Estamos tão conectados ao mundo tecnológico que, muitas vezes, não nos damos conta da importância de escrever em nossas vidas. Não que a gente tenha deixado de fazer isso: praticamente toda a comunicação ainda tem como base a palavra escrita. O que talvez as pessoas estejam deixando de lado é o ato de usar papel e caneta.

Claro que não estamos propondo que você não use mais os eletrônicos. Afinal, eles facilitam nosso dia a dia para trabalhar e estudar, manter relacionamento com as pessoas e assim por diante. A ideia, aqui, é falar da importância de escrever para estimular a criatividade, melhorar a fala e até para relaxar.

Tem interesse em entender melhor esse assunto? Continue a leitura, que mostraremos como a escrita faz toda a diferença para você.

Por que escrever é tão importante?

O ato de escrever é fundamental para manter a mente ativa, tanto à mão quanto ao usar dispositivos eletrônicos. Mas saiba que a memória, por exemplo, é favorecida quando usamos lápis ou caneta e papel, viu?

Se você estuda e, assim, precisa memorizar assuntos para as provas e exames, como o Enem e os vestibulares, já deve ter percebido a importância de escrever o conteúdo ou resumos dele para absorver melhor os temas. O mesmo vale para trabalhos que exigem criatividade e organização de ideias.

Se pensarmos na história da humanidade, também podemos perceber o tamanho da revolução e dos avanços que a escrita proporcionou à civilização. Essa habilidade ajudou, inclusive, na construção do conhecimento que temos sobre nosso passado e como ele influencia nosso presente.

De todas as formas, escrever faz com que nosso cérebro se mantenha concentrado e ajuda a exercitar a mente e deixá-la mais alerta para as atividades rotineiras. Se for à mão, ainda melhora o raciocínio, a coordenação motora e outros benefícios cognitivos. Escrever ajuda a pensar melhor e ampliar nosso repertório sociocultural, sabia?

Como escrever ajuda você em todas as áreas da vida?

O ato de escrever traz benefícios para as pessoas tanto no desenvolvimento das chamadas soft skills quanto na memorização ao estudar e a organização das ideias no trabalho, independentemente da sua área de atuação. Nós tópicos a seguir, falamos mais sobre as vantagens da escrita. Entenda!

Prática de vocabulário

Ao escrever, desenvolvemos nosso jeito próprio de expor ideias. Com isso, aumentamos nosso potencial para encontrar novas palavras, ampliando o vocabulário e criando formas mais elaboradas de nos comunicarmos.

Desenvolvimento de criatividade

A palavra escrita propõe maior liberdade à nossa mente para criar e nos inspirar a partir de infinitas possibilidades de conteúdos — desde nossos pensamentos até projetos e histórias fictícias. Quanto mais você exercita essa habilidade, mais fortalece a sua capacidade de criação.

Relaxamento

Ajudar a combater o estresse é outro benefício que mostra a importância de escrever em nosso dia a dia. Você pode usar essa ferramenta para relaxar ao colocar no papel seus sentimentos, suas memórias, conteúdos criativos e tudo mais que puder ajudar a descansar a mente. Também é possível usar um aplicativo de texto do smartphone e do computador.

Possibilidade de se expressar bem

Quando escrevemos o que vem à nossa mente, criamos uma oportunidade de organizar melhor as ideias. Assim, ao precisar falar sobre elas, teremos mais concisão e coesão, facilitando a comunicação e o entendimento do que desejamos expressar. Isso melhora, até mesmo, a nossa autoconfiança.

Exercício do cérebro

Nosso cérebro estará em exercício, favorecendo nosso desenvolvimento cognitivo e ajudando a melhorar o foco e a concentração. Além disso, escrever faz com que a mente amplie a capacidade de memorização de conteúdos.

Transmissão de seriedade

O texto bem escrito, com vocabulário rico e acerto gramatical, transmite credibilidade e confiança. Isso é uma vantagem tanto no meio acadêmico quanto no mercado de trabalho. Quem entende a importância de escrever e sabe fazer isso com correção tem maiores chances como profissional e é levado mais a sério na disputa por uma vaga em uma empresa, por exemplo.

É possível melhorar a prática da escrita? Veja estas técnicas

Escrever bem não é, necessariamente, um talento nato. Você pode desenvolver essa capacidade com treino e dedicação. Algumas técnicas de redação, inclusive, são aprendidas na escola e na graduação, dependendo da área escolhida. Ela será importante, por exemplo, no momento de entrega do Trabalho de Conclusão de Curso ou de uma tese.

Mas como aprender a escrever bem? Leitura e prática são as palavras-chave nesse processo. Veja!

Leitura

As pessoas que têm um bom texto, em geral, também são boas leitoras. Ler ajuda a ampliar o vocabulário, a absorver melhor as regras de ortografia e gramática e até a ter mais criatividade.

O desenvolvimento desse hábito, geralmente, inicia-se na infância, mas se você não foi uma criança amante dos livros, nada impede que comece agora. Escolha temas interessantes que conquistem a sua atenção e reserve um tempo na sua rotina para esse hábito, enriquecendo seu repertório.

Prática

É preciso treinar para que a sua escrita melhore a cada dia, pois não tem como fugir dessa premissa. Quanto mais você escrever, mais facilidade terá para organizar as ideias e colocar as palavras no papel e se expressar melhor.

Veja algumas dicas para escrever mais e melhor, a partir de agora:

  • comece aos poucos, escrevendo sobre coisas que gosta;
  • faça descrições de objetos, pessoas e cenas do cotidiano;
  • crie o hábito de escrever um diário — vale colocar os acontecimentos do dia ou apenas os sentimentos e emoções vividos;
  • tenha em mãos um bloco de notas — pode ser um caderno ou um aplicativo do seu smartphone;
  • treine fazendo descrições de coisas que não estão à sua frente, para desenvolver a memória e a criatividade;
  • escreva sobre você mesmo, como se fosse uma autobiografia;
  • faça roteiros de viagem no papel, ou mesmo diários de bordo;
  • leia textos e reescreva as ideias usando as suas palavras, da forma como entendeu o assunto;
  • evite usar abreviações, até mesmo, nas mensagens por aplicativos;
  • leia tudo o que escrever em voz alta, para perceber se há erros gramaticais e repetições ou se o texto está claro;
  • revise o que escreve em momentos diferentes e faça quantas correções precisar;
  • escreva rascunhos para ajudar na organização das ideias;
  • tente escrever diariamente.

A importância de escrever sempre estará presente em nossas vidas. Seja no momento de organizar seus estudos, seja na hora de se apresentar em um processo seletivo, seja depois, para se comunicar no ambiente de trabalho. Mais do que isso, ajuda em nosso desenvolvimento pessoal, promovendo relaxamento, além de autoconhecimento e confiança.

E você, já desenvolveu esse hábito no dia a dia? Qual é a sua experiência com a escrita? Deixe um comentário e converse com a gente!

Comentários

Comentários