Se você está se formando, seja em uma faculdade EAD ou não, já deve ter sentido que o mercado de trabalho é bem disputado, não é? E, às vezes, um pouco injusto. Afinal, você está com muita vontade de fazer acontecer, mas a vaga pede experiência. É quando surge a dúvida que mais mexe com recém-formados: “Como ter experiência, se acabei de me formar?”.

A resposta é simples: tornando-se um trainee. Muitas empresas contam com programas do tipo e abrem diversas vagas ano a ano. Inclusive, em 2020, quando muitas organizações precisaram repensar seu formato de trabalho, tivemos uma alta de 40% das vagas para trainee, aproximadamente.

Mas como ser um trainee? O que é preciso para garantir uma dessas vagas que trazem visibilidade profissional e tantas outras vantagens à sua carreira?

Neste conteúdo, abordamos diversos passos de como ser um trainee e ainda falamos sobre os papéis que você desempenhará se conseguir uma vaga. Começando agora!

Como é a rotina de trabalho de um trainee?

Antes de saber como ser um trainee, é interessante entender que essa não é uma vaga muito padrão — como um analista de redes sociais, que, só por esse título, já diz quais serão as funções desempenhadas. 

As colocações de trainee são mais abrangentes. A ideia desse programa é fazer com que o profissional passe por diversos setores da empresa, entendendo a cultura e trazendo toques de inovação. Afinal, muitas companhias sabem que precisam pensar fora da caixinha pra se manter competitivas no mercado.

Então, a rotina de um trainee é composta pelos seguintes aspectos:

  • job rotation — é a rotação entre posições na empresa. Um trainee que cursou Administração, por exemplo, pode passar pelo financeiro, marketing e recursos humanos, entendendo cada área e desenvolvendo ações que conectem essas partes;
  • treinamentos — aprender é uma das vantagens do trainee. Você passará por muitas aulas e cursos rápidos, seja para usar ferramentas específicas ou entender melhor a empresa e seu segmento;
  • contato com lideranças — a vantagem de se tornar um trainee é que as empresas que desenvolvem esse tipo de programa costumam ser mais horizontais, facilitando essa troca;
  • desafios — ao passar por vários setores, seus desafios aumentam (e, consequentemente, sua habilidade de lidar com eles);
  • envolvimento em projetos importantes — os trainees são alocados em projetos específicos e estratégicos para a empresa, permitindo que você se desenvolva;
  • tentativa e erro — organizações que contratam trainees buscam inovação e entendem que a cultura do erro faz parte, o que traz ainda mais aprendizado;
  • crescimento na empresa — mesmo que o programa tenha duração definida, seu bom desempenho pode fazer com que assuma um cargo assim que acabar o tempo como trainee (ou até antes), o que denota um crescimento interessante em sua carreira.

Como ser um trainee?

Gostou da rotina e agora decidiu entender como ser um trainee? Veja o passo a passo que a gente traz na sequência para dar um salto na sua carreira!

Invista em uma boa formação

É claro que, sozinha, uma ótima formação não faz milagre. Você precisa se esforçar sempre, mas, mesmo assim, ao escolher uma boa faculdade, sabe que terá uma grade curricular atualizada, professores competentes e ótimos materiais didáticos.

Pensando especificamente no ensino a distância (EAD), para escolher bem, busque entender sobre as tecnologias envolvidas e como é o ambiente virtual de aprendizagem (AVA). Também fale com alunos ou ex-alunos, para ter mais clareza na decisão.

Atualize seu currículo

Mesmo que você tenha acabado de se formar e não tenha muita coisa para incluir em seu currículo, organize bem as informações e fale de suas habilidades e dos cursos livres que foi fazendo junto à graduação. Na sequência, revise bem, para evitar erros gramaticais ou falta de coesão. Um bom currículo, sem dúvida, ajuda a abrir portas no objetivo de se tornar um trainee.

Pesquise as empresas

Falamos que, todos os anos, os programas de trainee abrem vagas, certo? Então, atenção para não perder o momento de se inscrever. Faça buscas pelos programas com frequência ou entenda o momento em que as organizações abrem suas vagas.

Depois, procure mais informações sobre essas empresas específicas: o foco de trabalho, a cultura, o que dizem os funcionários… Tudo isso ajuda você a se preparar para dinâmicas e entrevistas ao longo da busca por ser um trainee.

Desenvolva mais habilidades

Existem algumas habilidades muito procuradas pelos recrutadores, como autogestão, espírito de liderança, proatividade e inteligência emocional. São as famosas soft skills. Então, que tal entender o seu nível em relação a essas capacidades? 

Em relação à autogestão, por exemplo, ter foco e disciplina permite que você faça entregas eficientes em um tempo mais curto. Já a proatividade é uma característica que o leva além, permitindo que entregue mais qualidade aos gestores. Assim, seu potencial pra crescer na empresa fica evidente para todos.

Você pode fazer cursos ou ler livros sobre cada uma delas — e a boa notícia é que dá pra começar hoje ainda! Que tal?

Trabalhe bem em equipe

Independentemente do cargo, qualquer empresa procura pessoas que saibam trabalhar em equipe, entendendo como podem ajudar o colega, como dar feedbacks e recebê-los e como se comunicar da melhor maneira, seja por escrito ou na fala. Portanto, faça uma autoanálise e entenda como você pode evoluir nisso.

Escolha programas de acordo com o seu perfil

Aqui, a dica é buscar programas que tenham a ver com sua formação em empresas que façam seus olhos brilharem. Pode acreditar que isso faz toda a diferença depois que você se tornar um trainee.

Faça cursos diferentes

Não basta a formação em uma ótima faculdade. Os recrutadores gostam de candidatos que vão além do aprendizado formal. Por isso, faça certificações online, busque cursos livres, leia bastante e procure mentores ou pessoas que inspirem você para entender a história delas. Afinal de contas, a gente aprende das mais diversas maneiras.

Viu como ser um trainee não é tão difícil? Só exige foco e planejamento. Também pede agilidade: em geral, os programas de trainee são pensados para pessoas no último período da graduação ou que se formaram há até dois anos, em média. Então, não dá pra cochilar, hein?

Agora que você sabe como ser um trainee e como é o dia a dia nesse cargo, deixe um comentário falando o que achou e se a experiência é a sua cara!

Comentários

Comentários