As aulas de Sociologia eram as suas preferidas no Ensino Médio? Pensa em estudar essa área na graduação, mas não sabe exatamente o que faz o sociólogo nem como é o mercado de trabalho?

Então continue lendo para conhecer as atribuições do sociólogo, as áreas de atuação em Sociologia no Brasil, onde encontrar oportunidades no ramo e quanto ganha esse profissional!

Sociologia - CTA2

O que faz um sociólogo?

O sociólogo é um analista da realidade. Ele estuda fatos sociais, usando métodos científicos e considerando as transformações constantes que acontecem no mundo.

Por exemplo, o início da revolução industrial que está acontecendo agora (Indústria 4.0) já afeta o mundo do emprego. Aos poucos, diversos profissionais estão sendo substituídos por sistemas de automação e robôs.

A tecnologia da Indústria 4.0 aumentará a produtividade das empresas, mas afetará diversas pessoas e mudará o mercado de trabalho. Nesse cenário, o sociólogo é um profissional capacitado para analisar cientificamente as transformações da Indústria 4.0 na sociedade e recomendar ações para que os impactos negativos sejam reduzidos.

“Mas como o sociólogo faz essa análise?” Usando diferentes métodos científicos, como as pesquisas qualitativa e quantitativa, a etnografia, a etnometodologia e a análise de redes sociais.

“E quais são as atribuições do sociólogo?” Segundo a Lei 6.888/80 que regulamenta a profissão, ele é responsável por:

“- Elaborar, supervisionar, orientar, coordenar, planejar, programar, implantar, controlar, dirigir, executar, analisar ou avaliar estudos, trabalhos, pesquisas, planos, programas e projetos atinentes à realidade social.

– Ensinar Sociologia Geral ou Especial, nos estabelecimentos de ensino, desde que cumpridas as exigências legais.

– Assessorar e prestar consultoria a empresas, órgãos da administração pública direta ou indireta, entidades e associações, relativamente à realidade social.

– Participar da elaboração, supervisão, orientação, coordenação, planejamento, programação, implantação, direção, controle, execução, análise ou avaliação de qualquer estudo, trabalho, pesquisa, plano, programa ou projeto global, regional ou setorial, atinente à realidade social.”

Quais as áreas de atuação em Sociologia?

Confira, a seguir, os campos em que você poderá seguir carreira.

Docência no Ensino Médio

Profissionais licenciados em Sociologia, Ciências Sociais ou Sociologia Política podem ensinar a disciplina no Ensino Médio.

Como professor, você será responsável por muito mais que desenvolver planos de aula, elaborar material didático, aplicar avaliações e tirar dúvida de alunos. Você promoverá o debate e a reflexão sobre as diferentes questões sociais da contemporaneidade. Para isso, temas como violência, pobreza, desemprego, saúde, educação, habitação, abuso de drogas, evasão escolar e outras questões sociais farão parte das suas aulas de Sociologia.

O objetivo principal é ir além das explicações religiosas, mitológicas ou de senso comum para demonstrar ao aluno que esses fatos sociais não são naturais.  

“E como fazer isso?” Você recorrerá ao processo de estranhamento sociológico, que gera um tipo de “incômodo” no estudante. Essa percepção da realidade faz o aluno querer saber mais sobre o assunto, problematizar o fato social em debate, refletir sobre o seu papel na sociedade e entender por que é importante escutar os sociólogos.

“E quanto ganha um professor de Sociologia?” A remuneração varia entre R$ 1.935 e R$ 5.828, de acordo com a localidade e a rede de ensino (pública ou privada).

Sociologia docência

Docência no Ensino Superior

Fazendo uma pós-graduação, você poderá dar aulas em cursos universitários.

Existem muitas oportunidades, pois Sociologia é uma disciplina base presente em cursos de todas as áreas do conhecimento. Por exemplo, você poderá dar aulas para estudantes de Jornalismo, Publicidade e Propaganda, Engenharia, Ciências Biológicas, Letras, Artes e de diversas outras graduações. Além disso, é possível ser professor do curso de Sociologia, Ciências Sociais ou  Ciência Política.

