Imagine poder unir o privilégio de assistir à aula da faculdade no conforto da casa com a oportunidade de praticar, com a orientação do professor, toda a teoria aprendida. Isso é possível por meio da graduação híbrida, que faz parte das metodologias mais modernas de ensino.

Por contar com grande aceitação e ter crescente procura, tudo indica que, em um futuro próximo, os cursos de todas as instituições, não importa o tipo de faculdade, passarão a adotá-la.

A tecnologia e o estilo de vida atual, sem dúvida, são grandes responsáveis por essa transformação. A comodidade, a experiência e a personalização que as inovações proporcionam em sala de aula também contribuem para isso.

Quer entender como a graduação híbrida é capaz de favorecer sua aprendizagem? Para isso, conversamos com Thuinie Daros, Head de Cursos Híbridos e Metodologias Ativas da EAD UniCesumar e cofundadora, consultora e palestrante na Téssera, além de autora do livro A Sala de Aula Inovadora: Estratégias Pedagógicas para o Aprendizado Ativo (selo Penso). Acompanhe!

O que é graduação híbrida, afinal?

Também chamada de blended learning, a graduação híbrida é considerada a metodologia mais promissora do novo milênio. Ela reúne experiência dos ambientes on-line e presencial, oferecendo ao estudante comodidade e uma visão completa da disciplina. É ofertada dentro do curso EAD e segue a orientação do MEC de disponibilizar até 30% de conteúdo presencial.

É importante entender que a graduação híbrida é diferente do ensino semipresencial. Quem procura por uma formação mais completa, com metodologias ativas, precisa entender isso.

“O semipresencial nem sempre se preocupa em articular as matérias oferecidas. Algumas são disponibilizadas apenas no on-line; outras, somente no off-line, e elas não costumam ter uma ligação. Além disso, a prática é esporádica. No híbrido, há mais integração, existe um fio condutor que une as disciplinas”, explica Thuinie.

Dessa forma, essa modalidade provoca mais engajamento nos alunos, além de promover várias das habilidades importantes para o novo mercado de trabalho, que comentaremos melhor daqui a pouco.

Como a graduação híbrida funciona?

As instituições precisam respeitar a legislação, em relação ao percentual de horas oferecidas no on-line e no off-line. Ao mesmo tempo, cada uma é livre para aplicar as estratégias e dar atenção à qualidade da matriz curricular.

Na EAD UniCesumar, “organizamos várias metodologias dentro de um cronograma. Gostamos muito da flipped classroom, por exemplo, também conhecida como sala de aula invertida, mas também usamos outras metodologias ativas, como o laboratório rotacional”, conta Thuinie.

Assim, na prática, funciona da seguinte forma: a instituição libera, na plataforma, um conteúdo com aulas ao vivo, às quais o aluno pode assistir de onde quiser. Na mesma semana, ele precisa ir entre uma e duas vezes, dependendo do curso, ao encontro presencial, que é uma aula prática.

Lá, são usadas metodologias ativas de aprendizagem, ou seja, o aluno coloca a mão na massa. Nesse momento, ele não fica apenas sentado na cadeira, olhando o professor, como acontece em metodologias tradicionais.

“Consideramos essa estratégia muito importante para o futuro profissional do estudante. Por isso, nosso objetivo não é apenas desenvolver os conhecimentos técnicos, conhecidos como hard skills. Damos valor às competências comportamentais, as soft skills, como trabalho em grupo, pensamento crítico, colaboração, liderança e criatividade”, explica Thuinie.

Outra característica do ensino híbrido na EAD UniCesumar é que o próprio professor da disciplina organiza os roteiros de aprendizagem ativa. Então, ele ministra uma aula teórica, e o tutor facilitador, que está por dentro de tudo e é um profissional formado na área, conduz os exercícios e a prática.

Quais os benefícios dessa metodologia?

A graduação híbrida nos traz diversas vantagens. Reunimos algumas para você conhecer!

Flexibilidade

“Um dos grandes diferenciais da graduação híbrida é o fato de o currículo ser mais flexível e não exigir a presença diária do aluno. É um ensino mais personalizado”, conta Thuinie. Isso é muito bom para quem tem dificuldade de deslocamento até a faculdade e, também, para estudantes que trabalham ou contam com outras obrigações, como o cuidado com os filhos.

Formação focada no mercado de trabalho

O fato de ser blended learning propicia ao estudante um rol mais completo de competências. O estudo a distância conta com toda aquela comodidade de poder assistir às aulas no momento mais propício e sem a preocupação de escolher uma roupa para sair de casa.

No entanto, isso não significa que é só ligar o vídeo e deixar a aula acontecer. Para não cair na tentação de só procrastinar, é preciso treinar algumas habilidades.

Os encontros presenciais e as práticas, então, são voltados para propiciar competências importantes. Comunicabilidade, trabalho em equipe, autonomia, autoaprendizagem, inteligência emocional e resiliência são alguns dos exemplos de competências exercitadas que, depois, serão úteis no dia a dia na profissão.

Thuinie explica que a sala de aula é concebida como um ateliê de aprendizagem. “É um espaço de experimentação, prototipação e vivência. Isso permite que o aluno antecipe experiências da sua etapa formativa e possa se desenvolver melhor. Temos simulações e práticas imersivas. Na Engenharia, por exemplo, o estudante já se depara com os problemas de obras e assume papéis de responsabilidade, sempre com o apoio do professor”.

Melhor experiência na aprendizagem

A graduação híbrida sai do clássico modelo no qual o professor é o centro e muitos alunos se sentem desconfortáveis em interagir com ele. “Esse ensino cria experiências memoráveis, porque fornece um conhecimento mais consolidado. Aqui na EAD UniCesumar, temos, ainda, disciplinas experimentais, pois investimos amplamente em laboratórios”.

A experiência também é pensada a partir de uma roteirização, que ajuda a deixar o estudante mergulhado na aprendizagem.

“Disponibilizamos roteiros de aprendizado, chamados de pocket learning. Entendemos que o ensino passa pela criação de vínculo. Então, reunimos atributos para favorecer essa relação, além de propiciar o protagonismo e a autonomia intelectual do aluno. Também pensamos na regionalidade, com exemplos reais da realidade de onde ele vive, para que a aprendizagem seja completa”, continua.

Enfim, o mercado, hoje, pede uma aprendizagem moderna e condizente com as novas exigências profissionais. A graduação híbrida da EAD UniCesumar oferece a tradição do nome, a qualidade do ensino, as competências importantes e a inovação na forma de aprender. Por isso, torna-se uma boa escolha a quem deseja ter sucesso.

Gostou de ficar por dentro dessa metodologia? Então, não deixe de conferir nosso e-book com os 7 principais motivos para fazer um curso superior!

 

Comentários

Comentários