Você já parou para pensar em todas as atividades executadas em um hospital? É preciso cuidar da entrada de pacientes, da triagem na emergência, da marcação de consultas e realização de cirurgias, entre outras funções. Também é essencial ter os materiais disponíveis e atender às regras do setor de saúde. É por isso que a Gestão Hospitalar é tão importante.

Essa área envolve o gerenciamento de recursos, de pessoas e de diversas atividades. Assim, é possível cuidar da saúde dos pacientes e garantir o alcance dos resultados estratégicos. Para quem gosta da área e quer ter um cargo de administração, essa é a opção perfeita.

Para descobrir quais são as possibilidades para a sua carreira, veja como é o mercado de trabalho quando se fala de Gestão Hospitalar!

O que faz o profissional de Gestão Hospitalar?

O nome da área já ajuda a revelar como são as atividades, não é? Afinal, um gestor é o profissional que precisa coordenar e implementar projetos, além de administrar o uso e a alocação dos recursos. No contexto hospitalar, é a mesma coisa.

Esse profissional é responsável por realizar o planejamento de ações para o bom funcionamento das questões hospitalares. Ele toma as decisões mais importantes, gerencia equipes e garante as melhores características para o estabelecimento de saúde.

Além de entender sobre o cuidado humano, tem conhecimentos sobre biossegurança, ética, gestão ambiental, atendimento humanizado e assim por diante. Ao se formar na área, você será um profissional completo, com múltiplas funções e uma atuação estratégica.

Quem segue carreira nesse setor precisa fazer um curso tecnólogo. Essa é uma opção mais rápida que a graduação tradicional, sem deixar de envolver todos os temas essenciais para uma boa atuação.

Qual é o salário do profissional de Gestão Hospitalar?

Em relação aos salários, a Gestão Hospitalar pode ser muito atrativa. Como inclui várias responsabilidades, trabalhar no setor permite que você tenha ganhos diferenciados. Vamos conhecer os números!

O site Salario.com.br fez um levantamento e, com base nas informações de 79 profissionais, chegou à média de R$ 4,5 mil mensais. Porém, há áreas com ganhos ainda maiores. As atividades de apoio à gestão de saúde, por exemplo, podem pagar uma média de R$ 5,7 mil. Assim, a remuneração elevada é um bom estímulo para seguir carreira nessa área, não é mesmo?

Como está o mercado de trabalho de Gestão Hospitalar?

Ao falar em Gestão Hospitalar, é bom enfatizar que a área não se restringe a hospitais. São diversos os ambientes que são voltados para o cuidado da saúde. Alguns exemplos de estabelecimentos que compõem o mercado de trabalho são as clínicas, maternidades, casas de repouso e centros de estética.

Quanto às suas possibilidades de carreira, também há muitas alternativas. A seguir, veja onde você poderá atuar ao concluir o curso de Gestão Hospitalar!

Gerente Hospitalar

A função mais comum é a de gerente. Se decidir atuar nessa vaga, você será responsável por coordenar ações, acompanhar resultados e antever problemas. Por meio de decisões focadas nos objetivos do ambiente hospitalar, é possível conquistar o melhor desempenho.

Essa área é bem diversa e se divide em várias funções específicas. Há gerentes hospitalares da parte operacional e outros do setor administrativo, por exemplo. Você também pode ver profissionais voltados para o polo de emergência, o centro cirúrgico e assim por diante.

Analista de Auditoria de Contas Hospitalares

Ao se formar como gestor, você terá um conhecimento específico sobre o funcionamento das contas e as necessidades financeiras do estabelecimento. Então, poderá atuar na conferência e no gerenciamento dos valores.

Note que você não será um gestor financeiro, e sim um analista. A supervisão é fundamental, já que garante uma auditoria adequada e contas em dia. Se você gosta de números, esse é um prato cheio para a sua carreira!

Coordenador de Estoque Hospitalar

Um bom hospital, clínica ou laboratório deve ter todos os insumos indispensáveis para a execução das atividades. A atuação do Coordenador de Estoque Hospitalar permite garantir que tudo esteja disponível sempre que precisar.

Você poderá atuar no controle dos produtos e elementos necessários para o hospital, como luvas, itens de proteção e equipamentos. Esse profissional também é estratégico no gerenciamento da farmácia, sendo responsável pelo controle da entrada e saída de medicamentos, monitoramento dos níveis de estoque e comunicação com o setor de compras.

Gerente de Hotelaria Hospitalar

A maioria dos hospitais conta com a possibilidade de internação dos pacientes. Isso significa que é preciso ter leitos disponíveis e ainda cuidar de todas as tarefas relacionadas à chamada hospedagem ou hotelaria. Como gerente dessa área, essa será a sua principal função.

É fundamental manejar o número de quartos ou leitos disponíveis e acompanhar a liberação de quem esteve internado, por exemplo. Também é necessário cuidar dos serviços como limpeza do ambiente, serviços de alimentação e ações médicas específicas. Com um bom direcionamento de recursos e esforços, todos os pacientes ficarão satisfeitos!

Gerente de Enfermagem

É comum achar que, para trabalhar com a equipe de Enfermagem, é preciso ter formação na área. No entanto, a graduação em Gestão Hospitalar permite que você entre nesse segmento, com uma atuação integrada.

Nessa função, é essencial administrar as equipes, garantir o bom direcionamento dos recursos e fazer com que todas as funções sejam cumpridas. Assim, é possível organizar o trabalho dos enfermeiros da melhor maneira.

Gestor de Equipe e Captação Médica

Além dos enfermeiros, um ambiente de cuidado com a saúde precisa de outros profissionais. Todos devem cumprir suas funções, atuar de forma integrada e oferecer um atendimento humanizado. Na Gestão Hospitalar, você pode trabalhar com a gestão de equipes, como no gerenciamento de RH, além de captar profissionais.