O salário de um professor universitário varia entre R$ 3.500 a R$ 16.000, de acordo com a instituição de ensino.

Pesquisas

Nesta área, você trabalhará fazendo pesquisas sociológicas no mundo acadêmico, mercadológico ou na administração pública. Poderá seguir carreira em universidades, fundações, institutos de pesquisa, ONGs ou órgãos municipais, estaduais e federais.

Como você imagina a rotina do sociólogo nesse ramo? Aparece em sua mente aquele profissional que trabalha cercado e mergulhado em livros, sem sair do seu local de trabalho? Vamos detonar esse mito!

O sociólogo pesquisador lê muitos livros em seu cotidiano profissional, mas também faz diversos trabalhos de campo. Isto é, visitas para realizar pesquisas/entrevistas. Afinal, a Sociologia estuda as relações sociais e esse objeto de estudo não pode ser coletado para análise em laboratório.  

“Mas quais tipos de pesquisas são realizadas exatamente? Como elas são usadas por empresas e pelo governo?” Veja alguns exemplos:

  • análise dos impactos de grandes obras, para descobrir como a sociedade foi afetada antes, durante e após as construções de grandes espaços, rodovias, sistemas de transporte, etc;
  • diagnósticos sociais, para auxiliar no desenvolvimento de políticas públicas municipais, estaduais e nacionais;
  • diagnósticos de impactos sociais, que demonstram a empresas privadas como a população se sente afetada em relação à presença de grandes instalações (fábricas, mineradoras, etc) próximas a uma determinada região;
  • avaliação intermediária e/ou final de projetos desenvolvidos por organizações do Terceiro Setor, para ONGs, institutos, fundações e Oscipss conhecerem os resultados gerados na vida dos participantes do projeto;
  • pesquisas de análise do comportamento do consumidor, do consumo e consumismo, bem como as mudanças de hábitos de compra na sociedade, para gerar informações valiosas ao departamento de gestão estratégica, desenvolvimento de produtos/serviços e marketing de empresa privadas.

“E quanto ganha um sociólogo que faz isso?” Segundo o Guia de Profissões Catho, a média salarial desse profissional é de R$ 2.900,45.

Contudo, esse valor pode aumentar consideravelmente, dependendo da empresa contratante e do nível do cargo ocupado pelo sociólogo (júnior, pleno ou sênior).

Consultoria e Assessoria de Sociologia

Nessas áreas, o sociólogo auxilia empresas privadas, organizações do Terceiro Setor e órgãos públicos com demandas específicas. Por exemplo, fazendo um estudo sobre a sociologia da gestão de uma multinacional para descobrir quais problemas de administração prejudicam os resultados da empresa. Ou realizando um diagnóstico sobre o trabalho infantil, em uma cidade, para a prefeitura desenvolver programas que resolvam essa questão social.

É possível seguir carreira em empresas e institutos que oferecem esses tipos de serviços. Outra alternativa é empreender. Ou seja, abrir sua própria consultoria ou assessoria sobre diferentes campos sociológicos (sociologia da educação, do trabalho, do consumo, da administração, da economia, entre outros).

“E qual é o salário médio?” Similar ao do profissional que trabalha com pesquisa. Gira em torno de R$ 2.900 e pode aumentar substancialmente segundo o contrato de prestação de serviço.

Percebe como existem diversas áreas de atuação em Sociologia? Além da sala de aula, você também faz a diferença realizando pesquisas e estudos sociológicos ou prestando consultoria e assessoria para órgãos públicos e empresas.

Agora que você está bem informado sobre o mercado de trabalho e as áreas de atuação do sociólogo, dê o próximo passo: confira a Licenciatura em Sociologia EAD da Unicesumar!

Sociologia - CTA1

Comentários

Comentários