Faculdades para empreendedores: 6 cursos para quem quer empreender

O ensino superior está cheio de faculdades para empreendedores, com escolhas para todos os gostos. Isso acontece porque, diante da necessidade imposta pelo mercado, muitas profissões assumiram esse caráter. Também por essa razão, alguns cursos começaram a dar ênfase ao empreendedorismo.

Você acha que tem o perfil para empreender? Geralmente, esses profissionais desejam construir o próprio negócio ou dar novos rumos a uma empresa já fundada. Entre as habilidades em comum, destacamos criatividade, espírito de liderança, ambição, autocrítica e responsabilidade. A boa notícia é que todas elas podem ser adquiridas ou desenvolvidas nas faculdades para empreendedores.

Se você se identificou com esse cenário, confira as opções de profissões do futuro que listamos a seguir e escolha a que mais combina com seu perfil!

1. Empreendedorismo

Quando falamos em faculdades para empreendedores, o palpite mais direto é o curso de Empreendedorismo. Mas há muita gente que ainda não sabe de sua existência. Por ser uma demanda recente, ele surgiu no formato tecnólogo. Isso significa que ele tem duração menor e foco na prática profissional.

Na faculdade de Empreendedorismo, você entra em contato com disciplinas como:

  • comportamento do consumidor;
  • fundamentos de Marketing;
  • negócios inovadores e startups;
  • negócios digitais;
  • gestão de projetos e riscos;
  • empreendedorismo, modelos de negócio e inovação.

Como é possível ver, é uma graduação voltada para a prática de negócios. Você adquire os conhecimentos técnicos mais amplos, aliados aos ganhos comportamentais, e já sai para o mercado em pouco tempo, em busca do sucesso do seu empreendimento. Se a ideia é conquistar experiência antes, ainda pode trabalhar o intraempreendedorismo — na atuação dentro de outras organizações.

Mas, se você deseja algo mais específico, ainda pode escolher outra faculdade para empreendedores — como as que listaremos em seguida.

2. Administração

Por muito tempo, a reputação do estudante da Administração era de alguém que não sabia o que fazer da vida. A importância dessa área se se mostrou com o tempo, mudando a opinião de muitas pessoas. Afinal, o administrador é um profissional versátil, que consegue controlar desde as finanças da empresa, passando pela Logística, até o Marketing.

Essa formação acadêmica certamente é uma faculdade para empreendedores, tendo em vista a variedade de disciplinas que compõem a grade curricular. Esse profissional sabe criar a própria empresa, considerando todos os aspectos de negócio para que seja bem-sucedido.

O administrador também tem em mãos as ferramentas certas para fazer uma análise dos resultados da empresa e minimizar possíveis prejuízos. Para muito além de abrir o próprio negócio, ele consegue criar ofertas mais amplas para seus potenciais clientes, atendendo a duas ou mais áreas.

3. Marketing

O Marketing faz parte das áreas que oferecem diversas oportunidades de trabalho. Isso acontece pelo poder desse setor, que pode não somente garantir o crescimento das organizações, como ajudá-las a conquistar clientes.

Também ganhou espaço devido ao fato de muitas empresas não terem capital suficiente para montar uma equipe de Marketing própria, que seja capaz de atender às demandas estratégicas. Então, o empreendedor pode montar um negócio de consultorias de branding, growth hacker, Marketing de Conteúdo ou e-mail marketing, entre outros.

De fato, o profissional do Marketing tem uma visão muito ampla de tudo que envolve o universo do consumidor. Conhece as relações de retorno de investimento, custo de aquisição e manutenção de um cliente, além do relacionamento entre esse público e a empresa. Logo, essa é uma área bastante estratégica e com possibilidades de empreender.

4. Engenharia de Produção

Das Engenharias, talvez essa seja uma das mais democráticas, em questão de possibilidades de atuação. Isso, porque o futuro engenheiro de produção aprende logo no início sobre empreendedorismo, além de cursar disciplinas como:

  • conceitos de Administração e ética empresarial;
  • gestão de pessoas e desenvolvimento de equipes;
  • comunicação empresarial e negociação;
  • engenharia econômica;
  • automação industrial;
  • contabilidade empresarial;
  • eletrotécnica e eletrônica.

Com o diploma de Engenharia de Produção, é possível criar um negócio que ofereça a confiabilidade das soluções de Engenharia aliada às contribuições de outras áreas. Assim, será um profissional capaz de avaliar a qualidade dos processos e produtos, garantindo entregas adequadas às expectativas de mercado.

5. Ciências Contábeis

Para se dar bem no setor financeiro, somente a afinidade com números e contas não é o suficiente. A capacitação profissional é essencial para torná-lo mais estratégico em suas decisões no negócio, seja para empreender ou mesmo para atuar em empresas já existentes. Em ambos os casos, o curso de Ciências Contábeis surge como boa opção.

Diante da dificuldade de os brasileiros cuidarem de suas finanças, as soluções inovadoras de contabilidade costumam fazer sucesso no mercado. Para que sua empreitada alcance esse patamar, é preciso enxergar a oportunidade e não ter medo dos riscos, pois eles sempre podem existir.

6. Engenharia de Software

Não dá para negar que a tecnologia é uma das áreas mais promissoras para qualquer investimento hoje. Isso, porque ela se tornou o grande motor do mercado, possibilitando às empresas crescer de forma saudável e, principalmente, garantindo facilidades no dia a dia pessoal ou profissional dos consumidores.

É possível empreender na criação de aplicativos, oferta de consultoria para grandes organizações e no desenvolvimento de soluções de outsourcing, entre tantas outras possibilidades. Para isso, conhecimento nunca é de mais, certo? A faculdade ideal para esse cenário talvez seja a de Engenharia de Software.

Um engenheiro de Software em formação costuma ter, na grade curricular, a matéria de empreendedorismo, de modo a prepará-lo para as possibilidades variadas de atuação. Ele já fica atento às tendências, aprendendo a identificar as demandas, a fim de oferecê-las antes da concorrência.

Das Engenharias à área de finanças, as opções de faculdades para empreendedores são amplas e promissoras. Então, tenha em mente que é possível assumir essa postura na profissão de seu interesse. Só não deixe de avaliar com cuidado a instituição de ensino, pois ela será a sua grande aliada na construção de uma carreira sólida.

Gostou do conteúdo e quer continuar na busca por informações profissionais? Então, aproveite a visita ao blog para ler sobre o curso de Empreendedorismo aliado à prática de empreender!

Comentários

Comentários

2 Comentários

  • Carlos

    ago nd, 2020 10:50 AM Reply

    Empreender é o caminho, são inúmeras as áreas de atuação. A qualificação vai contribuir bastante no crescimento das mentes empreendedoras de nosso país. Parabéns pelo artigo e sucesso!

    • Unicesumar

      ago th, 2020 4:15 PM Reply

      Olá, Carlos. Muito obrigada pelo feedback!

Deixe o seu comentário