Adquirir novos talentos para os serviços de atendimento especializado é essencial para trazer resultados cada vez melhores. Nessa função, você fica responsável por cuidar da atuação dos profissionais, por questões ligadas à valorização e retenção de talentos.

Gerente de Controle de Sinistro

Em um hospital ou em uma clínica conveniada, é preciso lidar com a acreditação dos planos de saúde. É essencial entender sobre rede credenciada, solicitações, autorizações e reembolsos.

O Gerente de Controle de Sinistro é quem fica de olho nesses pedidos e na relação com os prestadores de serviço. Desse modo, é possível garantir a manutenção adequada dos contratos.

Chefe de Manutenção Hospitalar

Como parte da atuação de qualidade, é essencial ficar de olho no cuidado com equipamentos e insumos, em geral. A manutenção acontece tanto de forma corretiva quanto preventiva, de modo a evitar problemas e diminuir custos.

Assim, você pode ser Chefe de Manutenção Hospitalar. Nesse cargo, será responsável por definir como devem ocorrer os cuidados com os equipamentos, quais pontos observar e o que é prioridade. Desse jeito, dá para garantir o funcionamento adequado dos componentes.

Diretor Hospitalar

O cargo mais alto na carreira de Gestão Hospitalar é o de diretor. Nessa função, você terá uma visão ampla de todo o negócio e será responsável pela gestão de todas as áreas. Porém, a principal atividade consiste na coordenação dos times e das lideranças, para garantir que tudo funcione corretamente.

Você também participará das reuniões do Conselho Administrativo, bem como das decisões sobre o futuro do empreendimento. Com profissionalismo e um trabalho de alta qualidade, é possível aumentar as chances de o estabelecimento crescer e conseguir cada vez mais pacientes!

Quais são as mudanças geradas pela pandemia na área de Gestão Hospitalar?

Com a pandemia da Covid-19, os líderes de hospitais foram obrigados a cancelar ou adiar procedimentos eletivos. Além disso, a gestão hospitalar implementou várias soluções digitais, contando com a geração de dados para analisar e prever demandas, além de transferir a força de trabalho para o remoto.

Assim, os meios digitais oferecem um papel essencial em uma resposta abrangente a pandemias e surtos, complementando as medidas convencionais de saúde. Isso tem contribuindo para reduzir o impacto econômico e humano.

Em relação ao nível operacional dos serviços de saúde, o sucesso se dá principalmente pelo planejamento logístico, desenvolvimento de protocolos assistenciais, qualificação e desenvolvimento profissional. Além disso, há a adoção de softwares eficientes e seguros para atender às necessidades dos hospitais.

Quais são as tendências no ramo da Gestão Hospitalar?

A administração de hospitais passa por profundas modificações. Elas são reflexos da competitividade do mercado e de uma sociedade cada vez mais moderna, exigindo atualizações constantes. É por isso que o gestor hospitalar precisa ficar atento às últimas tendências da área. Se interessou? Então, confira a seguir algumas delas!

Consultas remotas

O atendimento médico remoto já é uma realidade para muitos pacientes. A ideia é que a pessoa seja avaliada pelo profissional no conforto de sua própria casa. A partir disso, o especialista passa diagnósticos simples e indica os medicamentos.

Outra opção é adotar a telemedicina para uma segunda opinião ou obter informações sobre procedimentos.

Inteligência artificial e robótica

A robótica já é uma opção testada em diversos hospitais, principalmente para a realização de procedimentos precisos. E a evolução da inteligência artificial demonstra um cenário ainda mais promissor.

No futuro, essas alternativas poderão apoiar médicos e gestores na criação de tratamentos, na avaliação de riscos durante uma cirurgia e nas pesquisas de medicamentos.

Uso de impressoras 3D

Na área da saúde, a impressora 3D pode ser usada para a produção de próteses, talas de imobilização de ossos fraturados, entre outros. Outra novidade é que os plásticos serão substituídos por células, permitindo, no futuro, imprimir tecido cardíaco, pele, células-tronco, vasos sanguíneos e órgãos para transplante, com o objetivo de reduzir a possibilidade de rejeição.

Como se preparar para o futuro da Gestão Hospitalar?

Viu só como a área de Gestão Hospitalar promete grandes mudanças para o futuro, principalmente com o uso da tecnologia? Assim, é preciso você contar com o devido preparo, não é mesmo? O primeiro passo é escolher um curso superior de Gestão Hospitalar em uma faculdade renomada, que ofereça a melhor qualidade de ensino aos seus estudantes.

A EAD Unicesumar é considerada uma das melhores instituições de ensino do país, sendo referência no ramo tecnológico. Durante a graduação, você vai aprender sobre creditação hospitalar, custos, logística, planejamento de infraestrutura e outras atribuições.

O curso prepara para trabalhar com a promoção da saúde pública e a gestão de contratos. Na EAD, você vai contar com uma metodologia intuitiva, profissionais experientes e diversas ferramentas, como inteligência artificial, realidade aumentada e robótica. O objetivo é que você tenha uma experiência prática e imersiva.

A Gestão Hospitalar é essencial para que as clínicas e os hospitais funcionem como conhecemos. Ao fazer a graduação em uma boa faculdade, você poderá aproveitar as diversas possibilidades do mercado de trabalho! Por isso, não deixe de estudar na UniCesumar!

Gostou do nosso conteúdo e quer conhecer sobre o curso de Gestão Hospitalar da Uni? Então, acesse a página e fique por dentro!

cta_2_curriculo

Comentários

Comentários