervejeiro profissional, então, não deixe de conhecer o curso de Produção Cervejeira da UniCesumar.

Gostou do post? Aproveite para entrar em contato conosco e saber mais a respeito do curso!

Comentários

Comentários