Independência financeira

6 passos para conquistar a independência financeira 💲

Você sabe o que independência financeira significa? É muito mais do que ter dinheiro suficiente para bancar as próprias contas, viajar e fazer o que quiser sem precisar pedir ajuda de ninguém.

Ficou curioso?

Não deixe de ler o conteúdo para entender mais sobre o que é ser financeiramente independente e a importância disso na sua vida.

Você também vai conferir algumas atitudes que vão ajuda você a chegar lá. Dê uma olhada no passo a passo e voe cada vez mais longe!


Independência financeira: o que é e por que ela é tão importante?

O significado de independência financeira pode ser um pouco nebuloso para algumas pessoas. Isso porque ela costuma estar associada à ideia de alguém que mora sozinho, não depende dos pais, sai com frequência, viaja e paga os boletos tranquilamente.

Mas fique sabendo que vai muito além disso.

Quem conquista a independência financeira é a pessoa que consegue arcar com as despesas do mês sem, necessariamente, ter um trabalho fixo.

Você deve estar pensando: e de onde vem o dinheiro?

Do chamado patrimônio. Aqui, outra confusão costuma surgir, pois patrimônio não inclui só um carro ou uma casa. Uma reserva de dinheiro, como a poupança, também faz parte dele.

Sendo assim, o objetivo é viver do rendimento do patrimônio. Aqueles que buscam a independência financeira, em vez de deixar o dinheiro na poupança, fazem aplicações para o dinheiro render ainda mais.

Ainda que conseguir bancar todas as despesas com os próprios rendimentos seja incrível, isso não quer dizer que você tenha que parar de trabalhar.

Afinal, uma das maiores vantagens de ser financeiramente independente é a liberdade de escolha. Ou seja, fazer o que quiser da vida e trabalhar com o gosta, livre do receio de não conseguir pagar as contas.

6 passos para alcançar a independência financeira

1. Corte gastos desnecessários

A primeira atitude que você deve tomar é aprender a economizar. Comece a repensar o seu estilo de vida e veja onde é possível cortar gastos. Sempre há uma coisa ou outra que pode ser deixada de lado para o bem da sua saúde financeira.

Você não precisa parar de sair com os amigos e fazer o que gosta.

Entretanto, se você já tem roupas suficientes, por exemplo, não tem por que comprar um vestido ou uma camiseta, concorda?

Isso tudo vai ajudar você a poupar um pouco ao final do mês. E, claro, caso tenha alguma divida, tente se livrar dela o quanto antes!

2. Faça um planejamento financeiro

Educação financeira é algo que, infelizmente, não faz parte da vida da maioria dos brasileiros. Por isso, é tão comum as pessoas terem dívidas, dificuldade para pagar as contas ou guardar dinheiro.

Mas se você acreditar na importância do planejamento financeiro, você não vai ser uma delas!

Faça um cálculo de quais são os seus gastos mensais, ou seja, quanto você precisa para passar o mês. Para ter tudo sob controle, uma dica é anotar tudo e contar com a ajuda de um aplicativo de finanças pessoais.

A tecnologia ajuda você a acompanhar para onde vai o seu dinheiro, pois até o cafezinho na padaria deve ser incluído na lista de gastos. Assim, você evita estourar o seu orçamento.

Independência financeira - dicas

3. Trace metas para sua vida

Já parou para pensar no que você quer fazer nos próximos anos?

Enquanto uns desejam conhecer outros países, outros sonham em ter um carro e uma casa própria. Seja qual for a sua prioridade, ela deve ser encarada como uma meta.

Isso vai ajudar você a economizar, concentrar seus esforços e não perder o foco dos objetivos.

Por mais desafiador que seja reduzir os gastos, com o olhar voltado para as metas você vai conseguir guardar dinheiro para o futuro e conquistar a sonhada independência financeira.

4. Invista em qualificação

Se você pretende construir um patrimônio, é preciso buscar melhores empregos com salários mais altos. Como querer não é poder, saiba que você deve apostar na sua formação profissional para conseguir melhores oportunidades no mercado de trabalho.

Afinal, as empresas valorizam muito mais as pessoas que possuem uma formação na área em que pretender atuar.

Sendo assim, procure uma boa instituição de ensino que ofereça o curso de graduação que você gostaria de fazer.

Aqui, vale dizer que a mensalidade do curso não deve ser encarada como um simples gasto. A faculdade precisa ser vista como um investimento que vai trazer retorno financeiro e ajudar você a colher bons frutos no futuro.

5. Faça uma reserva de emergência

Como já deu para perceber, a independência financeira depende de muito preparo e organização. Parte desse preparo é criar uma reserva de emergência, que nada mais é do que uma espécie de poupança suficiente para bancar seus gastos por até seis meses.

Não pense que isso é exagero. Essa é a atitude que vai evitar que você acabe endividado e com o nome sujo caso fique sem trabalho ou algum imprevisto apareça no meio do caminho.

Com uma reserva de emergência, você não precisa entrar em desespero por medo de não conseguir pagar os boletos ou se ver obrigado a abrir mão das coisas que você gosta de fazer.

6. Aprenda a investir

Por fim, um passo bem importante é saber como funcionam os diferentes tipos de investimentos. Quem nunca teve contato com o mercado financeiro costuma ficar perdido na hora de investir. Mas saiba que a independência financeira vai exigir isso de você.

Existe diversos tipos de produtos de renda fixa que rendem mais que a poupança. Além deles, há outras modalidades de aplicações, sendo que cada uma delas é mais adequada a um perfil de investidor.

No começo, os ganhos são baixos. Com o passar do tempo, os rendimentos tendem a melhorar, já que quanto mais dinheiro guardado você tem maiores são os ganhos. O objetivo é conseguir um “salário” todo mês a partir do dinheiro investido.

Acredite, corra atrás e chegue lá!

É claro que a independência financeira não vai chegar da noite para o dia. Você vai precisar de muita determinação, dedicação e comprometimento com os seus objetivos.

Acompanhe os passos listados aqui e comece desde já a tomar as atitudes que estão ao seu alcance.

Além de se planejar, traçar suas metas e mudar seus hábitos, você pode começar a buscar as melhores alternativas para dar um gás na sua vida profissional.

Que tal começar escolhendo uma boa faculdade?

Siga o Facebook e o Instagram da Unicesumar EAD para saber mais sobre os cursos oferecidos e ficar por dentro das principais novidades do mundo da educação!

cta_2_curriculo

 

Comentários

Comentários

avatar
Entre 4% das melhores Instituições de Ensino Superior do Brasil.
Post criado:507

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar